Santos 3 x 0 Rio Branco

Data: 27/03/1994, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista – 2º turno – 18ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 6.934 pagantes
Renda: CR$ 20.126.500
Árbitro: Dionísio Roberto Domingos
Cartão vermelho: Cristóvão (RB)
Gols: Paulinho Kobayashi (28-1); Demétrios (29-2) e Demétrios (34-2).

SANTOS
Edinho; Índio, Júnior, Mauricio Copertino e Piá; Gallo, Dinho e Ranielli (Carlinhos); Macedo, Guga (Demétrios) e Paulinho Kobayashi.
Técnico: Serginho Chulapa

RIO BRANCO
César; Marcinho, César Xavier, Pinga (Gilmar) e Balu (Marcos Roberto); Nei, Cristóvão e Aritana; Rudinei, Alexandre e Marcelo.
Técnico: Sérgio Ramirez



Santos conquista 5ª vitória com Chulapa

O Santos conquistou ontem sua quinta vitória sob o comando do técnico Serginho Chulapa. A equipe, que seguiu o esquema “ofensivo-cauteloso” escolhido pelo técnico, derrotou o Rio Branco por 3 a 0, ontem na Vila Belmiro, e agora tem 18 pontos ganhos.

O atacante Guga foi obrigado a deixar o campo aos 38 minutos do primeiro tempo. Ele se machucou e foi substituído por Demétrios, que fez dois gols.

O lateral-esquerdo Piá foi a novidade do time do Santos no jogo de ontem. O jogador foi poupado na última partida contra o Santo André, no meio da semana, porque estava se recuperando de uma contusão.

Ranielli começou jogando. Ele foi considerado o melhor jogador na última partida, apesar de disputar só o segundo tempo, e garantiu sua escalação.

Serginho disse que o time foi displicente no primeiro tempo contra o Santo André e precisava ter mais garra contra o Rio Branco. Segundo ele, para melhorar a equipe, o Santos deveria restabelecer a velocidade apresentada contra a Portuguesa e o América.

A volta do ponta-direita Macedo, que cumpriu suspensão automática no último jogo, deixou o time time mais ofensivo.

O Rio Branco jogou com três atacantes. O técnico Sérgio Ramirez escalou Rudinei, Marcelo e Alexandre. O lateral Paulo César desfalcou a equipe. O jogador cumpriu suspensão.

A defesa foi deixada de lado dando oportunidade de o Santos “devolver” o placar de Americana. No primeiro turno, o Santos não conseguiu passar pelo Rio Branco e perdeu por 2 a 0. A equipe ainda estava sob o comando do técnico Pepe.

O atacante Rudinei, do Rio Branco, saiu de campo machucado. Em uma disputa de bola com o goleiro Edinho, o jogador quebrou a tíbia e o perônio.

O Rio Branco ficou com nove jogadores em campo. O treinador não pôde fazer outra escalação porque já havia feito as duas substituições permitidas pelo regulamento. Cristóvão já tinha sido expulso de campo.

Em oito jogos sob o comando do técnico Serginho Chulapa, o Santos teve cinco vitórias, dois empates e uma derrota.



Santos tenta hoje a sua 5ª vitória com esquema “ofensivo-cauteloso”

Com um esquema tático definido pelo técnico Serginho como “ofensivo-cauteloso”, o Santos tenta hoje sua quinta vitória sob o seu comando. Macedo, Edinho, Piá e Ranielli voltam ao time.

Os dois primeiros cumpriram suspensão automática na vitória sobre o Santo André, quinta-feira. O lateral-esquerdo Piá volta ao time após se recuperar de uma contusão no tornozelo esquerdo.

No caso do meia-esquerda Ranielli, sua volta aos titulares se deve à boa atuação no último jogo. Ele entrou no 2º tempo e foi o responsável direto pelos dois gols da vitória santista por 2 a 0.

Ranielli será o responsável pela organização do time em campo. Caberá a ele, nos planos de Serginho, armar as jogadas de ataque e evitar que o centroavante Guga jogue isolado.

É uma tarefa difícil, segundo Ranielli. Ele disse que além dessas funções terá também que ajudar o volantes do time a marcarem.

Para o treinador, este esquema tático, aliado a um meio-campo de características defensivas, dá opções para quando o time precisar ser mais ofensivo. “É um esquema ofensivo-cauteloso”, afirmou.

A única dúvida de Serginho está na ponta-esquerda. Ele não sabe se começa jogando com o lateral Luciano ou com o centroavante Demétrius. Serginho diz que só resolverá no último instante.

Ele disse que a volta do lateral Piá, jogador que apóia muito o ataque, abre a perspectiva de que esse setor funcione como o lado direito da equipe, onde Índio e Macedo já estão entrosados.

No 1º turno, jogando em Americana sob o comando de Pepe, o Santos perdeu por 2 a 0 do Rio Branco.



Vídeo: Wesley Miranda