Sport Recife 1 X 2 Santos

Data: 08/10/1995, domingo.
Competição: Campeonato Brasileiro – 1º turno – 11ª rodada
Local: Estádio da Ilha do Retiro, em Recife, PE.
Público: 6.305 pagantes
Renda: R$ 35.129,00
Árbitro: Alberto Batista de Carvalho (RN)
Cartões amarelos: Dário e Geraldo (SR); Gilberto e Narciso (S).
Cartão vermelho: Camanducaia (S)
Gols: Geraldo (23-1); Carlinhos (13-2) e Whelliton (36-2).

SPORT RECIFE
Jefferson; Ayupe, Adriano, Sandro e Gilvan; Chiquinho Pernambucano (Pig), Dário, França e Geraldo; Alex e Gaúcho.
Técnico: Givanildo.

SANTOS
Gilberto; Marcelo Silva, Ronaldo Marconato (Vágner), Jean, Marcos Adriano; Gallo, Narciso, Pintado, Carlinhos; Camanducaia e Whelliton (Batista).
Técnico: Cabralzinho



Santos vira o jogo e faz 2 a 1 contra o Sport

O Santos venceu de virada o Sport ontem, por 2 a 1, no estádio da Ilha do Retiro, em Recife (PE).

O único gol da equipe pernambucana foi marcado aos 23min do primeiro tempo. Chiquinho chutou da entrada da área, o goleiro rebateu e Geraldo aproveitou o rebote.

A equipe paulista não conseguia articular jogadas de ataque e se limitava a fazer lançamentos longos, facilitando a defesa do Sport.

Aos 30min, o Santos perdeu o atacante Camanducaia, expulso. O Sport teve um gol anulado aos 47min.

No intervalo, o técnico Cabralzinho substituiu o zagueiro Narciso por Vágner. O Santos voltou mais veloz e organizado no meio-campo.

“A entrada do Vágner deu certo. Soubemos aproveitar o desespero do Sport”, disse o técnico do Santos, Cabralzinho.

O empate do Santos surgiu de um contra-ataque pelo direita. Vágner lançou Carlinhos, que completou da entrada da pequena área. O segundo gol foi marcado aos 38min. O atacante Whelliton recebeu a bola da esquerda e chutou.

O técnico Givanildo, do Sport, foi vaiado ao final do jogo. Ele disse que o time não soube aproveitar as chances de gol.