O Palmeiras acertou, na madrugada de ontem, a compra do volante César Sampaio, de 23 anos, junto ao Santos por US$ 350 mil, mais os passes do ponta-direita Serginho Fraldinha e do meia Ranielli. Foi incluída cláusula que estipula que caso o atleta seja vendido para o exterior até julho de 92, o Santos receberá 50% do valor auferido. Sampaio deve se apresentar hoje ao seu novo clube.

Sampaio pedia ao Santos Cr$ 24 milhões de luvas e salário de Cr$ 2,5 milhões. Como não chegaram a um acordo, o jogador teve o valor do seu passe fixado pela FPF.

A definição da contratação só aconteceu depois de 10 horas de reunião entre dirigentes santistas e o vice-presidente do Palmeiras, Adriano Beneducce, e seus diretores de futebol, Jorge Adamo e Gilberto Cipullo. “As negociações demoraram porque o São Paulo, deselegantemente tentou entrar no meio”, disse Beneducce.

O São Paulo ofereceu Ivan, Zé Teodoro e Nelsinho, mas foi o Palmeiras quem levou a melhor. A oferta inicial do Palmeiras era o meia Erasmo e Albéris além de US$ 500 mil, mas o Santos escolheu Ranielli e Serginho Fraldinha mais quantia em dinheiro.

Com a compra de César Sampaio, O Palmeiras encerra o ciclo de contratações para o Campeonato Paulista. Foram seis reforços dados ao técnico Nelsinho Baptista. Sao eles: o zagueiro Luís Eduardo, o lateral-esquerdo Roberto, César Sampaio, o meia Edu Marangon (do Torino, que disputou o Brasileiro pelo Santos) e os atacantes Vlademir e Evair. Tudo para quebrar o jejum de títulos que acompanha a equipe há 15 anos. O último título foi o Paulista de 1976.