Portuguesa Santista 2 x 1 Santos

Data: 06/02/2006
Competição: Campeonato Paulista – 7ª rodada
Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Árbitro: Anselmo da Costa
Auxiliares: Marinaldo Silvério e Raphael dos Santos Alves
Cartões amarelos: Léo Mineiro, Jaílson, Marcelo Magalhães, Ronaldo (P); Rodrigo Tabata, Neto, Reinaldo, e Kléber (S).
Gols: Léo Mineiro (14-1); Julio César (16-2), Luiz Alberto (24-2).

PORTUGUESA SANTISTA
Ronaldo; Marco Aurélio, Marcelo Magalhães, Joel e Jaílson; Emerson, Julio César, Alex Silva e Rodrigo (Carlinhos); Léo Mineiro (Fabão) e Rodriguinho (Daniel)
Técnico: Sérgio Guedes

SANTOS
Fábio Costa; Fabinho, Julio Manzur, Luiz Alberto e Kléber; Maldonado, Léo Lima (Neto), Rodrigo Tabata e Cléber Santana; Jonas (Gilmar) e Galvão (Reinaldo)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos perde clássico da Baixada e se distancia da ponta do Paulista

Jogando no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, o Santos perdeu o clássico da Baixada para a Portuguesa Santista por 2 a 1, na tarde deste domingo, e ficou mais distante dos líderes do Campeonato Paulista-06.

As duas equipes da Baixada fizeram o clássico no ABC paulista porque um lance do estádio Ulrico Mursa, da Portuguesa Santista, está em obras.

Com a vitória, a Portuguesa Santista foi a 12 pontos na competição. O Santos permanece com 13 pontos, três a menos do que o líder Noroeste. Os dois últimos, no entanto, ainda jogam neste domingo.

O Santos entrou em campo com apenas uma alteração em relação ao seu último jogo. O volante Wendel deixou o time para a entrada do meia Léo Lima.

Logo aos 6min de jogo, o atacante Jonas sentiu o joelho esquerdo em uma jogada isolada e deu lugar a Gilmar.

A partida começou bastante movimentada, com as duas equipes se arriscando no ataque. A primeira boa oportunidade foi do Santos, aos 13min, quando Gilmar chutou forte bola no travessão.

A resposta da Santista foi fatal. Dois minutos depois, Léo Mineiro recebeu bola na esquerda, cortou para o meio e chutou forte no canto direito do goleiro Fábio Costa: 1 a 0.

O time da Vila Belmiro quase conseguiu o empate aos 20min, quando Rodrigo Tabata cabeceou bola na trave após cruzamento da direita. A Santista respondeu cinco minutos depois, após Jailson receber bola na esquerda, invadir a área, mas chutar para fora.

Com o fraco rendimento do Santos na primeira etapa, o técnico Vanderlei Luxemburgo fez duas alterações no início da segundo tempo: tirou o meia Léo Lima e o atacante Galvão para as entradas do lateral Neto e do atacante Reinaldo.

O Santos melhorou com as alterações e passou ter mais volume de jogo. Mas mesmo dominando as ações, o time de Luxemburgo não conseguia criar oportunidades claras de gol.

Mais eficiente, a Portuguesa Santista voltou a surpreender. Aos 17min, Rodrigo cobrou falta, o goleiro Fábio Costa rebateu e Júlio César apareceu para pegar o rebote: 2 a 0.

O Santos conseguiu marcar aos 25min. Após cruzamento da direita, Luiz Alberto cabeceou para descontar: 2 a 1. O time ainda teve boa chance de empatar aos 33min, quando Reinaldo fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e cruzou, mas ninguém apareceu para concluir.

Em nova boa oportunidade, aos 37min, o atacante Reinaldo driblou um marcador e chutou de fora da área, a bola desviou na zaga e bateu no travessão. O Santos pressionou até o final da partida, mas não conseguiu furar a retranca da Santista.