Santos 1 x 0 Corinthians

Data: 12/06/2019, quarta-feira, 21h30.
Competição: Campeonato Brasileiro – 9ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 11.831 pagantes
Renda: R$ 438.955,00
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Carlos Berkenbrock (SC).
VAR: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Cartões amarelos: Felipe Aguilar, Eduardo Sasha, Gustavo Henrique e Victor Ferraz (S); Danilo Avelar, Bruno Méndez, Clayson e Fabio Carille (C).
Gol: Eduardo Sasha (13-2).

SANTOS
Everson; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Jorge; Alison (Carlos Sánchez), Diego Pituca e Jean Lucas (Felipe Jonatan); Marinho (Luiz Felipe), Soteldo e Eduardo Sasha.
Técnico: Jorge Sampaoli

CORINTHIANS
Walter; Bruno Méndez, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Júnior Urso (Sornoza); Ramiro (Gustagol), Jadson (Everaldo) e Clayson; Vagner Love.
Técnico: Fábio Carille



Artilheiro Sasha decide, Santos vence o Corinthians na Vila e pula para 1º

O Santos venceu o Corinthians por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi de Eduardo Sasha, artilheiro da competição com cinco marcados.

O Peixe foi melhor durante quase todo o tempo e pecava na finalização. O gol de Sasha começou em boa jogada de Pituca e Soteldo e terminou com furada de Jorge que virou “assistência”.

Com a vitória, o Alvinegro foi a 20 pontos e assumiu a liderança provisória do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras, com 19, enfrentará o Avaí nessa quinta-feira. O Corinthians seguiu em 10º, com 12.

O Campeonato Brasileiro só será retomado no dia 14 de julho, por causa da pausa para a Copa América. O Santos terá folga de 11 dias e voltará a treinar em 24 de junho. O Corinthians treinará nesta quinta.

O jogo

Diferentemente do habitual, o Santos teve as linhas baixas no início do jogo. O Corinthians ficava mais com a bola e o Peixe oferecia perigo nas escapadas de Diego Pituca e Jean Lucas.

O Alvinegro teve boas oportunidades, mas nenhuma clara. Finalizações de Jean Lucas e Marinho fora da área, chute travado de Eduardo Sasha… Enquanto isso, o Timão não finalizou uma vez sequer.

Nos minutos finais, o Santos melhorou ainda mais quando adiantou o time e passou a pressionar os zagueiros do Corinthians. O Peixe, porém, não aproveitou a “blitz” dos últimos lances antes do intervalo, momento de homenagem para Rodrygo, com vídeo no telão de ex-companheiros, Elano e Robinho. O atacante atuará pelo Real Madrid no segundo semestre.

Aos 10 minutos, Soteldo chutou, a bola bateu em Henrique e resvalou na barriga de Manoel dentro da área. O árbitro acionou o VAR e, corretamente, não marcou pênalti. Na sequência, Soteldo cruzou, Marinho cabeceou para o meio e Ralf tirou.

E no minuto 13, o Corinthians não pôde mais resistir. Marinho tocou para Pituca, a bola passou por Jorge e Soteldo cruzou. Jorge não dominou e a bola sobrou limpa para Eduardo Sasha, de canhota, deixar Walter parado e balançar as redes. O lance do gol santista ocorreu quando Ralf estava fora do campo, atendido pelo departamento médico após pancada de Jean Lucas.

O jogo perdeu em emoção depois do gol do Santos e o Corinthians só criou algo aos 32 minutos, quando Clayson teve falta frontal, na meia-lua, e chutou para fora. Nos minutos finais, o Peixe soube se defender, ainda teve bola na trave de Eduardo Sasha e garantiu a vitória e a liderança provisória do Brasileirão.

Bastidores – Santos TV:

Sampaoli exalta a Vila e diz que Santos foi “muito superior” ao Corinthians

O técnico do Santos, Jorge Sampaoli, exaltou a Vila Belmiro e a superioridade na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro.

