Internacional 4 x 2 Santos

Data: 07/09/1995, quinta-feira.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1ª fase – 5ª rodada
Local: Estádio Beira Rio, em Porto Alegre, RS.
Público: 43.214
Renda: R$ 287.827,00
Árbitro: José Carlos Marcondes (PR)
Cartões amarelos: Branco, Caíco, Elson e Márcio Bittencourt (I); Gallo, Carlinhos e Robert (S).
Gols: Leandro Machado (10-1), Giovanni (22-1), Caíco (30-1), Leandro Machado (43-1); Leandro Machado (14-2) e Giovanni (28-2, de pênalti).

INTERNACIONAL
Goycochea; Ronaldo, Argel, Jonílson e Branco; Márcio Bittencourt, Elson, Caíco (Ânderson Luís) e Válber; Leandro Machado e Mazinho Loyola.
Técnico: Abel Braga

SANTOS
Edinho; Marquinhos Capixaba, Jean, Gallo e Marcos Paulo; Pintado, Carlinhos (Whelliton), Giovanni e Robert (Camanducaia); Jamelli e Macedo.
Técnico: Cabralzinho



Leandro marca três e Inter goleia o Santos

O Santos foi derrotado ontem, por 4 a 2, pelo Internacional, em Porto Alegre, ficando com chances remotas de classificação no primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

O centroavante Leandro marcou três dos quatro gols do time gaúcho. O Inter, com dez pontos em quatro jogos, manteve as chances de ser campeão do primeiro turno.

A equipe santista começou o jogo procurando evitar que o Inter tomasse iniciativa de atacar. Mas o time gaúcho explorou a velocidade de seu ataque, com Válber, Caíco e Leandro, para dominar a partida.

Aos 10min do primeiro tempo, a zaga santista falhou na saída de jogo. O Inter retomou a bola com Válber que cruzou para Leandro, livre de marcação, fazer 1 a 0.

O atacante santista Macedo jogava fixo na ponta-direita para evitar as subidas de Branco pela lateral-esquerda. Os gaúchos, no entanto, faziam suas principais jogadas pela direita.

No primeiro ataque do Santos, o lateral Marquinho Capixaba fez boa jogada pela direita e passou para Giovanni deslocar Goycochea e empatar a partida.

Com o gol, o Santos equilibrou o jogo, mas em novo ataque pela direita, aos 30min, o estreante Ronaldo, ex-lateral-direito do Santos, cruzou para Caíco, que chutou forte e fez 2 a 1.

Aos 43min, Mazinho Loiola avançou pela direita e cruzou para Leandro cabecear, marcando o terceiro gol do Inter.

O Santos, com o atacante Wellington no lugar do meia Carlinhos, partiu para o ataque.

Num contra-ataque, Mazinho Loiola cruzou para Leandro fazer o quarto gol gaúcho.

A equipe santista continuou pressionando e chegou ao seu segundo gol aos 28min, por meio de Giovanni, cobrando pênalti cometido pelo zagueiro Argel sobre o atacante Robert.