Santos 2 x 0 Internacional

Data: 27/03/1997, quinta-feira, 21h30.
Competição: Copa do Brasil – Oitavas-de-final – Jogo de ida
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 15.000 pagantes
Renda: R$ 156.970,00
Árbitro: Antônio Pereira da Silva (GO).
Cartões amarelos: Gustavo, Fernando, Marcão e Enciso (I); Cássio (S)
Gols: Macedo (14-2) e Robert (20-2).

SANTOS
Zetti; Ânderson Lima, Sandro, Ronaldão e Cássio; Narciso, Baiano, Caíco (Alexandre) e Robert; Macedo (João Fumaça) e Alessandro.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Internacional-RS
André; Gustavo, Marcão, Gamarra e Paulo Roberto; Fernando, Enciso, Marcelo (Fabiano) e Sandoval; Luiz Gustavo (Alberto) e Christian (Murilo).
Técnico: Celso Roth



Santos ganha na reabertura da Vila

O Santos não decepcionou a torcida na reabertura do estádio da Vila Belmiro. Bateu o Internacional, ontem, por 2 a 0, pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil.

Agora, o time paulista pode perder até por 1 a 0 na semana que vem, em Porto Alegre, que estará classificado para a próxima fase.

Na primeira etapa, o Santos dominou, concentrando as jogadas pelo lado esquerdo, mas não conseguiu marcar. O Internacional, que jogava fechado na defesa, explorava bem os contra-ataques.

No segundo tempo, o Santos explorou mais o meio, com Robert criando as jogadas. Narciso chegou a marcar após cobrança de falta, mas o bandeirinha anulou.

Menos de dois minutos depois, Macedo aproveitou uma bola na pequena área e marcou.

O segundo gol saiu com Robert. Ele dominou a bola na intermediária e chutou de fora da área.



Santos volta hoje à Vila contra Inter ( Em 27/03/1997 )

O Santos enfrenta o Internacional-RS pela Copa do Brasil na reabertura do estádio da Vila Belmiro, em reforma há nove meses. O último jogo foi em junho de 96, entre Santos e Real Madrid (Espanha). A partida marcava a despedida de Giovanni. Zetti, Ânderson, Ronaldão, Cássio, Marcos Assunção, Caíco e Alessandro jogam pela primeira vez na Vila pelo Santos.

O técnico Wanderley Luxemburgo deve escalar a mesma equipe que empatou com o Rio Branco no domingo em 1 a 1, pelo Paulista. A única dúvida é o meia Vágner, que tem dores musculares na coxa direita. Caso não possa jogar, será substituído por Baiano.

O meia Caíco deve permanecer como titular, no lugar de Alexandre. Nesse caso, vai enfrentar pela primeira vez seu ex-time.

O retorno

O contentamento por voltar a jogar na Vila é evidenciado pelo meia-atacante Robert. “O gramado está em excelente, e o apoio da torcida vai ser muito importante.”

“Finalmente poderemos jogar no nosso estádio. Isso vai ajudar muito o Santos”, disse Caíco.

O treinador Wanderley Luxemburgo também comemora a volta. “O gramado está fofo por causa do trabalho. Mas, com a sequência de jogos, ficará excelente”, diz.

O ministro extraordinário dos Esportes, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, foi convidado pela diretoria do Santos para dar o pontapé inicial do jogo de hoje, mas sua presença não foi confirmada.

O Inter não contará com o meia-ofensivo Arílson, seu principal jogador, que está machucado. O técnico Celso Roth deve escalar Marcelo para substituí-lo.