Linense 1 x 2 Santos

Data: 06/02/2014, quinta-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Paulista – 1ª fase – 6ª rodada
Local:Estádio Gilberto Lopes, em Lins, SP.
Público: 5.701 presentes (5.216 pagantes)
Renda: R$ 162.612,00
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Auxiliares: Anderson José Moraes e Luis Alexandre Nilsen (SP)
Cartões amarelos: Alan Santos e Gustavo Henrique (S); João Lucas e Renan (L).
Gols: Thiago Ribeiro (14-2), Rodrigo Tiuí (16-2) e Stéfano Yuri (38-2).

LINENSE
Anderson; Murilo Silva, Alex Moraes, Fernando e João Lucas; Marcelo, Branquinho, Renan e Leandro Ferreira; Rodrigo Tiuí (Marcinho) e Anselmo.
Técnico: Bruno Quadros.

SANTOS
Aranha; Cicinho, Neto, Gustavo Henrique e Mena; Alan Santos, Arouca (Leandrinho), Cícero e Geuvânio (Rildo); Thiago Ribeiro e Leandro Damião (Stéfano Yuri).
Técnico: Oswaldo de Oliveira



Com Damião apagado, jovem da base brilha e Santos derrota Linense

Em noite de estreia pouco inspirada de Leandro Damião com a camisa do Peixe, o Santos viu o seu substituto, o jovem Stéfano Yuri, entrar na partida e anotar o gol da vitória santista por 2 a 1 contra o Linense, no Estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Foi o primeiro gol do centroavante como profissional do alvinegro praiano.

No primeiro tempo, poucas chances de gols para os times. O Linense fazia uma marcação por setor e explorava os passes em longas distâncias, principalmente com seus zagueiros, que procuravam os espaços deixados pelos laterais santistas. Já o Santos buscava mais o jogo e o gol adversário. Leandro Damião era o jogador mais acionado pelos atletas alvinegros, e mostrava muita garra e vontade dentro de campo.

Na segunda parcial, o panorama da partida mudou, e os dois times procuravam mais o gol. O Peixe, assim como ocorreu na partida diante do Botafogo, demorou alguns minutos a mais para voltar do intervalo e deverá ser punido pela Federação Paulista de Futebol. Thiago Ribeiro abriu o marcador para o Santos, porém no lance seguinte o ex-santista Rodrigo Tiuí empatou para o Linense. Todavia aos 38 minutos, o jovem Stéfano Yuri, que entrara no lugar de Leandro Damião, fez o gol da vitória para o alvinegro.

Sob o comando de Oswaldo de Oliveira, o Santos venceu cinco partidas e empatou uma. Com a vitória diante do Linense, o Peixe subiu para 16 pontos ganhos e é o líder isolado do Grupo C, que tem o São Bernardo como vice-líder com dez pontos. Completam a chave, as equipes da Ponte Preta, Portuguesa e Paulista.

Já o treinador Bruno Quadros conheceu sua terceira derrota no comando do Linense. A equipe de Lins é a terceira colocada no grupo A com sete pontos, quatro a menos que o líder São Paulo. Completam a chave, os times da Penapolense, Comercial e Atlético Sorocaba.

O jogo

Com um minuto de jogo. O zagueiro Neto afastou mal a bola e após vacilo de Cicinho, o meia Leandro Ferreira quase abriu o placar em Lins. O chute do número 10 do Linense passou raspando o travessão de Aranha.

O primeiro gol de Damião com a camisa do Santos até saiu aos 16 minutos do primeiro tempo, porém o atacante santista estava impedido e o árbitro assistente acertou em anular o lance. Aos 17, o centroavante recebeu a bola sozinho na entrada da área, pelo lado esquerdo, mas bateu em cima do goleiro Anderson.

A equipe santista continuava insistindo e procurando passar a bola para Leandro Damião. Aos 26 minutos de jogo, cruzamento do estreante da noite e Cícero não aproveitou a chance de abrir o marcador em Lins, após furada incrível do zagueiro Fernando, do Linense.

