Santos 0 x 0 Internacional

Data: 26/05/2019, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 6ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 12.756 pagantes
Renda: R$ 479.440,00
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR).
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR).
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ).
Cartões amarelos: Diego Pituca, Jean Lucas, Soteldo, Lucas Veríssimo e Gustavo Henrique (S); Bruno, Emerson Santos, Nico Lopez, Iago e Rafael Sobis (I).

SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Sánchez (Eduardo Sasha), Jean Lucas (Kaio Jorge) e Jean Mota; Rodrygo, Soteldo (Cueva).
Técnico: Jorge Sampaoli

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Bruno, Emerson Santos, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenílson (Rithely) e Nonato; Guilherme Parede, Nico Lopez (William Pottker) e Paolo Guerrero (Rafael Sobis).
Técnico: Odair Hellmann



Santos empata com Inter em jogo com penal e gol anulados por VAR

O confronto entre Santos e Internacional, disputado na tarde deste domingo, terminou com empate por 0 a 0. Com ajuda do VAR, a equipe de arbitragem liderada por Rodolpho Toski Marques anulou um gol do time gaúcho e um pênalti para a equipe alvinegra.

Com 11 pontos ganhos, o Santos figura na quinta colocação do Campeonato Brasileiro. Já o Internacional contabiliza um ponto a menos e detém o sexto lugar da tabela. O Palmeiras, com 16 pontos, está no primeiro posto do torneio nacional após as seis rodadas iniciais.

Pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos volta a campo para enfrentar o Ceará às 16 horas (de Brasília) do próximo domingo, no Estádio do Castelão. O Internacional, por sua vez, duela com o Avaí às 19 horas do mesmo dia, no Beira-Rio.

O jogo

O Internacional criou as melhores oportunidades no primeiro tempo, mas o Santos assustou antes. Em jogada pelo lado direito, Sanchez recebeu de Victor Ferraz e tocou para Rodrygo cruzar. O goleiro Marcelo Lomba desviou e Bruno tocou para escanteio.

Aos 30 minutos, Guerrero saiu na cara de Vanderlei e escorou para Guilherme Parede completar com o gol vazio. No entanto, o árbitro Rodolpho Toski Marques ouviu instruções do VAR e anulou a jogada, gerando intensa reclamação dos jogadores do Internacional.

Pouco depois, Nico Lopez tomou a bola de Jorge e tocou para Guerrero, que passou por Lucas Veríssimo e chutou para grande defesa de Vanderlei. Após a cobrança do escanteio, em cruzamento vindo da esquerda, Emerson Santos ajeitou para chute perigoso de Guilherme Parede.

O Internacional voltou a chegar ao ataque de forma consistente no começo do segundo tempo. Gustavo Henrique cortou cruzamento de cabeça e Vanderlei saiu para afastar de soco. Na sobra, Nonato quase colocou o time de Porto Alegre em vantagem no marcador.

Pouco depois, Sasha recebeu de Victor Ferraz pela direita e cruzou em busca de Rodrygo, mas Jean Mota dominou antes e bateu em cima da marcação. O goleiro Marcelo Lomba voltou a trabalhar para espalmar chute de fora da área disparado por Diego Pituca.

Aos 38 minutos, o árbitro Rodolpho Toski Marques chegou a marcar pênalti de Victor Cuesta sobre Rodrygo, mas, após assistir o lance no monitor do VAR, voltou atrás. Na última chance do jogo, após cruzamento vindo da esquerda, William Pottker dominou dentro da área e bateu para fora.

Bastidores – Santos TV:

Sampaoli analisa partida do Santos e esclarece rusga com rival

Em um dia de pouca inspiração, o Santos ficou no empate sem gols contra o Internacional na tarde deste domingo, na Vila Belmiro. Ao analisar a partida, o técnico Jorge Sampaoli citou o empenho de seus atletas e esclareceu a rusga com Odair Hellmann.

