São Bento 0 x 4 Santos

Data: 24/01/2019, quinta-feira, 19h15.
Competição: Campeonato Paulista – 2ª rodada
Local: Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, SP.
Público: 8.619 pagantes
Renda: R$ 317.260,00
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Auxiliares: Vitor Carmona Metestaine e Marco Antonio de Andrade Motta Junior.
Cartões amarelos: Diego Pituca (S).
Gols: Jean Mota (17 seg-1) e Derlis González (18-1); Soteldo (24-2) e Copete (32-2).

SÃO BENTO
Renan, Edson Ratinho, Ewerton Páscoa, Diego Ivo e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, João Paulo e Paulinho (Joãozinho); Alex Maranhão (Tiago Luis), Mazola (Eder Luis) e Alecsandro.
Técnico: Marquinhos Santos

SANTOS
Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Orinho; Alison, Diego Pituca e Jean Mota (Copete) e Carlos Sánchez; Derlis González (Kaio Jorge) e Felippe Cardoso (Soteldo).
Técnico: Jorge Sampaoli



Santos massacra o São Bento e vence por 4 a 0 em Sorocaba

O Santos dominou o São Bento por completo e venceu por 4 a 0 na noite desta quinta-feira, em Sorocaba. Os gols foram marcados por Jean Mota, Derlis González, Soteldo e Copete.

O Peixe abriu o placar logo aos 15 segundos, com Jean, e terminou a partida da mesma forma: com linhas altas e pressão sobre o adversário a todo tempo. O Alvinegro não parou de atacar.

Com duas vitórias em dois jogos, o Santos volta a campo para o clássico contra o São Paulo, domingo no Pacaembu.

O jogo:

Nem o torcedor mais otimista do Santos esperaria um início tão bom. Logo aos 15 segundos, Jean Mota aproveitou cruzamento de Victor Ferraz, girou e bateu bonito para abrir o placar.

O gol não fez o Peixe recuar e o domínio continuou. O Alvinegro empilhou chances, principalmente com Jean e Derlis González. E o segundo não demorou a sair.

Jean Mota armou o contra-ataque em ótimo lançamento para Derlis. O paraguaio entortou Diego Ivo e chutou por baixo das pernas do goleiro Renan para ampliar, aos 18′.

E nem o 2 a 0 freou o Santos. Os visitantes seguiram com as linhas altas, posse de bola e marcação pressão no adversário. O São Bento só assustou no jogo aéreo e chegou a acertar o travessão com Ewerton Pascoa. Enquanto isso, o Peixe assustou em finalizações de longe de Diego Pituca, Carlos Sánchez e Jean Mota.

O cenário para o segundo tempo não se alterou. O São Bento se lançou ao ataque e ficou mais com a bola, mas o Santos seguiu no controle.

O placar encaminhado fez Sampaoli testar uma formação sem centroavante, com Soteldo na vaga de Felippe Cardoso logo no início da segunda etapa. E deu certo.

Depois de um tempo de “ensaio”, Soteldo tabelou com Derlis e encobriu Renan em belo cartão de visita na estreia. 3 a 0 aos 24 minutos.

3 a 0, dá para administrar e diminuir o ritmo? Para Sampaoli, não. Enérgico, o argentino seguiu cobrando ofensividade do Santos. E o quarto gol aos 32, quando Copete aproveitou cruzamento de Orinho para marcar.

Aos 34, um susto: Vanderlei quis driblar Tiago Luis, se enrolou e depois defendeu a finalização do ex-santista. A torcida apoiou o goleiro. Daí em diante, o Santos não criou mais oportunidades claras e terminou “só” no 4 a 0. Domínio completo.

Bastidores – Santos TV:

Jean Mota vibra por fase artilheira e brinca com gringos do Santos

Jean Mota é o grande nome deste início de trabalho de Jorge Sampaoli no Santos: bancado pelo técnico, o meia foi destaque em todos os compromissos de 2019: empate no amistoso contra o Corinthians e vitórias sobre Ferroviária e São Bento no Campeonato Paulista.

