Internacional 2 x 2 Santos

Data: 22/10/2018, segunda-feira, 20h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 30ª rodada
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, RS.
Público: 43.159 pagantes
Renda: R$ 1.082.715,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer (MG).
Cartões amarelos: Nico López (I); Gustavo Henrique e Bruno Henrique (S).
Gols: Leandro Damião (43-1); Gabriel (05-2), Patrick (25-2) e Fabiano (33-2, contra).

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Fabiano (Jonatan Álvez), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago (Wellington Silva); Rodrigo Dourado, Nico López, Edenílson, D’Alessandro e Patrick; Leandro Damião (Rossi).
Técnico: Odair Hellmann

SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Bryan Ruiz), Diego Pituca e Carlos Sánchez; Rodrygo (Derlis González), Bruno Henrique (Renato) e Gabriel.
Técnico: Cuca



Damião e Gabigol marcam, e Internacional empata com o Santos

Internacional e Santos empataram em 2 a 2 na noite desta segunda-feira, no Beira-Rio, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Colorado foram de Leandro Damião e Patrick. O Peixe marcou com Gabigol e Fabiano (contra).

A partida foi movimentada e teve o Alvinegro buscando o empate duas vezes. Leandro Damião, ex-santista, e Gabriel Barbosa, artilheiro do Campeonato Brasileiro, foram destaques e participaram das principais oportunidades do duelo.

Com o empate, o Internacional cai para a terceira colocação, com 57 pontos, cinco a menos que o líder Palmeiras. O Santos segue na sétima posição, agora três atrás do Atlético-MG, o primeiro na zona de classificação para a Libertadores da América.

O jogo

O Santos não se intimidou com o Beira-Rio lotado e começou melhor o jogo contra o Internacional. Com marcação adiantada, o Peixe freou a pressão dos donos da casa nos primeiros minutos e se armaram à procura do contra-ataque.

A primeira chance – e a melhor dos primeiros 45 minutos -, foi aos 24, quando Carlos Sánchez armou o contra-ataque e inverteu para Gabigol. O artilheiro do Campeonato Brasileiro bateu de fora da área, com categoria, e o goleiro Marcelo Lomba tocou com a ponta do dedo antes da bola parar no travessão.

Depois da pressão santista, o Inter equilibrou a partida e começou a criar chances. A primeira veio com Edenilson, após cruzamento de Cuesta aos 40 minutos. O goleiro Vanderlei salvou. E três minutos depois, saiu o gol. Edenilson, destaque do Colorado, tabelou com Patrick e encobriu o camisa 1. Luiz Felipe salvou e no rebote Leandro Damião, de cabeça, fez valer a Lei do Ex.

E ainda deu tempo para Rodrigo Moledo, na pequena área, furar a tentativa de letra, sem goleiro. O Santos começou bem, mas pôde comemorar a desvantagem de apenas um gol para o intervalo.

O Santos retomou as rédeas da partida para a etapa final e logo conseguiu o empate, em golaço de Gabigol. O camisa 10 acertou um chute improvável, colocado, do bico da área e marcou pela 15ª vez no Campeonato Brasileiro. É o artilheiro.

O Internacional reagiu rápido ao empate sofrido e quase empatou aos 8 minutos, novamente com Leandro Damião. O cabeceio parou em nova boa defesa de Vanderlei. Segundos depois, se iniciou uma polêmica com a arbitragem.

Com cinco minutos de paralisação e resenha com auxiliares, o árbitro assinalou impedimento de Leandro Damião. O centroavante teria feito um lindo gol por cobertura. O juiz entendeu que o toque veio de Cuesta e não de Sánchez em dividida.

O lance polêmico não esfriou o Inter e o gol não demorou a vir. Aos 25 minutos, Carlos Sánchez cobrou escanteio baixo e originou um contra-ataque mortal. De Edenilson, para Nico López e a assistência para o gol de Patrick.

E quando o jogo caminhava para vitória do Internacional, o Santos voltou a reagir. Aos 33 minutos, Bruno Henrique rolou para Gabigol chutar bem com a perna direita. O goleiro Lomba espalmou, Fabiano foi traído pelo efeito no rebote e o camisa 10 aproveitou o bate-rebate. Ele saiu comemorando, mas o gol foi marcado contra do lateral colorado.

Os minutos finais foram de muita movimentação e chance para os dois lados. Na melhor delas, o zagueiro Rodrigo Moledo cabeceou para outra grande defesa de Vanderlei, aos 44 minutos. No fim das contas, empate de bom futebol em Porto Alegre.

Bastidores – Santos TV:

Gabigol valoriza ponto do Santos contra o Inter: “De bom tamanho”

Gabigol valorizou o empate em 2 a 2 do Santos com o Internacional na noite desta segunda-feira, pelo Beira Rio, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O artilheiro do Campeonato Brasileiro destacou a aproximação ao Atlético-MG, sexto e primeiro na zona de classificação para a Libertadores da América em 2019. A diferença agora é de três pontos.

“Ficamos mais perto do Atlético-MG, temos confronto direto ainda. Jogo complicado, empate de bom tamanho, mas poderíamos ter vencido. Foi um grande espetáculo, um grande jogo”, disse Gabriel, ao Premiere.

Cuca cria alternativas no Santos para tentar “desarrumar” adversários

O técnico Cuca tem tentado criar alternativas no Santos para “desarrumar” os adversários. No empate em 2 a 2 com o Internacional nesta segunda-feira, vários jogadores não tiveram posição fixa.

Do meio para frente, Sánchez, Rodrygo, Bruno Henrique e Gabigol se alternaram entre o centro e as pontas. O gol do camisa 10, por exemplo, sai de uma jogada pela direita após roubada de Carlos Sánchez pelo meio.

No segundo tempo, Cuca colocou Bryan Ruiz na vaga de Alison e Derlis González no lugar de Rodrygo. As substituições deram certo e o empate foi alcançado. Por fim, Renato substituiu Bruno Henrique para fechar o meio-campo.

“É legal o trabalho dos treinadores, gosto muito da parte tática, fizemos diversas mudanças, inverti Rodrygo, Bruno Henrique e Sánchez da direita para a meia. Gabigol também. Inter soube nos marcar e aí ganhamos cinco minutos de um pouco de desarrumação do adversário. E aí neutralizam de volta. Colocamos Bryan como armador, velocidade do Derlis e ela apareceu diversas vezes, mas escolhemos jogada errada, poderíamos ter feito o terceiro. Depois fechamos com o Renato. Foi jogo bem trabalhado, bem jogado, gostoso”, disse Cuca, em entrevista coletiva.

O Santos agora tem nova semana livre para treinamentos – e variações táticas -, antes de enfrentar o Fluminense, sábado, na Vila Belmiro, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Luiz Felipe e Gustavo Henrique, suspensos, devem ser substituídos por Lucas Veríssimo e Robson Bambu.