A Vila Belmiro a partir de hoje passará a ser o campo de futebol mais iluminado do país. Os jogos de futebol noturnos no estádio da Vila Belmiro terão sua luminosidade aumentada em 500% a partir do jogo de hoje, às 21h, entre Santos e Palmeiras, válida pelo Torneio Rio SP.

O clube preparou uma festa para a inauguração do novo sistema de iluminação, aumentando a quantidade de refletores de 68 para 198. A potência total cresceu de 124 mil para 297 mil watts, ampliando de 200 lux para 1.200 lux a quantidade média de luz em todo o gramado -o nível recomendado pela Fifa é de 1.000 lux, a fim de garantir a qualidade das transmissões de TV.

O novo sistema acabou com as sombras que se formavam nas extremidades do gramado e eram motivo de queixa dos goleiros.

O Santos investiu US$ 500 mil na reforma do sistema, que incluiu a construção de cabines de força.

Cada torcedor um recebeu um isqueiro na entrada e quase lotavam a Vila Belmiro às 20h20, quando foi iniciada a cerimônia de inauguração do moderno sistema de iluminaçao. Miriam Teixeira Oliveira cantou o hino oficial do clube e, em seguida, entraram em campo cerca de 70 jogadores uniformizados das equipes amadoras, formando quase um círculo completo no meio de campo.

Ao final do hino, foram chamados ao centro de campo pelo serviço de alto-falante dirigentes do clube e autoridades municipais, dentre os quais o prefeito de Santos, Beto Mansur, recebido com grande vaia pelos torcedores. Eles acendiam e apagavam seus isqueiros com o estádio às escuras, quando foi pedido, pelo mestre de cerimônias, que fosse iniciada a contagem regressiva. E em seguida, o presidente Samir Abdul Hak acionou a chave simbólica do novo sistema de iluminaçao e os novos refletores começaram a ser acesos. A cerimônia foi encerrada com o descerramento de uma placa comemorativa da inauguração, e que será colocada num ponto de destaque do estádio.

A cerimônia durou pouco mais de 15 minutos. Quando todos os refletores estavam acesos, houve uma queima de fogos do lado de fora do estádio, seguida de aplausos dos torcedores. Pelé já se encontrava no estádio da Vila Belmiro, mas não participou da solenidade de inauguração.