Diretoria sonda outros técnicos, mas, à noite, contrata o ex-botafoguense

Ao negar que elenco é frágil, treinador diz que time é normal, “um pouco abaixo” de Inter, Cruzeiro, São Paulo, Fluminense e Flamengo

Após uma longa novela durante o dia, o Santos chegou a um acordo com o técnico Cuca, 44, que será o substituto de Emerson Leão. Houve uma demora no acordo por conta da indefinição da diretoria santistas, que sondou e cogitou outros nomes para o cargo.

O treinador já irá se apresentar ao clube na quinta-feira. E dirigirá a equipe diante do Vitória, no próximo domingo.

Seu contrato será até o final de 2009 e seu salário vai girar em torno de R$ 180 mil. O acordo foi fechado por telefone, ontem, com dirigentes santistas que estavam reunidos.

Ao falar sobre o elenco santista, o técnico mostrou ter opinião diferente do antecessor Emerson Leão, que saiu dizendo que, sem reforços, o time ficaria limitado. Mas também não acha que o grupo está entre os mais fortes do Brasil.

“Acho um time normal. Igual a outros do Brasileiro. Há alguns elencos mais fortes, como os de Inter, Cruzeiro, São Paulo, Flamengo e Fluminense. O Santos está um pouco abaixo, pouco. O futebol brasileiro está muito nivelado”, disse.

Cuca disse que só pode analisar qual a melhor estratégia de trabalho para o time quando conhecer o elenco. Do time, citou jogadores com quem trabalhou, como Fabão e Tabata. O primeiro foi levado pelo técnico ao São Paulo. Tabata foi dirigido por Cuca no Goiás.

Antes de acertar com o Santos, Cuca passou por momentos de ansiedade. À tarde, já dava a negociação como quase fechada -faltava somente definir o tempo de contrato.

Só que a diretoria santista ainda cogitava outros nomes. Paulo Autuori foi descartado porque, no final de semana, o Al Rayyan, do Qatar, não o liberou da sua renovação de contrato por dois anos -ele já tinha recebido antecipado.

O presidente Marcelo Teixeira tinha o sonho de contar com Muricy Ramalho, do São Paulo. Mas este não mostrou vontade de deixar o time rival. “O presidente já deixou claro sua intenção de manter o técnico, que nunca disse que gostaria de sair”, disse o vice de futebol do São Paulo, Carlos Augusto de Barros Filho. A multa rescisória de Muricy é um salário -cerca de R$ 250 mil.

Por isso, a diretoria santista não ligou para Cuca durante o dia. O técnico até deu entrevista desanimado sobre o Santos para uma rádio no final da noite. Mas, naquele momento, recebeu telefonema de Santos. Duas horas depois, já tinha fechado acordo com o time da Vila Belmiro. O que faltava acertar era o tempo de contrato. “Será um ano e meio, como eu gosto”, ressaltou Cuca.

O técnico ficou por dois anos no Botafogo, com uma interrupção de três jogos. Saiu após a eliminação da Copa do Brasil, quando caiu nos pênaltis diante do Corinthians. Foi mais um jogo decisivo perdido pelo time, que, entretanto, apresentou bom futebol. Antes, já dirigira o São Paulo, o Flamengo e o Goiás, entre outros times.

Após a saída do Botafogo, a diretoria do Santos vinha conversando com Cuca, inclusive sobre o elenco. E tentará reforços, apesar da falta de dinheiro.