Santos 3 x 2 Flamengo

Data: 02/08/2017, quarta-feira, 21h45.
Competição: Campeonato Brasileiro – 18ª rodada
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo, SP.
Público: 27.030 presentes (24.707 pagantes e 2.323 não pagantes)
Renda: R$ 870.640,00
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence (ambos de GO).
Cartões amarelos: Yuri e Lucas Lima (S); Rodinei, Diego, Everton (F).
Cartões vermelhos: Rodinei (F) e David Braz (S).
Gols: Bruno Henrique (08-2), Éverton Ribeiro (11-2), Felipe Vizeu (21-2), Alison (39-2) e Ricardo Oliveira (43-2).

SANTOS
Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota (Kayke); Yuri (Zeca), Renato (Alison) e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi

FLAMENGO
Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê (Berrío); Márcio Araújo, Willian Arão, Diego (Pará) e Éverton Ribeiro; Everton e Guerrero (Felipe Vizeu).
Técnico: Zé Ricardo



Santos vira na raça, bate Flamengo e segue em terceiro no Brasileirão

O início de Santos e Flamengo nesta quarta-feira não foi nada animador. Porém, o segundo tempo foi digno do embate que aconteceu entre as equipes na última semana. Em mais um confronto recheado de alternativas, o Peixe abriu o placar, viu o Rubro-Negro marcar duas vezes, mas buscou a virada novamente na raça e venceu por 3 a 2, no Pacaembu, em duelo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, o alvinegro chegou aos 34 pontos e manteve-se na terceira posição. Já o Mengão ficou estacionado com 29 e termina a rodada em quinto.

O jogo:

No primeiro tempo, Santos e Flamengo não conseguiram repetir o ótimo duelo que aconteceu na semana passada, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil. Com pouca inspiração, as duas equipes fizeram uma primeira etapa bastante truncada no Pacaembu.

Porém, o Rubro-Negro conseguiu ser superior ao Peixe. Tanto que as duas chances mais claras foram do time carioca. Aos 23 minutos, Guerrero recebeu bom cruzamento de Rodinei, mas falhou na hora de bater e perdeu ótimo oportunidade de frente para o gol.

Já aos 34 minutos, Willian Arão desviou cobrança de escanteio na primeira trave e Juan apareceu completamente livre dentro da área, mas cabeceou para fora. No ataque seguinte, Diego arriscou de longe e Vanderlei salvou. No rebote, Felipe Vizeu dominou, limpou a marcação e mandou na trave, assustando os santistas no Pacaembu.

O Santos, por sua vez, apostava na velocidade de Bruno Henrique, mas pouco conseguiu penetrar na zaga flamenguista e não assustou o goleiro Diego Alves em toda a primeira etapa.

Os primeiros momentos depois do intervalo não davam demonstrações de que o jogo seria melhor. Porém, Bruno Henrique tratou de colocar emoção ao jogo logo aos 8 minutos. Após chute de Ricardo Oliveira, a bola desviou em Márcio Araújo e caiu nos pés de Bruno Henrique, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes e abrir o placar no Pacaembu.

Mas a alegria dos santistas durou pouco. Três minutos após fazer 1 a 0, o Peixe viu o Mengão chegar ao empate em grande estilo. Éverton Ribeiro recebeu de Rodinei na entrada da área e soltou uma bomba. A redonda desviou levemente na zaga e enganou Vanderlei. Golaço e 1 a 1 no marcador.

O tento animou os flamenguistas, que partiram para cima e aproveitaram falha defensiva do Santos para virar o jogo em dez minutos. Aos 21, Willian Arão encontrou um buraco no meio da zaga e achou Felipe Vizeu. De frente com Vanderlei, o atacante bateu de esquerda e colocou o Rubro-Negro na frente.

Após sofrer a virada, o Peixe começou a mostrar nervosismo e não conseguiu melhorar nem com a expulsão de Rodinei, aos 28, após forte entrada em Jean Mota.

Porém, o futebol é um esporte imprevisível. Justamente em seu pior momento no jogo, o Santos chegou ao 2 a 2 após chutaço de longe de Alison. E quando parecia que o empate estava decretado, Daniel Guedes cruzou na cabeça de Ricardo Oliveira, que venceu Diego Alves e decretou a virada santista no Pacaembu.

Bastidores – Santos TV:

Virada heroica no fim salva invencibilidade do Santos no Pacaembu

Parecia que a noite de 2 de agosto de 2017 ficaria marcada como o dia em que a invencibilidade do Santos no Pacaembu chegou ao fim. Parecia! Perdendo para o Flamengo por 2 a 1 até os 39 minutos do segundo tempo, o Peixe buscou uma virada heroica nos últimos momentos do confronto, válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, e manteve o retrospecto quase perfeito no estádio paulistano.

A última derrota do alvinegro na ‘segunda casa’ foi em abril de 2014, no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, contra o Ituano. De lá pra cá, o alvinegro já disputou 23 jogos no estádio, sendo 22 vitórias e apenas um empate.

“Gostamos muito do Pacaembu. Sempre jogamos para frente aqui”, disse o volante Renato, que voltou ao Peixe após ficar ausente sem seis partidas na temporada.

E além de manter a série invicta, a vitória sobre o Fla fez o Santos chegar ao seu décimo jogo seguido sem derrota em 2017, terminando a 18ª rodada na terceira colocação do Brasileiro, com 34 pontos.