Vasco 0 x 3 Santos

Data: 01/09/2018, sábado, 19h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 22ª rodada
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, RJ.
Público: 33.646 presentes
Renda: R$ 871.670,00
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Kléber Lúcio Gil e Henrique Neu Ribeiro (ambos de SC).
Cartões amarelos: Maxi Lopez (V) e Dodô (S).
Gols: Gabriel (04-1); Gabriel (21-2) e Gabriel (36-2).

VASCO
Martín Silva; Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Andrey (Andrés Rios), Yago Pikachu, Raul e Wágner; Kelvin (Thiago Galhardo) e Maxi López.
Técnico: Alberto Valentim

SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez (Jean Mota); Eduardo Sasha (Derlis González), Rodrygo (Copete) e Gabriel.
Técnico: Cuca



Com três de Gabriel, Santos bate Vasco e foge do grupo da degola

Com Gabriel inspirado, o Santos alcançou sua terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro na noite deste sábado. No Estádio do Maracanã, o time comandado pelo técnico Cuca contou com gols do atacante para ganhar do Vasco por 3 a 0 e se distanciar da zona de rebaixamento.

Com 27 pontos ganhos, o Santos dorme na nona colocação do torneio nacional. Já o Vasco fica com os mesmos 24 pontos, no 16º posto. A Chapecoense, primeiro integrante da zona de rebaixamento, tem 21 pontos e ainda recebe o Palmeiras neste domingo.

O jogo

O Santos saiu na frente logo aos 4 minutos do primeiro tempo. Em uma boa trama pelo lado esquerdo do campo de ataque, Dodô recebeu de Rodrygo e cruzou rasteiro. Da entrada da área, sem ser incomodado pela marcação, Gabriel completou para o gol com precisão.

Após sofrer o logo no início, o Vasco conseguiu equilibrar as ações e chegou a ditar o ritmo da partida durante algum tempo, mas não conseguiu criar chances de gol. Na tentativa de confundir a marcação santista, o técnico Alberto Valentim trocou Pikachu e Kelvin de lado, sem sucesso.

Após um primeiro tempo de poucas emoções e raras chances de gol no Estádio do Maracanã, sem muito trabalho para o goleiro Vanderlei, a torcida local vaiou o Vasco. Nos instantes finais da etapa inicial, Gabriel e Bruno Silva se estranharam no gramado.

O Santos voltou aceso para o segundo tempo e quase ampliou logo aos 5 minutos da etapa complementar. Em um contra-ataque, Sanchez tocou para Gabriel e recebeu de volta. O uruguaio cabeceou e viu a bola caprichosamente tocar do lado de dentro da trave de Martin Silva.

O time visitante aumentou sua vantagem no marcador aos 21 minutos do primeiro tempo, desta vez em uma descida pelo lado direito. Sanchez recebeu de Victor Ferraz na linha de fundo e cruzou na medida para Gabriel, novamente sozinho, completar com categoria.

Aos 36 minutos, o paraguaio Derlis Gonzalez desceu pela direita e cruzou rasteiro para Gabriel igualar Pedro, do Fluminense, como artilheiro do Brasileiro com 10 gols . No recomeço do jogo, o atacante aproveitou uma falha de Luiz Gustavo e quase aumentou. Com mais de 33 mil torcedores no Maracanã, o Vasco acabou novamente vaiado.

Bastidores – Santos TV:

Cuca vê “grande partida” do Santos e já visualiza Libertadores

A vitória sobre o Vasco, alcançada na noite deste sábado, deixou o técnico Cuca satisfeito no Estádio do Maracanã. Com o terceiro triunfo consecutivo pelo Campeonato Brasileiro, o comandante santista começa a vislumbrar a possibilidade de brigar por uma vaga na Copa Libertadores.

“O time está de parabéns pelo jogo e pela maneira que venceu, sem correr muitos riscos e aproveitando as oportunidades”, afirmou. “Foi uma grande partida. Especialmente no segundo tempo, um jogo perfeito. Fomos precisos, a dupla de zaga fez um trabalho precioso”, acrescentou.

Com 27 pontos ganhos em 21 partidas, o Santos dorme na nona colocação do Campeonato Brasileiro. Atualmente, com 35 pontos, o Atlético-MG figura no sexto lugar, o último entre os classificados para a seletiva da próxima edição da Copa Libertadores.

“Hoje, você já consegue visualizar a Libertadores. Estamos a três pontos de Cruzeiro e Corinthians. Com um jogo a menos, podemos alcançar. Vamos evoluir ainda, mas temos que estar atentos também à zona de rebaixamento, porque, se você relaxar, daqui a pouco estão querendo pegar seu calcanhar”, ponderou Cuca.

Pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 19 horas (de Brasília) desta quinta-feira, o Santos volta a campo para enfrentar o Grêmio, no Estádio do Pacaembu. Diante do adversário gaúcho, um dos envolvidos na briga pelo G4, o time dirigido por Cuca buscará a quarta vitória seguida no torneio nacional.

“A equipe está encorpando, melhorando jogo a jogo. Pegando mais confiança e padrão. As coisas tendem a melhorar até o final do ano. Tomara que a gente consiga nosso objetivo, que é uma vaga na Libertadores para, no ano que, vem fazer um torneio melhor do que nesse ano”, reiterou o treinador.

