União São João 1 x 1 Santos

Data: 15/07/1995, sábado, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista
Local: Estádio Hermínio Ometto, em Araras, SP.
Público e renda: N/D
Árbitro: Flávio de Carvalho
Gols: Luís Muller (25-2) e Amarildo (35-2).

UNIÃO SÃO JOÃO
Juliano; Jean, Nilson, Maciel e Donizeti; Marcelo Lopes, Vagner, Lima, Batistinha (Samuel); Catanha (Amarildo) e Elder (Washington).
Técnico: Lula Pereira

SANTOS
Robson; Marcelo Silva (Marcos Paulo), Jean, Marcelo Moura e Silva; Kiko, Marcos Bazílio, Piá e Luís Muller; Camanducaia e Demétrios.
Técnico: Joãozinho Rosa



Santos vai usar titulares contra o Corinthians no último jogo

O técnico do Santos, Joãozinho, afirmou que vai escalar a equipe titular para enfrentar o Corinthians no próximo domingo. Ele colocou em campo a equipe reserva para enfrentar anteontem o União São João de Araras.

Segundo Joãozinho, os titulares foram poupados para a partida contra o Grêmio pela Copa dos Campeões do Mundo.

“Após a partida de terça (amanhã), todos os atletas vão treinar para enfrentar o Corinthians. Vou colocar o time principal no jogo de domingo”, disse Joãozinho.

O técnico afirmou não estar preocupado com o resultado da partida contra o Corinthians, já que o adversário precisa de um empate para se classificar à final.

“Nós vamos entrar para vencer, como sempre. Não estamos preocupados com a decisão do primeiro lugar do grupo”, disse.

Joãozinho considerou boa a atuação da equipe no empate de 1 a 1, anteontem. Segundo ele, os reservas se portaram taticamente bem em campo.

O técnico disse que a partida também serviu “para tirar conclusões sobre o aproveitamento de alguns jogadores para o Campeonato Brasileiro”.

“A partida pode não ter sido boa taticamente, mas os jogadores mostraram muita disposição e provaram que podem jogar na equipe titular”, disse o atacante Luís Muller.

Ele foi o autor do único gol do Santos no jogo, ao completar, de cabeça, um cruzamento aos 24min do segundo tempo. O gol do União foi marcado pelo atacante Amarildo, aos 34min da mesma etapa.

Para o técnico do União São João, Lula Pereira, faltou empenho aos jogadores da sua equipe e do Santos. Ele considerou as equipes “desfiguradas” devido à falta de incentivo, já que os dois times não tinham mais chances no Paulista.

“A gente lamenta isso, pois o torcedor que vai ao estádio merece no mínimo o empenho e a dedicação dos jogadores, o que não aconteceu na partida de hoje.”



Santos usa time reserva contra União São João ( Em 15/07/1995 )

Fora da disputa pela final do Campeonato Paulista, o Santos enfrenta hoje o União São João, em Araras, com o seu time reserva.

“A nossa prioridade agora é a Copa dos Campeões Mundiais. Por isso, os titulares serão poupados”, disse o técnico Joãozinho.

A Copa dos Campeões Mundiais é um torneio disputado por Santos, Grêmio, São Paulo e Flamengo, equipes brasileiras que foram campeãs mundiais interclubes. O Santos é líder do torneio, após vencer o São Paulo por 2 a 1 e o Flamengo por 1 a 0. Um empate contra o Grêmio coloca o time da Vila Belmiro na final.

Para Joãozinho, a partida contra o União servirá para observar os reservas, preparando a lista dos jogadores que serão dispensados pela diretoria após o Paulista.

“É uma ótima oportunidade para que eles, com tranquilidade, possam mostrar suas qualidades. Por outro lado, isso nos possibilita colocar em campo um time motivado”, declarou Joãozinho.

Para compor a equipe só com reservas, ele foi obrigado a improvisar o lateral-esquerdo Piá no lugar do meia Giovanni, artilheiro do time no Paulista, com 18 gols.

No ataque, Joãozinho escalou Camanducaia e Demétrios nas vagas de Macedo e Marcelo Passos.

Joãozinho negou rumores de que teria entregado o cargo. “Isso é um absurdo. Não fomos até a final, mas, sinceramente, acho que fiz um bom trabalho.”

Segundo o diretor de futebol, José Paulo Fernandes, Joãozinho continuará no clube no Campeonato Brasileiro.

O União São João, por sua vez, enfrenta o Santos em busca de um “final honroso” no Paulista. Segundo o técnico Lula Pereira, uma vitória hoje vai recuperar um pouco do prestígio do time na competição. “Não podemos sair só com derrotas desta fase.”

O União perdeu as quatro partidas até agora e é o único time que ainda não somou pontos entre os oito participantes da segunda fase.
A novidade no time será a estréia do lateral-esquerdo Donizete, contratado junto ao Taubaté.

Com a saída do meio-campista Nasa, devolvido ao Ferroviário (CE), o lateral-esquerdo Lima foi para o meio-campo e Donizete entra na sua posição.



Fonte: Estadão