Santos 1 x 2 Guarani

Data: 27/04/1995, quinta-feira, 21h40.
Competição: Campeonato Paulista
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 6.218 pessoas (5.282 pagantes e 936 não pagantes).
Renda: R$ 42.387,00
Árbitro: Dionísio Roberto Domingos (SP).
Auxiliares: Válter José dos Reis e Ednílson Corona (ambos de SP).
Cartões amarelos: Marcos Paulo e Demétrios (S); Nélio, Cláudio e Valmir (G)
Cartões vermelhos: Narciso (S) e Nélio (G) aos 33-2.
Gols: Ranielli (07-1); Cláudio (17-2) e Leto (47-2).

SANTOS
Edinho: Silva, Marcelo Fernandes, Narciso e Marcos Paulo; Gallo, Carlinhos, Ranielli (Cerezo) e Marcelo Passos (Camanducaia); Macedo (Demétrios) e Jamelli.
Técnico: Joãozinho Rosa

GUARANI
Hiran; Marcinho, Cláudio, Valmir e Dedé; Fernando, Valdeir, Fábio Augusto e Uéslei (Leto); Fabinho e Nélio.
Técnico: Pepe



Guarani bate o Santos em plena Vila Belmiro

O Guarani derrotou o Santos por 2 a 1, ontem à noite, na Vila Belmiro. Com o resultado, o time da casa fica em terceiro lugar, com 32 pontos, atrás de Corinthians, com 33 e São Paulo, com 37. O Guarani continua em sexto, agora com 30 pontos.

A partida começou movimentada. O Santos, que sofreu pressão do Guarani nos instantes iniciais, abriu a contagem aos 7min. O meio-campista Carlinhos chutou forte de fora da área e Ranielli desviou de cabeça, anotando 1 a 0 para a equipe da casa.

Após o gol, o Guarani voltou para o ataque, criando algumas boas oportunidades para empatar.

O goleiro Edinho, do Santos, foi o principal destaque do time na etapa inicial. Aos 39min, ele evitou o empate ao espalmar para escanteio forte chute de Nélio, do Guarani.

O técnico Joãozinho pediu para o Santos pressionar mais no segundo tempo, porém, o time de Campinas é que atacou mais na etapa final. Nos primeiros dez minutos, o Guarani perdeu três gols.

Aos 15min, Uéslei quase empatou de fora da área, mas Edinho espalmou para escanteio.

O gol do Guarani foi marcado por Cláudio, cobrando falta, aos 17min. Edinho chegou a tocar na bola, mas não evitou o empate.

Em seguida, o lateral Marcinho marcou o segundo gol do Guarani, mas o árbitro anulou, alegando que ele tocou com a mão na bola.

Aos 47min do segundo tempo, o Guarani aproveitou que Edinho estava sentindo uma contusão e Leto marcou 2 a 1, chutando a bola no canto direito do goleiro.

O jogador Marcos Paulo, do Santos, recebeu o terceiro cartão amarelo e não irá enfrentar o Corinthians, domingo, na Vila Belmiro. Narciso, que foi expulso com Nélio, do Guarani, também não disputará o clássico.



Ranielli joga hoje pelo Santos contra Guarani

Com Ranielli no lugar de Giovanni, convocado pela seleção brasileira, o Santos enfrenta hoje o Guarani, na Vila Belmiro.

A ausência de Giovanni e a possibilidade de que o Guarani atue recuado levaram o técnico Joãozinho a mudar o estilo de jogo.

No primeiro turno, o Santos venceu o Guarani, em Campinas, por 3 a 1, com dois gols de Giovanni.

“Ele é um jogador que desequilibra. Vamos tentar superar sua ausência fazendo com que os atacantes do Santos joguem sem posição fixa, para confundir a defesa adversária”, disse Joãozinho.

Marcelo Passos e Jamelli serão os jogadores de meio-campo responsáveis pela armação ofensiva. “O importante é dar agilidade ao time, principalmente no ataque”, disse Marcelo Passos.

Além das mudanças no setor ofensivo, Joãozinho quer evitar surpresas na defesa. Com isso, a função dos volantes Gallo e Carlinhos não sofrerá alterações. Gallo permanece fixo frente à defesa, e Carlinhos, além de marcar, terá que apoiar o ataque.