Santos 4 x 2 Seleção do Uruguai

Data: 06/06/1985, quinta-feira, 07h00 de Brasília.
Competição: Copa Kirin – Final
Local: Estádio Olímpico Nacional, em Tóquio, Japão.
Público: 35.000 pagantes
Renda: N/D
Árbitro: Shizuo Takada (JPN)
Cartão vermelho: Néstor Montelongo (45-2)
Gols: Aguilera (14-1), Zé Sérgio (22-1), Mirandinha (40-1); Mirandinha (05-2), Carrasco (35-2) e Zé Sérgio (44-2)

SANTOS
Rodolfo Rodríguez; Paulo Roberto, Davi (Fernando), Toninho Carlos, Jaime Bôni; Serginho II, Mário Sérgio, Humberto (Formiga); Gersinho, Mirandinha, Zé Sérgio.
Técnico: Carlos José Castilho

URUGUAI
Gualberto Velichco; Néstor Montelongo, José Luis Russo, Eduardo Acevedo, César Pereira; Abraham Yeladian, Jorge Walter Barrios, Juan Ramón Carrasco; Carlos Aguilera, Jorge Da Silva, Jacinto Cabrera.
Técnico: Omar Borrás.



Santos goleia seleção do Uruguai e conquista a Kirin Cup

O Santos conquistou ontem em Tóquio o título da Kirin Cup ao derrotar a seleção uruguaia por 4 a 2 em partida bastante tumultuada. Mirandinha e Zé Sérgio, com dois gols cada, foram os artilheiros do atual campeão paulista na partida final da competição, assistida por 35.000 espectadores. O time santista chegou ao título invicto, vencendo cinco partidas e empatando apenas uma. Melhor ataque, o Santos anotou 26 gols e sofreu 6. O centroavante Mirandinha foi o artilheiro do Santos na competição com 8 gols, um atrás do uruguaio Aguilera.

Na primeira etapa os uruguaios saíram na frente com um gol de Aguilera aos 14’, depois de receber passe de Yeladian. A resposta santista surgiu 7’ depois, quando Zé Sérgio, em jogada individual, empatou a partida. Aos 40’ Mirandinha tabelou com Mário Sérgio e marcou o segundo gol do Santos.

Na etapa final Mirandinha fez 3 a 1 para o Santos aos 5’. Depois de ampliar a vantagem o time brasileiro passou a atuar em contragolpes e teve algumas chances para fazer o quarto gol, mas quem marcou foi o Uruguai, através de Carrasco, cobrando falta aos 35’.

Zé Sérgio, depois de driblar vários marcadores, fez o último gol do jogo aos 44’. Imediatamente, o técnico Omar Borras da seleção uruguaia, invadiu o campo para protestar contra o árbitro, que não teria marcado um impedimento do ataque santista no lance do gol. Na sequência, jogadores das duas equipes envolveram-se numa briga que custou a expulsão de Montelongo. Aos 45’, depois da anulação de um gol do Santos, aconteceu nova briga entre os atletas.

Em Santos, o presidente Milton Teixeira informou que, logo após a decisão da Kirin Cup, os dirigentes da Federação Japonesa de Futebol convidaram o clube para participar do Torneio Toyota, em dezembro. O empresário Elias Zaccour quer firmar um contrato para que o time dispute partidas na Ásia em fevereiro do próximo ano.



Fonte: Jornal Folha de SP.