Após 10 jogos em um mês, Cuca valoriza tempo para trabalhar

O primeiro mês do técnico Cuca no comando do Santos foi intenso. Após uma sequência de 10 partidas em apenas 30 dias, o treinador lamenta as quedas na Copa do Brasil e na Copa Libertadores, mas valoriza a possibilidade de enfim ganhar tempo para trabalhar sua equipe.

“Fecho meu primeiro mês no comando do Santos com 10 jogos. É muita coisa. Ainda não trabalhei. Meu trabalho vai começar depois do jogo contra o Paraná. Terei uma semana para começar a trabalhar melhor a parte tática, as jogadas, a defesa, a criação ofensiva. Sinto que temos coisas a evoluir”, enumerou.

Sob o comando de Cuca, o time antes treinado por Jair Ventura melhorou significativamente, apesar das duas eliminações. Com três vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, o Santos se distanciou da zona de rebaixamento e passou a sonhar com a Copa Libertadores.

“Nos últimos seis jogos, tomamos um gol e não perdemos. Então, as coisas vêm encaixando bem e estamos pegando corpo. Lamentamos estar fora da Copa do Brasil e da Libertadores, porque, quando você pega corpo, acaba virando candidato ao título”, ponderou Cuca.

“Agora, temos 17 partidas do Brasileiro para trabalhar bem e evoluir. O jogador vai estar mais descansado, não temos um elenco grande. Então, se Deus quiser, poderemos terminar o Brasileiro de uma forma honrosa, de acordo com o que o Santos merece”, projetou.

Artilheiro, Gabriel guarda bola e celebra primeiros gols no Maracanã

Embalado por três gols de Gabriel, o Santos bateu o Vasco na tarde deste sábado e ganhou fôlego na luta para se distanciar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com a bola do jogo nas mãos, o atacante celebrou seus primeiros tentos no Maracanã.

Logo no começo da partida, Dodô recebeu na esquerda e cruzou para Gabriel finalizar da entrada da área. No segundo tempo, após receber passe de Sanchez da direita, ele aumentou. O terceiro veio com uma assistência de Derlis Gonzalez, em mais uma jogada pela direita.

“Com certeza, é uma noite especial. Na quinta-feira, fiz 22 anos e confesso que meu pedido era a vitória com gols, porque nunca tinha marcado no Maracanã”, contou Gabriel ao Sportv, segurando a bola do jogo. “Com três gols, levo sempre para a casa”, sorriu.

Após balançar as redes do mítico estádio de forma inédita, Gabriel chegou aos 10 gols e igualou Pedro, do Fluminense, na artilharia do Campeonato Brasileiro. Com a atuação de gala, o atacante honrou a tatuagem do Maracanã que traz na perna, em alusão aos Jogos do Rio de Janeiro 2016.

“Já tinha sido campeão olímpico aqui e o Maracanã é algo especial para mim. Tenho tatuado na minha perna. Então, conseguir essa vitória com três gols é muito importante. Só tenho que agradecer a Deus, aos meus companheiros e minha família”, celebrou.

Santos evolui com Cuca e já soma cinco partidas sem sofrer gols

Contratado para suceder Jair Ventura, Cuca tem apenas um mês de trabalho no comando do Santos, mas já conseguiu melhorar o time de maneira significativa. Uma das marcas da equipe atual, que não sofre gols há cinco partidas consecutivas, é a solidez defensiva.

Pelas quartas de final da Copa do Brasil, na vitória do Santos por 2 a 1, o cruzeirense Thiago Neves foi o último a vazar o goleiro Vanderlei. Desde então, o time dirigido por Cuca passou com a zaga intacta por Sport (3 x 0), Independiente (0 x 0), Bahia (2 x 0), Independiente (0 x 0) e Vasco (3 x 0).

Diante do Vasco, protegido por Robson Bambu e Gustavo Henrique, o goleiro Vanderlei praticamente não foi exigido no Estádio do Maracanã. O jovem de apenas 20 anos de idade, inclusive, ganhou elogios do técnico Cuca por sua atuação diante do rival cruzmaltino.

Embalado por uma série de três vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, o Santos chegou aos 27 pontos ganhos em 21 partidas e assumiu a 10º colocação. Com um jogo a mais, o Atlético-MG tem 35 pontos e fecha o grupo de classificados à seletiva da Copa Libertadores.

Antes de pegar o São Paulo pela 25ª rodada do torneio nacional, Cuca enfim terá uma semana cheia para trabalhar sua equipe. O experiente treinador sabe como aproveitar os dias livres e projeta uma evolução ainda maior, a ponto de participar da briga por uma vaga na Libertadores.

Confira a série de jogos do Santos sem sofrer gols:

Vasco 0 x 3 Santos (Campeonato Brasileiro) – Maracanã
Santos 0 x 0 Independiente Copa Libertadores) – Pacaembu
Santos 2 x 0 Bahia (Campeonato Brasileiro) – Vila Belmiro
Independiente 0 x 0 Santos (Campeonato Brasileiro)* – Libertadores de América
Santos 3 x 0 Sport (Campeonato Brasileiro) – Vila Belmiro

Punido pela Conmebol, o Santos oficialmente perdeu o jogo por 3 a 0.