Santos 1 x 0 Bahia

Data: 09/10/2014, quinta-feira, 19h30.
Competição: Campeonato Brasileiro – 27ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 6.184 pagantes
Renda: R$ 141.420,00
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS).
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Lucio Beiersdorf Flor (ambos do RS).
Cartões amarelos: David Braz (S); Kieza (B).
Gol: Leandro Damião (10-1).

SANTOS
Vladimir; Cicinho, David Braz, Edu Dracena e Caju; Souza, Arouca e Lucas Lima; Patito (Gabriel), Gauvânio (Rildo) e Leandro Damião (Leandrinho).
Técnico: Enderson Moreira

BAHIA
Marcelo Lomba; Railan, Lucas Fonseca, Demerson e Pará; Fahel (Diego Macedo), Rafael Miranda, Léo Gago (Marcos Aurélio) e Emanuel Biancucchi; Kieza e William Barbio (Maxi Biancucchi).
Técnico: Gilson Kleina



Damião joga bem, Santos vence Bahia e sonha com a Libertadores

Para Leandro Damião, uma resposta de como pode ser útil para o Santos. Para o próprio Santos, uma esperança cada vez mais forte de entrar de vez na briga pela Libertadores da América.

Com um início de jogo envolvente, a equipe comandada por Enderson Moreira derrotou o Bahia nesta quinta-feira na Vila Belmiro por 1 a 0, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol foi marcado pelo já citado centroavante santista, ainda na primeira etapa.

Com o triunfo, o terceiro consecutivo e o quarto nos últimos cinco duelos, o clube paulista chega aos 42 pontos, na sétima colocação e se aproxima mais do G-4: agora, apenas quatro pontos separam o time do Grêmio, quarto na competição. Já o Bahia, que vinha em um bom momento, é o 15º, com 30 pontos.

O jogo

Bastaram 35 segundos para o Santos mostrar a força que caracterizou seu começo de partida, quando Geuvânio chutou com perigo no gol de Marcelo Lomba. E foram necessários dez minutos para o placar ser aberto.

Patito Rodríguez, estreando como titular neste Brasileiro, cruzou da esquerda. Damião se antecipou à zaga e desviou de cabeça. A bola ainda tocou em Demerson antes de entrar: 1 a 0 para o Santos.

O gol coroou logo cedo na partida uma de suas melhores atuações pelo time da Vila Belmiro. Participativo, com bom posicionamento e até mesmo um quase-gol de bicicleta, Damião deu um trabalho gigantesco para os defensores do adversário, principalmente na primeira etapa.

De certa forma, uma resposta positiva às pesadas críticas do ex-presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, que o chamou de ‘pangaré’ pelo alto valor investido em sua contratação e o retorno avaliado como pequeno dentro dos gramados.

O começo intenso do Santos, porém, arrefeceu depois. O Bahia, mesmo nervoso em campo, chegou a ter mesmo a ter uma boa oportunidade para empatar. Aos 29 minutos, Rafael Miranda, livre na pequena área, chutou para fora a chance de igualar o marcador.

No segundo tempo, o Santos voltou novamente com mais ímpeto ofensivo. O time criou boas oportunidades, mas Patito, Geuvânio e Gabriel – este, na frente de Marcelo Lomba – não conseguiram aumentar a vantagem. O Bahia chegou a ameaçar em bolas paradas, mas o clube mandante conseguiu se segurar e vencer.

Bastidores – Santos TV: