Santos 1 x 0 Independiente-ARG

Data: 28/05/1991, terça-feira, 20h00 (23h00 de Brasília).
Competição: Torneio Internacional do Equador / Torneio Quadrangular de Guayaquil – Semifinal
Local: Estádio Estadio George Lewis Capwell, em Guayaquil, Equador.
Público: 15.000
Árbitro: José Orellana
Gol: Paulinho McLaren

SANTOS
Nilton; Índio, Pedro Paulo, Luiz Carlos (Camilo) e Marcelo Veiga (Flavinho); César Sampaio, Axel, Zé Renato e Mendonça; Paulinho McLaren e Tato.
Técnico: Dé (interino)

INDEPENDIENTE (ARG)
Islas; Pedro Monzón, Gravioto, Guillermo Ríos e Meijide; Villalonga, Néstor Villarreal e Fabio Lenguita; Carlos Lebb, Martin Ubaldi e Juan Carlos Ibáñez.
Técnico: Horácio Cirrincione



Santos bate o Independiente e garante vaga na decisão contra o Emelec

Sem o goleiro Sérgio e Almir, ambos na seleção brasileira, e o meia Edu Marangon, que viajou para Itália, o Santos estreou no Equador com vitória. Quem estreou também foi Tato, ponta esquerda contratado junto ao Sport Recife.

Santos elimina o Independiente da Argentina no Torneio Quadrangular de Guayaquil, disputado também pelas equipes do Universitário do Peru e do anfitrião Emelec.

No outro confronto o Emelec venceu o Universitário por 3 a 1, garantindo a classificação para a final contra o Santos.

Fonte: Jornal Folha de SP