Santos 1 X 0 Bragantino

Data: 15/03/1994, terça-feira, 20h30.
Competição: Campeonato Paulista – 1º turno –
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 4.580 pagantes
Renda: CR$ 16.474.000,00
Árbitro: José Mocelim
Gol: Gallo (23-1).

SANTOS
Edinho; Sérgio Santos, Junior, Marcelo Fernandes e Luciano; Dinho, Cerezo, Gallo e Carlinhos; Macedo (Neizinho) e Guga.
Técnico: Serginho Chulapa

BRAGANTINO
Marcelo; Walmir, Ney, Remerson e Da Guia; Pires, Alberto, Marcão e Marcelo Prates, Silvio e Ciro.
Técnico: Dusan Drascovic



Santos vence a terceira seguida com Serginho



Santos faz último jogo na Vila sem Índio e Ranielli ( Em 15/03/1994 )

Sem Índio e Ranielli, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o Santos faz hoje contra o Bragantino sua última partida na Vila Belmiro pelo primeiro turno do Campeonato Paulista.

Invicto desde que Serginho assumiu a direção da equipe, o Santos manterá o esquema com quatro homens no meio, ficando o ataque para o centroavante Guga e o ponta Macedo, artilheiro do time com quatro gols.

O substituto do meia Ranielli vai ser Carlinhos. Ele terá a função de atuar próximo à Guga, evitando que ele fique isolado no meio da defesa adversária.

Para Guga, que tem dois gols no campeonato, “o meio-de-campo forte, com um homem atuando mais à frente, faz com que a defesa adversária tenha mais com que se preocupar”. Segundo ele, o número de gols nos dois últimos jogos mostra a eficácia do sistema tático adotado por Serginho.

Em todo o campeonato, o Santos marcou um total de 12 gols. Serginho comanda a equipe desde o jogo contra o União São João. Nesses últimos três jogos, o ataque marcou seis gols, 50% do total.

Segundo Serginho, a subida de produção do time não está ligada somente à mudança tática. “O Santos melhorou quando a cabeça dos jogadores melhorou, quando eles passaram a acreditar em si mesmos”, declara o treinador.

Na partida de hoje, Cerezo e Gallo se revezarão como volantes, cobrindo o miolo da zaga e a subida dos laterais. Dinho jogará mais próximo ao círculo central, dando combate ao meio-campo adversário. E Carlinhos, o quarto homem do quadrado santista, terá que vir de trás, para tabelar com Guga e Macedo.

Com o ambiente calmo e a relação entre torcida e jogadores melhor, a preocupação passa a ser o segundo turno. A diretoria pretende contratar um meia-direita e de um quarto-zagueiro.

Fonte: Jornal Folha de SP