“Nos primeiros 30 minutos, estávamos dominando bastante, mas sem gerar boas chances. Um rival muito duro, um dos principais da Copa Libertadores. Então, foi difícil entrar. Depois, fizemos variações no segundo tempo. Lamentavelmente, buscamos e não conseguimos. Mas valorizo sempre a busca do grupo”, disse Sampaoli.

No primeiro tempo, o Internacional chegou a marcar com Guilherme Parede, mas o árbitro Rodolpho Toski Marques anulou por impedimento. Na etapa complementar, ele marcou pênalti de Cuesta sobre Rodrygo e voltou atrás. Nos dois casos, contou com ajuda do VAR.

“Jogamos contra um rival que faz muito bem a transição. Então, muitas vezes, estávamos expostos. Como não tivemos muita eficácia na área adversária, convivemos com contra-ataques de uma equipe muito preparada para isso. O time teve as mesmas intenções, mas não a mesma precisão que em outros dias”, disse Sampaoli.

No primeiro tempo da partida disputada na Vila Belmiro, o treinador argentino se desentendeu com Odair Hellmann na beira do gramado e ambos receberam cartão amarelo. Ao falar sobre o tema, Sampaoli assegurou a rusga com o adversário foi rapidamente solucionada.

“Ele pensou que eu estava reclamando dele. Depois, expliquei que estava reclamando do quarto árbitro. Ficou tudo esclarecido. Vivemos o jogo com a intensidade que se jogou. Ele interpretou que eu tinha dito algo dele e eu esclareci”, afirmou o comandante santista.

Santos perde três atletas por suspensão para jogo contra o Ceará

O técnico Jorge Sampaoli já tem, pelo menos, três desfalques para o próximo compromisso do Santos no Campeonato Brasileiro. Suspensos, o zagueiro Gustavo Henrique, o meio-campista Diego Pituca e o atacante Soteldo não poderão enfrentar o Ceará.

Os três atletas eram os únicos pendurados do Santos antes do confronto com o Internacional, disputado neste domingo. Coincidentemente, todos foram advertidos com o cartão amarelo pelo árbitro Rodolpho Toski Marques na Vila Belmiro e precisarão respeitar a suspensão automática.

Por outro lado, o volante Alison, que cumpriu gancho contra o Inter, poderá ser utilizado normalmente. Na vaga de Gustavo Henrique, Sampaoli tem a alternativa de usar Felipe Aguilar, preservado neste domingo. Para o ataque, Rodrygo, liberado pela CBF, segue no Santos e Marinho pode fazer sua estreia.

O confronto entre Santos e Ceará, válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, está marcado para as 16 horas (de Brasília) do próximo domingo, no Estádio Castelão. Com 11 pontos ganhos, o time treinado por Jorge Sampaoli ocupa o quinto lugar do torneio.

Na tarde deste domingo, o Santos ficou no empate sem gols contra o Internacional, na Vila Belmiro. Com ajuda do VAR, o árbitro Rodolpho Toski Marques anulou um gol do time gaúcho no primeiro tempo e um pênalti a favor da equipe alvinegra na etapa complementar.

Liberado pela CBF, Rodrygo fica no Santos até clássico com Corinthians

O jogo contra o Internacional, disputado na tarde deste domingo, não foi o último do atacante Rodrygo com a camisa do Santos. O clube chegou a um acordo com a CBF para manter o jovem atacante, que se despede apenas no clássico contra o Corinthians.

Rodrygo, já negociado com o Real Madrid, foi convocado para defender a Seleção olímpica no Torneio de Toulon e, caso não fosse liberado pela CBF, teria se despedido contra o Inter. Na saída do gramado da Vila Belmiro, ele mesmo informou sobre sua permanência.

“O acordo saiu hoje (domingo) pela manhã. Até passei mal à noite. Estava vomitando, com muita inflamação na garganta. Acho que era a ansiedade para saber se continuaria aqui ou não, mas, graças a Deus, deu tudo certo”, disse Rodrygo em entrevista ao Premiere.