Vanderlei Luxemburgo é o novo técnico do Santos. Numa reunião que começou às 22h de sexta-feira e se prolongou até as 5h30 deste sábado, no apartamento do presidente do clube, Marcelo Teixeira, no Boqueirão, em Santos, as partes chegaram ao acordo para a assinatura do contrato que vai até 31 de dezembro. As bases salariais clube não foram revelados e no documento não há cláusula que obriga o clube a liberá-lo em caso de um convite de clube europeu.

“Não gosto de falar de salário de técnico e jogadores. Só posso dizer que Luxemburgo vai ganhar na faixa dos técnicos top, como Luís Felipe Scolari, Emerson Leão e Carlos Alberto Parreira”, disse o diretor de futebol, Francisco Lopes.

Quanto às dificuldades para que se chegasse ao acordo para a assinatura do contrato, o dirigente disse que foram os muitos detalhes discutidos. “Foi um verdadeiro parto. Felizmente tudo foi resolvido e Luxemburgo volta ao clube para ser campeão”

No início da noite de sexta-feira, Teixeira demonstrava ansiedade e até pessimismo quanto ao acerto com Luxemburgo, afirmando que os valores envolvidos no contrato tornavam as negociações difíceis. E acrescentou que o clube já trabalhava com a hipótese de contratar um outro técnico, que, apurou-se mais tarde, era Giba, que sucedeu Carlos Alberto Silva, em 2000, e levou o time à decisão do Campeonato Paulista, contra o São Paulo.

Luxemburgo retorna ao Santos seis anos e meio após a sua primeira passagem pelo clube, em 1997, quando deixou a Vila Belmiro para ir trabalhar no Corinthians. Foi substituído por Leão, a quem substituirá agora. Naquela oportunidade, ele foi contratado após duas brilhantes passagens pelo Palmeiras, e a sua missão era desenvolver um projeto de profissionalização do departamento de futebol do Santos, inclusive com a construção do Centro de Treinamentos Rei Pelé. O clube era dirigido pelo grupo de Pelé, com Samir Abdul-Hack como presidente. Saiu alegando que o clube não estava cumprindo o que havia sido combinado.

O primeiro contato de Luxemburgo com os jogadores seria antes do jogo contra o Juventude, de Caxias do Sul-RS, neste sábado à tarde, nos vestiários da Vila Belmiro. Depois o novo técnico santista assistiria à partida da tribuna de honra do estádio.

A sua estréia será contra a Liga Deportiva Universitária, do Equador, terça-feira, às 18h30, na Vila Belmiro, pela Copa Libertadores da América, quando o Santos terá que vencer por uma diferença de três gols para continuar na competição. Porém seu trabalho começa neste domingo, com treino em dois períodos. Além de dois zagueiros, Luxemburgo quer a contratação do meia Ricardinho (ex-Corinthians e São Paulo) ou Juninho Paulista.