Santos 0 x 3 Botafogo

Data: 22/01/2000, sábado.
Competição: Torneio Rio SP – 1ª fase – 1ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 13.064 pagantes
Renda: R$ 68.792,50
Árbitro: Jorge Travassos (RJ)
Auxiliares: Élson Passos e Flávio Magalhães.
Cartões amarelos: Anderson, Claudiomiro, Rubens Cardoso, Élder e Marcelo Silva (S); Renato, Jorge Luís e Caio (B).
Gols: Rodrigo (29-1) e Zé Carlos (37-1); Rodrigo (26-2).

SANTOS
Nei; Anderson, Jean, Claudiomiro e Rubens Cardoso; Élder (Michel), Marcelo Silva, Caíco (Adiel) e Eduardo Marques (Rodrigão); Caio e Dodô.
Técnico: Carlos Alberto Silva

BOTAFOGO
Wágner; Renato, Jorge Luís, Sandro e Misso; Marcelinho Paulista, Djair, Reidner e Sérgio Manoel; Zé Carlos (Caio) e Rodrigo (Alexandre).
Técnico: Joel Santana



Na Vila, Botafogo-RJ surpreende o Santos

Jogando mal e mostrando desorganização tática, o Santos perdeu para o Botafogo-RJ por 3 a 0, ontem, na Vila Belmiro.

Os cariocas, que quase não mudaram a equipe que fez péssima campanha no Brasileiro-99, surpreenderam com um bom futebol e conquistaram seus primeiros três pontos na competição.

Na quarta, o time de Carlos Alberto Silva tenta se recuperar diante do São Paulo, que hoje pega o Flamengo. O primeiro clássico paulista será no Morumbi.

O Santos começou a partida dominando. O time tentava envolver os adversários com toque de bola rápido e lançamentos.

As chances de gol aconteciam, como previra o técnico botafoguense Joel Santana, nas jogadas de bola parada. A melhor delas foi do Botafogo-RJ, aos 20min, em cobrança de falta de Sandro.

Mesmo tendo a bola mais tempo em seus pés, os santistas tinham dificuldade em criar oportunidades de gol.

Em contra-ataque, aos 28min, o Botafogo-RJ abriu o placar. Sérgio Manoel recebeu na esquerda e cruzou. Rodrigo, com o gol livre após saída em falso de Nei, cabeceou para marcar.

Os cariocas ampliaram nove minutos depois. Após cobrança de escanteio pela esquerda, a zaga e o goleiro santista falharam, e o atacante Zé Carlos só desviou.

O Santos voltou um pouco melhor no segundo tempo. Caio, que fazia sua reestréia, arriscou da entrada da área. Wágner se esticou e espalmou para escanteio.

Aos 26min, após cobrança de falta, o Botafogo-RJ fechou o placar. Jorge Luís bateu forte, a bola bateu na barreira e em Nei, e sobrou para o meia Rodrigo, que bateu rasteiro para marcar seu segundo gol no jogo.

O Santos teve a chance de diminuir em cobrança de pênalti, aos 38min, mas Dodô bateu fraco, e Wágner defendeu.

Irritados, os torcedores, que compareceram em bom número à Vila, pediram reforços. Dois santistas invadiram o gramado.

Homenagem a Narciso

Antes da partida de ontem, os jogadores do Santos e do Botafogo-RJ prestaram homenagem a Narciso, que está com leucemia. Os santistas entraram em campo com uma faixa com a inscrição “Narciso, estamos com você. Aguardamos sua volta”.

O volante assistiu ao jogo na tribuna de honra da Vila Belmiro.