O treinador diz que atuações assim atraem o torcedor e classificou a Vila como “cômoda”. O objetivo é atuar como em Santos em qualquer estádio.

“Ganhamos a partida sendo muito superiores ao Corinthians. Quando jogamos dessa forma, certamente vamos atrair mais gente do que jogando de outra maneira”, disse Sampaoli, em entrevista coletiva.

“Imbatível não. Simplesmente digo que temos que aprender a jogar assim em todos os estádios ou fora de casa. Não podemos perder esse desfrute. Ganhando ou não, há uma comodidade na nossa casa, sem viajar e concentração. Essa comodidade não tem preço. Santos tem que deixar essa imagem onde jogue. Trabalhamos para isso”, completou.

Líder momentâneo do Campeonato Brasileiro, o Santos voltará a campo só no dia 14 de julho, para enfrentar o Bahia pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. O elenco terá 11 dias de folga e se reapresentará em 24 de junho para a intertemporada.

Sampaoli minimiza jogo a menos do Palmeiras e diz que nunca imaginou o Santos líder

O técnico Jorge Sampaoli disse que nunca imaginou ver o Santos líder do Campeonato Brasileiro. Com a vitória sobre o Corinthians, o Peixe assumiu a ponta e espera por um tropeço do Palmeiras diante do Avaí nesta quinta-feira, na arena.

Sampaoli minimizou a vantagem do Palmeiras de jogar em casa e valorizou dormir na primeira colocação da competição.

“Palmeiras tem muita força, ainda mais de mandante, mas vamos dormir como líderes. Nunca pensei nisso, é um dos campeonatos mais difíceis do mundo”, disse Sampaoli.

O elenco agora terá 11 dias de folga e voltará a treinar em 24 de junho. O Peixe voltará a jogar diante do Bahia, apenas no dia 24 de julho, pela 10ª rodada do Brasileirão.

“Sobre o descanso, é necessário para voltar a focar. Jogadores têm direito de poder descansar, ainda mais com a Copa América. Descanso para nós nos faz voltar com força, trabalhando em vários turnos. Importante o jogador chegar com stress mais baixo que agora”, afirmou o técnico.

Sasha celebra artilharia do Brasileiro e “volta por cima” no Santos

O atacante Eduardo Sasha, do Santos, decidiu o clássico com o Corinthians marcando o gol da vitória por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado faz o Peixe assumir a liderança da competição de forma provisória, com 20 pontos, um a mais que o Palmeiras, que joga nesta quinta, contra o Avaí, no Allianz Parque.

“A gente vem em uma sequência boa no Brasileiro. Voltamos para a casa, com o estádio lotado, e isso faz a diferença. O time está todo de parabéns”, celebrou Sasha, em entrevista ao canal Premiere.

Ao balançar as redes corintianas aos 13 minutos do segundo tempo, Sasha se manteve na artilharia do Brasileirão, agora com cinco gols, empatado com Gabriel, do Flamengo. Depois de quase deixar o Santos no começo do ano, o atacante comemora o bom momento.

“Quando aconteceu isso, eu vi que era mais um desafio para mim, entre outros que tive na carreira. Estou feliz por essa volta por cima e por ter terminado esse momento antes do descanso com o time brigando pelas primeiras colocações”, comemorou.

Sampaoli chama Vanderlei de “incrível” e explica opção por Everson no Santos

O técnico do Santos, Jorge Sampaoli, optou por Everson como goleiro titular na reta final do primeiro semestre. Depois da vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, na última quarta-feira, ele explicou a decisão.

Após o rodízio entre Campeonato Paulista e Copa do Brasil, Sampaoli quer um goleiro definitivo no Campeonato Brasileiro. E, pelo jeito, Vanderlei continuará no banco de reservas.

“A decisão técnica tem a ver com o desenrolar do jogo. Iniciar bem para terminar bem. Everson nos deu um pouco mais de decisão como jogador. Como goleiro Vanderlei segue incrível, mas para o funcionamento do jogo escolhemos Everson por agora por fazer a gente jogar de trás”, disse Sampaoli.