Com dois gols, uma assistência e o cruzamento para Pedro Henrique marcar contra no clássico, Jean vibra pela boa fase e brinca com a presença dos gringos no elenco.

“Dois gols e uma assistência em dois jogos. Fico feliz por ajudar a equipe. Como sempre digo, o que importa é a vitória, mas feliz pelos gols”, disse Jean Mota, ao Premiere.

“Daqui a pouco temos que aprender (o espanhol) pois só tem gringos, mano (risos). Estão fortalecendo bastante e estamos trabalhando para um elenco forte”, completou.

Sampaoli elogia goleada e já mira protagonismo no San-São

Como não poderia ser diferente, Jorge Sampaoli gostou da goleada do Santos por 4 a 0 sobre o São Bento na noite desta quinta-feira, em Sorocaba.

O técnico argentino analisa a atuação e já mira o clássico contra o São Paulo, domingo, no Pacaembu, pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

“Vamos melhorando. Santos não tem a minha cara, mas a cara do objetivo do elenco. Santos fez quatro num campo complicado, contra rival de jogadores muito bons. É um passo à frente, temos que seguir melhorando. O gol do Jean Mota (aos 15 segundos) foi importante, num ataque bem elaborado. Tivemos muitas situações de gol e poderíamos ter feito mais. O gol cedo nos deu segurança, mas continuamos buscando. Alcançamos vitória muito clara contra rival e campo complicados”, disse Sampaoli, em entrevista coletiva.

“Estamos convencidos a protagonizar sempre, agora é o São Paulo, mas vamos tentarnos impor como contra o Corinthians. Equipe muito boa, com reforços importantes e precisaremos estar muito bem”, completou.

Sampaoli elogia Derlis e Soteldo e diz que camisas 10 e 11 do Santos deveriam estar em museu

O técnico Jorge Sampaoli deu indício de ter acertado ao indicar Yeferson Soteldo para o Santos. O venezuelano estreou com gol na vitória por 4 a 0 sobre o São Bento, nesta quinta-feira, em Sorocaba.

O argentino analisou a participação do baixinho de 1,60m de altura e opinou sobre a camisa 10, de Soteldo, e a 11: elas nem deveriam existir.

“Camisas 10 e a 11 do Santos tinham que estar em um museu, não tinham que existir. Sobre Soteldo, é um aporte ofensivo além da camisa. Terá ano muito bom, explosão, bom no um contra um, rápido e creio que será muito, mas muito importante”, falou Sampaoli, em entrevista coletiva.

O treinador também elogiou Derlis González. O paraguaio pediu para sair, mas foi convencido a ficar e se destacou diante do São Bento, com gol e assistência.

“Até que não sabíamos a situação do Derlis, queríamos ele. Ele está envolvido no grupo, fez grande jogo, ajudou o tempo todo e foi determinante. Para mim, pode jogar muito em todo o ano”, completou.

Sampaoli comenta disputa entre goleiros no Santos: “Que defenda o melhor”

O Santos anunciou Everson como reforço nesta quinta-feira. O goleiro ex-Ceará chega para substituir Vladimir, emprestado ao Avaí, e disputar posição com Vanderlei, titular desde 2015.

Depois da goleada sobre o São Bento, o técnico Jorge Sampaoli comenta a disputa entre os atletas de posição e projeta a melhora de ambos.

“A ida do Vladimir a outro clube deu a necessidade de trazer um outro goleiro. A prioridade é do Vanderlei, que terminou o ano e começou muito bem em 2019. Nos dá muita segurança. Everson terá de trabalhar para alcançar um goleiro de muito nível. É a concorrência e que defenda o melhor. Vanderlei é um grande goleiro e foi muito bem nesses três jogos”, disse Jorge Sampaoli, em entrevista coletiva.

Everson está regularizado e deve ficar no banco de reservas contra o São Paulo, domingo, no Pacaembu, pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

O contrato de Everson é de quatro temporadas. O Santos pagou R$ 4 milhões por 80% dos direitos econômicos. O atleta foi indicado por Sampaoli.