Goleiros:
Marolla
Ademir Maria
Silas


Laterais:
Toninho Oliveira
Gilberto Sorriso
Betão
Paulo Róbson


Zagueiros:
Márcio Rossini
Toninho Carlos
Davi
Fernando
Pagani
Pedro Paulo


Meio-campistas:
Dema
Paulo Isidoro
Pita
Lino
Luiz Gustavo
Nílson Dias
Dido
Jorge Luís


Atacantes:
Serginho Chulapa
João Paulo
Serginho Dourado
Paulinho Batistote
Gérson
Careca
Gersinho
Camargo
Paulo Borges
Claudinho


Técnico:
Chico Formiga



Santos Futebol Clube

– Presidente: Ernesto Vieira da Silva (1982-1983)
– Patrocínio: nenhum
– Fornecedor: Topper

Elenco:

G – Fiordemundo Marolla Júnior (Marolla)
G – Ademir Antônio Maria
G – Silas Carrere

LD – Antônio de Oliveira Filho (Toninho Oliveira)
LE – Gilberto Ferreira da Silva
LD – Roberto Tailor dos Santos Morais (Betão)
LE – Paulo Róbson Góis da Silva

ZC – Márcio Antônio Rossini
QZ – Antônio Carlos Correia (Toninho Carlos)
QZ – Gílson Pagani
ZC – Davi Cortes da Silva
QZ – Fernando César de Matos
Z – Pedro Paulo Veríssimo

MV – Valdemar Barbosa (Dema)
PL – Paulo Isidoro de Jesus
MC – Edvaldo Oliveira Chaves (Pita)
MC – Joselino Martins de Jesus (Lino)
MV – Luiz Gustavo de Marco
PL, A – Nílson Severino Dias
MV – Édson Silva (Dido)
MC – Jorge de Araújo Pinto (Jorge Luís)

CA – Sergio Bernardino (Serginho Chulapa)
PE – João Paulo de Lima Filho
PD – Sérgio Secundino dos Santos (Serginho Dourado ou Serginho Secundino)
PD – Paulo Batistote (Paulinho Batistote)
CA – Gérson da Silva
PE – Raimundo do Carmo de Oliveira Barbosa (Careca)
PD – Gérson Luís de Santana (Gersinho)
PD – Eneias de Camargo
A, PL – Cláudio José Agnello (Claudinho)
PD – Paulo Borges

Outros:
– Marquinhos
– Milton

T – Francisco Ferreira Aguiar (Chico Formiga)

Comissão técnica: Celso Diniz (Preparador físico), Carlos Braga (Médico), Beraldo (Massagista)



Quem chegou: Betão (LD, Sport), Careca (PE, Paysandu), Fernando (QZ, Portuguesa Santista), Paulo Róbson (LE, Paysandu), Gersinho (PD, Figueirense)

Quem saiu: Camargo (PD, Sport), Toninho Paraná (LD, Sport), Joãozinho (ZC, Sport Recife), Cardim (MC, Inter de Limeira), Gilmar (Inter de Limeira), Toninho Vieira (MV, Pinheiros-PR), Márcio Fernandes (PE, Santo André), Ademir Maria (G, São Bento)

Time-base: Marolla; Toninho Oliveira (Betão), Márcio Rossini, Toninho Carlos e Gilberto Sorriso (Paulo Róbson); Dema, Paulo Isidoro e Pita; Lino, Serginho Chulapa e João Paulo.



Histórico:

Para o início da disputa do Paulistão 1983, o Santos investiu Cr$ 125 milhões em reforços. Contratou o zagueiros Fernando e Pagani, além do ponta esquerda Careca. Já o lateral esquerdo Paulo Róbson chegou por empréstimo do Paysandu.

A boa notícia foi a contratação do promissor lateral direito Betão, do Sport e da seleção brasileira (Cr$ 35 milhões mais os passes de Camargo, Toninho Paranaense e Joãozinho, este último por empréstimo).

Mais tarde, o ponta Camargo acabou retornando ao Santos por empréstimo pois sua esposa não se adaptou à Recife.

Contando com três bons goleiros no elenco, Ademir Maria acabou sendo emprestado ao São Bento.

Em dificuldades financeiras, o clube acabou acertando uma excursão para amistosos na Espanha e África. O vice presidente Milton Teixeira explicava que para diminuir o déficit e fechar o ano o clube teria que vender um grande craque no final da temporada. Comentava-se a saída de Paulo Isidoro, João Paulo ou até Márcio Rossini. Mas foi João Paulo quem acabou indo para o Flamengo ao final da temporada de 1983 para a disputa da Libertadores no ano seguinte.