O Santos fará até segunda-feira, na Vila Belmiro, a apresentação oficial de Emerson Leão como novo técnico do time. Amanhã, o treinador deve estar em Santos para negociar os últimos detalhes.

Os dirigentes santistas confirmam a contratação em conversas reservadas, mas negam publicamente. O técnico, no entanto, confirmou a transferência pouco antes da decisão da Copa Conmebol, dirigindo o Atlético-MG no empate com o Lanús (Argentina) em l a l.

A comissão técnica a ser montada por Leão deverá incluir o preparador físico Walmir Cruz, que trabalha com o treinador no Atlético-MG, e o preparador de goleiros Pedro Santilli, atualmente no Atlético-PR.

Entre os jogadores que o técnico poderá indicar para o Santos, estão o meia Jorginho e o atacante Valdir. Ambos disputaram o Campeonato Brasileiro no Atlético-MG, sob o comando de Leão.

Entre os dois, a contratação de Jorginho é a que envolve menor dificuldade, já que o atleta é dono do próprio passe. O passe de Valdir pertence ao São Paulo.

Entre os jogadores, o goleiro Zetti acertou anteontem à noite a permanência no Santos. Ele renovou contrato por mais um ano.

A situação de Muller está indefinida. Ele pretende continuar trabalhando com Luxemburgo. Muller tem passe preso ao Santos e contrato assinado até o final de 1999. A diretoria do Santos não pretende liberá-lo, mas, caso o jogador insista em sair, o preço do passe estaria estipulado em US$ 5 milhões.

Gerente de futebol pode abandonar time

A continuidade do trabalho de investimento em infra-estrutura no departamento de futebol, após a saída de Wanderley Luxemburgo, fica agora vinculada à permanência do gerente Marco Aurélio Cunha.

Cunha, que já trabalhou com Leão no Verdy Kawasaki, disse ontem que ainda não definiu sua situação no clube, mas afirmou que só ficará se sentir disposição da diretoria em manter o trabalho.

“Meu cargo está à disposição. Agora, a diretoria tem de analisar se quer que eu fique.”

A permanência de Cunha também poderá decidir o futuro do fisiologista Fábio Mahseredjian e do fisioterapeuta Luiz Alberto Rozan.

Ambos foram levados para o Santos por Luxemburgo e agora foram indicados pelo treinador para integrar a nova comissão técnica do Corinthians.