Santos 0 x 1 São Paulo

Data: 19/09/1995, terça-feira.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1º turno – 8ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 6.290 pagantes
Renda: R$ 64.175,00
Árbitro: Flávio de Carvalho (SP)
Cartões amarelos: Jamelli (S); Alemão e Denilson (SP).
Gols: Denilson (34-1).

SANTOS
Edinho; Pintado, Narciso, Jean e Marcos Adriano; Gallo, Giovanni, Robert e Jamelli (Carlinhos); Camanducaia (Macedo) e Whelliton.
Técnico: Cabralzinho

SÃO PAULO
Zetti; Bordon, Gilmar e Rogério Pinheiro; Ronaldo Luís, Alemão, Donizete, Juninho Paulista e Denilson (Danilo); Caio e Amarildo.
Técnico: Telê Santana



O Santos perde para o São Paulo na Vila e está eliminado da 1ª fase

O São Paulo derrotou ontem, na Vila Belmiro, o Santos por 1 a 0. O gol foi marcado por Denílson, aos 35min do 1º tempo.

Com a derrota, o Santos não tem mais chances de lutar pelo título do grupo B no 1º turno do Campeonato Brasileiro.

O Santos, com muita velocidade e toques rápidos, dominou o jogo até os 20min do primeiro tempo. O São Paulo, acuado, tentava o gol em contra-ataques.

Aos 19min, o São Paulo quase marcou o primeiro gol do jogo. Denílson cruzou, Gilmar cabeceou e Edinho defendeu.

Pela esquerda, com Wellington e Robert, o Santos levava perigo ao gol de Zetti. Aos 23 min, sob chuva, o goleiro do São Paulo defendeu chute rasteiro de Robert.

Aos 35min, o atacante Denílson avançou pela esquerda e chutou de fora da área, no ângulo direito superior do gol de Edinho, marcando 1 a 0 para o São Paulo.

Com o gol, o Santos se perdeu em campo. O São Paulo pressionou e os jogadores reclamaram de um pênalti de Narciso em Caio, aos 39 min, não marcado pelo juiz.

Aos 44min, foi a vez dos jogadores do Santos reclamarem um pênalti sobre Camanducaia, no último ataque do Santos no 1º tempo.

O segundo tempo começou novamente com o Santos forçando o ataque e dominando o jogo.

Aos 10 min, o zagueiro Gilmar cortou, quase dentro do gol, um chute de Camanducaia, que, aos 28min, foi substituído por Macedo.

Nos contra-ataques, principalmente com Denílson, Donizete e Amarildo, o São Paulo levava perigo ao gol de Edinho.

Aos 43min, o Santos quase empatou o jogo. Macedo, pela esquerda, chutou e a bola bateu na trave de Zetti. Caio, aos 47 minutos, driblou Edinho e também chutou na trave.