Aos 33 minutos do primeiro tempo, Geuvânio deu trabalho ao goleiro do Linense. O número 10 santista fintou dois marcadores e na entrada dá área encheu o pé. A bola que tinha endereço certo acabou saindo no meio do gol e Anderson espalmou para escanteio.

No fim do primeiro tempo, o Linense chegou com perigo ao gol santista e quase abriu o marcador. O meia Leandro Ferreira arriscou um chute de fora da área e e Aranha desatento espalmou para a pequena área. No rebote o volante Marcelo chegou chutando e mais uma vez o goleiro santista apareceu evitando o gol, antes do escanteio, o lateral esquerdo Mena ainda salvou mais uma finalização da equipe de Lins.

Sentindo o músculo adutor da coxa direita, o volante Arouca deu lugar a Leandrinho na volta do intervalo. A equipe santista, assim como na partida diante do Botafogo, demorou mais do que os 15 minutos previstos. O clube deverá ser multado pelo atraso.

Aos sete minutos, mais uma vez nos pés de Leandro Ferreira, o time do Linense chegou com perigo. O meia arriscou chute de fora da área e a bola, que desviou na zaga santista, passou raspando a trave defendida por Aranha. Aos 16, cobrança de falta perigosa do lateral esquerdo João Lucas e a bola mais uma vez passou perto do gol santista.

O primeiro gol da partida saiu aos 14 minutos. Thiago Ribeiro arriscou chute de fora da área e o goleiro defendeu, no rebote o atacante tabelou com Cícero, que após lindo passe, entre a zaga do Linense, deixou o número onze santista na cara de Anderson, que após sair mal com os pés e ser driblado, viu a bola entrar lentamente no gol. O Peixe abria o placar em Lins.

Porém, a vantagem não permaneceu por muito tempo. No lance seguinte o Linense chegou ao empate. Aos 16 minutos, cobrança de falta de Murilo Silva que colocou na cabeça do atacante Anselmo, que viu sua cabeçada acertar a trave. Na sobra, o ex-santista Rodrigo Tiuí bateu de esquerda no canto do gol, empatando a partida para a equipe mandante.

Com o empate no placar, o Santos voltou sua atenção para o ataque e o meia Cícero quase recolocou o Peixe novamente na frente do marcador, mas esbarrou na boa defesa do goleiro Anderson, que ainda viu o zagueiro Alex Morais pressionar o número oito santista na hora da finalização.

Aos 38 minutos o Santos retomou a liderança no placar. Thiago Ribeiro recuperou a bola no setor defensivo do Santos e fez um longo lançamento para o meia Cícero, que após disputar de cabeça com o zagueiro do Linense, viu o jovem Stéfano Yuri receber sozinho na pequena área e tocar na saída do goleiro.

Bastidores – Santos TV:

Herói da vitória do Santos, Stéfano Yuri diz que sonhava com primeiro gol

Autor do gol da vitória do Santos sobre o Linense nesta quinta-feira, o atacante Stéfano Yuri disse que sonhava em balançar as redes pela primeira vez como profissional. O gol saiu e, graças a ele, o time conquistou os três pontos em Lins, em jogo válido pelo Campeonato Paulista.

“Eu sonhava com o meu primeiro gol pelo profissional, e ele saiu com uma vitória do Santos, não poderia ser melhor”, disse Stéfano Yuri, de apenas 19 anos.

Segundo o atacante, que entrou no lugar do estreante da noite, Leandro Damião, mais importante que o gol foi a vitória do Santos, em uma partida fora de casa. “Acho que mais importante que o meu gol, foi a vitória do Santos e os três pontos em um jogo difícil contra o Linense. Agora é continuar trabalhando para os gols continuarem aparecendo”, ressaltou Stéfano Yuri.

O meia Fernandinho do Linense, que entrou aos 43 minutos do segundo tempo, no lugar do lateral direito Murilo Silva, disse que a vitória do Santos foi injusta, e que assim como, contra o Palmeiras, a equipe de Lins vacilou no final e acabou derrotada. “Foi uma pena este resultado. Nós fizemos um bom jogo e merecíamos até a vitória, porém o futebol não perdoa, ainda mais quando enfrentamos times grandes”, afirmou.