Santos 3 x 2 União São João

Data: 01/07/1995, sábado, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 4.339 pagantes
Renda: R$ 35.780,00
Árbitro: João Paulo Araújo
Gols: Carlinhos (02-1), Giovanni (12-1); Giovanni (23-2), Alexandre (28-2, de pênalti) e Amarildo (43-2).

SANTOS
Edinho; Ronaldo, Maurício Copertino, Camilo e Piá; Cerezo, Carlinhos, Luís Muller (Marcelo Passos) e Giovanni; Macedo (Camanducaia) e Jamelli.
Técnico: Joãozinho Rosa

UNIÃO SÃO JOÃO
Juliano; Chiquinho, Maciel, Nilson e Jean (Amarildo); Nasa, Marcelo Lopes, Vágner e Alexandre (Samuel); Catanha e Batistinha.
Técnico: Lula Pereira



Após vitória, Santos volta a pensar na final

Com a vitória de anteontem sobre o União São João, por 3 a 2, na Vila Belmiro, o Santos volta a sonhar com a classificação para as finais do Campeonato Paulista. O time do técnico Joãozinho ocupa a terceira colocação do Grupo 2, com quatro pontos. Portuguesa e Corinthians lideram a chave com sete pontos cada.

O treinador tem se queixado do fato de contar com um elenco reduzido. “Começamos o campeonato desacreditados”, lembrou. O problema da falta de jogadores é especialmente crítico no que se refere ao setor defensivo. Anteontem, a defesa santista voltou a demonstrar muita instabilidade.

A dupla de zagueiros Camilo e Maurício Copertino falhou em diversas oportunidades, o que irritou o treinador. “Eu não tenho opções. Desde o início do campeonato venho testando diversos jogadores no setor. Infelizmente, porém, não estamos acertando. A defesa vem sendo um dos pontos de desequilíbrio do time”, afirmou o técnico.

No início da partida, jogando ofensivamente, a equipe de Araras perdeu inúmeras chances de gol.

Com o passar do tempo, o Santos, que tinha obrigação de vencer, começou a partir para o ataque, mas de forma desordenada.

Nos contra-ataques, com Catanha, Vagner e Alexandre, o União não abriu o marcador por errar muito nas finalizações.

Aos 19min, após erro do zagueiro Camilo, Catanha ficou livre na frente de Edinho. No momento em que ia dominar, ele reclamou que teria sido empurrado por Camilo. O juiz não marcou o pênalti.

A melhor chance do Santos no primeiro tempo aconteceu aos 31min. Jamelli tocou de cabeça, mas a bola acabou indo para fora.

A primeira etapa acabou com o Santos sendo vaiado pela torcida.

No intervalo, Joãozinho retirou Luis Muller e colocou Marcelo Passos, um dos principais artilheiros do time. O atacante já anotou 16 gols no Paulista.

Logo aos 2min, o volante Carlinhos acertou um chute da intermediária, marcando o primeiro gol do Santos.

O gol descontrolou o time de Araras. O Santos passou a comandar a partida, com Giovanni mais uma vez se destacando.

O segundo gol santista saiu aos 13min. Na cobrança de escanteio, Giovanni completou para o gol, após desvio do atacante Jamelli.

O mesmo Giovanni acabou marcando o terceiro gol do Santos, em cobrança de falta, chutando no canto alto direito do goleiro Juliano, que chegou atrasado na bola.

Foi o décimo oitavo gol do meia na competição. Os atacantes Paulinho, da Portuguesa, e Bentinho, do São Paulo, têm 20 e 19, respectivamente.

Com a vantagem de 3 a 0, o Santos se acomodou no jogo. Aos 27min, Maurício Copertino cometeu pênalti. Alexandre cobrou e anotou o primeiro gol do União.

Aos 43min, Amarildo, que substituiu Jean, fez o segundo gol do time de Araras.

Com a derrota, o União continua sem vencer na segunda fase do Paulista. O time já havia perdido do Corinthians e da Portuguesa.



Técnico testa 2 reservas na zaga do Santos ( Em 01/07/1995 )

O técnico Joãozinho testou ontem dois jogadores da reserva para a zaga do Santos. A equipe se prepara para a partida de amanhã, contra o União São João.

Os jogadores Marcelo Moura e Camilo entraram na equipe titular no treino coletivo de ontem à tarde, na Vila Belmiro. Segundo Joãozinho, os dois reservas tiveram bom desempenho e entrosamento com o time. O técnico só deverá confirmar hoje a escalação final para o jogo contra o União, na Vila Belmiro.

Cerezo atuará no meio-campo, no lugar do volante Gallo, expulso na partida contra o Corinthians.

O meia Giovanni, que discutira com o goleiro reserva Robson no treino de anteontem, disse tratar-se de um “mal-entendido”.

“Já está tudo bem”, disse Giovanni, que não quis revelar o motivo da discussão.

Três titulares reforçam União contra Santos

Os três titulares do União São João que estavam contundidos, o atacante Batistinha e os laterais Lima e Chiquinho, treinaram ontem em Araras.

O técnico Lula Pereira vai confirmar hoje, após o treino da tarde, se eles enfrentam o Santos, na Vila Belmiro.

“A evolução dos jogadores é boa. Só o Chiquinho, com problemas na virilha direita, preocupa mais”, disse o técnico. Se Chiquinho não jogar, Donizete o substitui.

O único desfalque deve ser o atacante Éder Aleixo, que participa de amistosos no Equador.



Fonte: Estadão