Por Fernando Gavini, para o ESPN.com.br



O ano de 2002 foi a redenção do Santos. Há 18 anos sem títulos, o Peixe viu nascer uma geração que fez o clube retornar a trilhar o caminho das conquistas. Robinho, Diego, Elano, Renato, Alex e companhia formaram a base do time que conquistaram duas vezes o Campeonato Brasileiro.

Mais do que isso, renderam milhões de reais aos então combalidos cofres santistas. Em 2005, quando Robinho foi vendido para o Real Madrid, o Santos encerrou o ano com R$ 63 milhões de lucro.

Mas de lá para cá, o clube ano a ano acumula prejuízos. As receitas despencaram e as despesas aumentaram vertiginosamente. Entre 2006 e 2007, a perda somada foi de R$ 57 milhões.

O que mais assusta é que a dívida do Santos aumentou dos R$ 82 milhões registrados no balanço de 2005 para R$ 147 milhões em 2007.



Fonte: http://www.espn.com.br/noticia/8036_depois-do-lucro-com-robinho-e-cia-santos-so-acumula-prejuizos