Villa Nova-MG 3 x 4 Santos

Data: 20/01/1998, terça-feira, 21h40.
Competição: Copa do Brasil – Fase Preliminar – Jogo de ida
Local: Estádio Municipal Castor Cifuentes, em Nova Lima, MG.
Público: 3.750 pagantes
Renda: R$ 36.875,00
Árbitro: Jamir Carlos Garcez (DF).
Cartões amarelos: Marcos Assunção e Ânderson Lima (S).
Gols: Müller (06-1), Kal Baiano (08-1), Sargento (13-1), Jorginho (15-1) e Adão (27-1); Jorginho (06-2) e Macedo (43-2).

VILLA NOVA-MG
Claudio; Wander, Sargento, Claudio Roberto e Carlão (Anderson); Alemão, Kal Baiano, Jean e Marquinhos (Waltinho); Adão (Sérgio Araújo) e Milton.
Técnico: João Francisco.

SANTOS
Zetti; Ânderson Lima, Argel, Ronaldão, Narciso e Dutra; Marcos Assunção, Caíco e Jorginho (Eduardo Marques); Caio (Macedo) e Müller.
Técnico: Emerson Leão



Santos vence Villa Nova e marca o gol 10.000 de sua história

O Santos estreou com vitória na abertura da 10ª Copa do Brasil.

A partida entre Vila Nova e Santos, em Nova Lima (MG), que marcou a estréia do técnico Emerson Leão no comando da equipe santista, teve sete gols (4 a 3), quatro deles marcados nos primeiros 15 minutos de jogo.

O terceiro gol da equipe santista ontem -o segundo do meia Jorginho na partida- foi o de número 10 mil na história do Santos, segundo levantamento do estatístico do clube, Francisco Mendes Fernandes. A bola foi guardada para ser entregue ao museu do clube.

O atacante Müller abriu o placar para o Santos em uma cobrança de falta aos 6min. O time ainda comemorava quando Cal Baiano empatou para o Vila, aos 7min.

O zagueiro Sargento virou o placar para a equipe mineira, aos 13min, com uma cabeçada no ângulo esquerdo de Zetti.

O Santos empatou em seguida, com um gol do meia Jorginho. Um gol contra do volante santista Marcos Assunção, de cabeça, colocou de novo à frente o Vila Nova, que teve um gol anulado sob protesto do técnico João Francisco.

O Santos voltou ainda mais ofensivo no segundo tempo e conseguiu empatar em 3 a 3 aos 6min, com o segundo gol de Jorginho.

Macedo, que entrou para substituir o atacante Caio, fez o gol da vitória aos 43min, de cabeça.



Santos fica sem Baez em estréia na Copa

O Santos terá duas modificações no time que pretendia escalar hoje, no primeiro jogo da temporada, contra o Vila Nova, em Nova Lima (MG), pela Copa do Brasil.

A intenção do técnico Emerson Leão era começar o jogo com o paraguaio Edgar Baez como centroavante, mas o atacante sofreu uma contusão no tornozelo direito durante os treinamentos em Campo Limpo Paulista (SP) e nem viajou.

O meia Arinelson, que vinha sendo escalado nos treinos como titular, perdeu a vaga para Caíco.

O time terá a estréia dos únicos reforços contratados até agora para a temporada deste ano: o zagueiro Argel e o meia Jorginho.

O Santos também trabalhará para se aproximar da marca de 10 mil gols em sua história. Segundo o estatístico do clube, Francisco Mendes Fernandes, faltam só três gols.

O Vila Nova, de Nova Lima (região metropolitana de Belo Horizonte) assegurou vaga na Copa ao ser vice-campeão mineiro em 97.