Os números dos goleiros são equilibrados. O diferencial de Everson é ter a bola nos pés naturalmente, enquanto Vanderlei não estava acostumado a repor rápido, arriscar lançamentos e atuar como um líbero na defesa.

Vanderlei fez seis jogos no Brasileirão e pode ser negociado com outra equipe da Série A. A princípio, porém, a ideia é ficar. Flamengo, Grêmio e São Paulo procuraram o goleiro em 2018.

Corinthians finaliza só uma vez e é massacrado pelo Santos nos números

O filme foi o mesmo do jogo de volta da semifinal do Campeonato Paulista, só que desta vez a partida era válida pelo Brasileirão 2019. O Santos dominou completamente o Corinthians na vitória por 1 a 0 da noite desta quarta-feira na Vila Belmiro. As estatísticas foram totalmente favoráveis ao time da Baixada.

As finalizações provam a superioridade santista. Foram 11 finalizações da equipe de Jorge Sampaoli, sendo que 5 delas foram na direção da meta do goleiro Walter. O Corinthians teve 1 arremate no jogo, sendo que não foi no alvo.

Na posse de bola, domínio do Santos por 53% a 47%. Substituto de Cássio, o goleiro Walter fez três intervenções decisivas durante o jogo, evitando uma diferença maior em favor dos donos da casa.

Santos tem suas melhores nove rodadas do Brasileirão de pontos corridos

O Santos teve em 2019 as melhores nove rodadas de Campeonato Brasileiro desde 2003, quando foi iniciada a era dos pontos corridos no Brasil.

O Peixe soma 20 pontos e está na liderança momentânea do Brasileirão. O Palmeiras enfrenta o Avaí nesta quinta-feira, em São Paulo, e pode retomar a primeira colocação.

O Alvinegro fez 17 pontos em 2006 e 2007. No ano passado, por exemplo, os santistas computaram 10 pontos, 10 a menos que nessa edição.

O bom início surpreendeu o técnico Jorge Sampaoli. Ele não imaginava o primeiro lugar.

“Palmeiras tem muita força, ainda mais de mandante, mas vamos dormir como líderes. Nunca pensei nisso, é um dos campeonatos mais difíceis do mundo”, disse Sampaoli.

Veja o desempenho nas nove primeiras rodadas desde 2003:

2003 = 15 pontos
2004 = 10 pontos
2005 = 17 pontos
2006 = 17 pontos
2007 = 8 pontos
2008 = 6 pontos
2009 = 13 pontos
2010 = 12 pontos
2011 = 12 pontos
2012 = 9 pontos
2013 = 12 pontos
2014 = 14 pontos
2015 = 10 pontos
2016 = 13 pontos
2017 = 16 pontos
2018 = 10 pontos
2019 = 20 pontos

Sampaoli explica nenhuma chance a Jobson em quase dois meses

O técnico do Santos, Jorge Sampaoli, explicou na noite da última quarta-feira a falta de chances para Jobson, destaque do Campeonato Paulista pelo Red Bull.

O volante foi anunciado em 16 de abril e não jogou um minuto sequer pelo elenco profissional. A “estreia” ocorreu em vitória por 3 a 1 sobre o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes, em 30 de maio.

“Chegou há pouco tempo, de equipe do Campeonato Paulista e outros têm mais trabalho de jogo. É bom jogador, tem bom passe, mas para entender o jogo ainda custa. Chegou há pouco tempo. Entendimento tem a ver com o tempo”, disse Sampaoli.

Jobson deve ter mais chances no segundo semestre. O meio-campista terá tempo de treinamentos até a próxima partida, em 14 de julho, contra o Bahia, em Salvador, pela 10ª rodada do Brasileirão e depois da pausa da Copa América.

Jobson tem 23 anos e foi contratado por R$ 4 milhões. O contrato vai até 2024.