Coritiba 0 x 1 Santos

Data: 27/04/2000, quinta-feira, 21h00.
Competição: Copa do Brasil – 3ª fase – Jogo de ida
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba, PR.
Público e renda: N/D
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (RS)
Cartões amarelos: Baiano e Rincón (S).
Gol: Valdo (44-2).

CORITIBA
Gilberto; Flávio, Léo Devanir, Reginaldo Araújo; Veiga, Leandro Tavares, Ataliba, João Santos (Anderson Cruz); Marquinhos Cambalhota (Marcelo Lipatin), Robert (Marcel) e Marcinho.
Técnico: Lori Sandri

SANTOS
Carlos Germano; Michel, Galván, Claudiomiro e Rubens Cardoso; Baiano (Anderson Luiz), Rincón, Valdo e Caio; Dodô e Valdir Bigode (Deivid).
Técnico: Carlos Alberto Silva



Santos bate Coritiba e mantém técnico

Com um gol de falta do meia Valdo aos 47min do segundo tempo, o Santos venceu o Coritiba por 1 a 0, em Curitiba (PR), e deu um grande passo para conquistar uma vaga nas oitavas-de-final da Copa do Brasil.

O resultado também foi importante para o técnico Carlos Alberto Silva, que poderia ser demitido em caso de derrota santista.

Na partida de volta, na próxima quarta-feira, na Vila Belmiro, o time do Paraná precisa vencer fazendo pelo menos dois gols. Se o Santos perder por 1 a 0, a vaga será disputada nos pênaltis. O empate classifica a equipe santista.

O capitão do Santos, Rincón, que havia atuado anteontem pela seleção colombiana, na Bolívia, jogou durante os 90 minutos.

Na primeiro etapa, a equipe do Santos teve apenas duas oportunidades de gol. A primeira chance foi com o atacante Dodô, que cabeceou a bola nas mãos do goleiro Gilberto. Logo em seguida, em uma cobrança de falta, Baiano, que atuou como volante, levou perigo para o time paranaense.

Já o time da casa desperdiçou uma chance de gol com o meio-campista Robert. Na entrada da pequena área, ele acertou a rede pelo lado de fora.

No segundo tempo, aos 19min, Dodô teve a melhor chance para abrir o placar, mas chutou à direita da meta do Coritiba. Em outra chance desperdiçada, aos 28min, após cruzamento da direita, Dodô cabeceou para fora.

O Coritiba teve sua melhor chance no jogo aos 41min. Claudiomiro derrubou Ânderson na área, e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Leandro Tavares chutou por cima.

Narciso

O jogador Narciso, 26 anos, começou ontem o tratamento contra a leucemia (câncer no sangue) no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba. Ele teve injetado no corpo, na altura do tórax, dois tubos de plástico, pelos quais receberá a medicação durante o período em que permanecer internado.

A cirurgia para o transplante de medula óssea deverá ocorrer na sexta-feira da semana que vem.