Vasco 0 x 1 Santos

Data: 05/10/2019, sábado, 17h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 23ª rodada
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro, RJ.
Público: 17.083 pessoas (16.360 pagantes e 723 não pagantes).
Renda: R$ 640.088,00
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE).
VAR: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Cartões amarelos: Luan Peres e Soteldo (S); Andrey, Marrony e Leandro Castán (V).
Cartão vermelho: Evandro (S, 33-2).
Gol: Tailson (04-2).

VASCO
Fernando Miguel; Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Leandro Castán e Henrique; Richard, Andrey (Felipe Ferreira) e Marcos Júnior (Clayton); Marrony, Rossi (Ribamar) e Talles Magno.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

SANTOS
Everson; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Luan Peres (Alison); Diego Pituca, Evandro e Jorge; Tailson (Marinho), Soteldo e Eduardo Sasha.
Técnico: Jorge Sampaoli



Tailson decide na estreia, Everson defende pênalti e Santos vence o Vasco com um a menos

O Santos venceu o Vasco por 1 a 0 na tarde deste sábado, em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado por Tailson, logo na estreia como jogador profissional do Peixe.

O Cruzmaltino criou boas chances nos dois tempos e teve um pênalti desperdiçado na primeira etapa. Rossi parou no goleiro Everson. Nos minutos finais, os visitantes atuaram com um a menos – Evandro foi expulso aos 33.

Com a vitória suada, o Alvinegro segue na terceira colocação, com 44 pontos, mas agora a dois do Palmeiras e a cinco do Flamengo. Os rivais enfrentam Atlético-MG e Chapecoense neste domingo, respectivamente. Os cariocas ocupam o 13º lugar, com 27.

O jogo:

O Santos começou melhor em São Januário. Posse de bola, aproximação e boas jogadas pelo lado de campo. A melhor chance, porém, veio de fora da área, em finalização de Jorge, aos 8 minutos. Fernando Miguel espalmou para trás e quase falhou.

Aos poucos, em compensação, o Vasco melhorou e passou a ter as principais oportunidades. No minuto 25, Marrony chutou, a bola desviou e Talles Magno quase fez na pequena área. Aos 30, Andrey acertou o travessão de longe. E quando o placar marcava 35, pênalti para o Cruzmaltino.

Rossi recebeu em profundidade, ganhou de Gustavo Henrique na corrida e passou por Everson. A arbitragem viu toque do goleiro na coxa do atacante. Ele mesmo bateu e o goleiro santista defendeu.

O Santos, assim como na etapa inicial, começou melhor. E aos quatro minutos fez um golaço para abrir o placar. Victor Ferraz e Jorge construíram por dentro, Soteldo achou Evandro na pequena área e o meia deu linda assistência para Tailson marcar logo na sua estreia pelo Peixe.

No minuto 6, o Peixe quase ampliou. Eduardo Sasha deixou Jorge sozinho na pequena área e o lateral-esquerdo parou em Fernando Miguel.

O Vasco se lançou ao ataque após sair atrás e acuou o Alvinegro. Aos 12, Pikachu recebeu sozinho na área e bateu cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, Marrony arrancou e bateu forte, perto da trave esquerda de Everson.

Depois da pressão dos donos da casa, o ritmo caiu e a emoção só foi retomada aos 33, quando Evandro foi expulso por falta em Marrony. A arbitragem mudou a cor do cartão após checar o lance no VAR.

Vanderlei Luxemburgo colocou o time todo no ataque, mas faltou criatividade ao Vasco para superar a defesa do Santos. Vitória importante do Peixe, ainda com o sonho do título brasileiro.

Bastidores – Santos TV:

Sampaoli elogia Tailson, destaca entrega do Santos e já mira o Palmeiras

O técnico Jorge Sampaoli, do Santos, exaltou a vitória por 1 a 0 sobre o Vasco neste sábado, em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O argentino destacou a quebra de um jejum de 14 anos sem vitória no estádio do Rio de Janeiro e a entrega para superar a expulsão de Evandro aos 33 minutos do segundo tempo.

“Uma vitória difícil, num campo complicado. Santos não ganhava há 15 anos aqui. E vencemos. Feliz pela vitória, conseguimos três pontos em um campo complicado. Valorizo o grupo de pessoas que suportou o assédio do Vasco com um a menos”, disse Sampaoli.

O treinador também comentou a estreia com gol de Tailson e já projetou o clássico diante do Palmeiras, quarta-feira, na Vila Belmiro.

“Fico feliz. É um garoto que esteve parado seis ou sete meses. Começou a ser levado em consideração, aproveitou a oportunidade. Tem muito a aproveitar no futuro. Hoje nos deu o gol dos três pontos”, avaliou.

“Jogamos pelos três pontos. Temos que buscar o jogo. Temos ausências pela seleção, mas convencido de que o time vai brigar. Como com Grêmio e Flamengo. Vila certamente será um caldeirão e que a torcida nos ajude a fazer um grande jogo”, concluiu.

Com a vitória suada, o Alvinegro segue na terceira colocação, com 44 pontos, mas agora a dois do Palmeiras e a cinco do Flamengo. Os rivais enfrentam Atlético-MG e Chapecoense neste domingo, respectivamente. Os cariocas ocupam o 13º lugar, com 27.

Evandro vê expulsão injusta; meia aumenta lista de desfalques do Santos para clássico

Evandro acha que sua expulsão foi injusta no segundo tempo da vitória do Santos por 1 a 0 sobre o Vasco no último sábado, em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Autor da assistência para o gol de Tailson, o meia recebeu o cartão vermelho após carrinho em Marrony. A arbitragem havia amarelado o atleta antes de acionar o VAR.

“Eu achei que o cartão amarelo estava de bom tamanho. Tem uma jogada que o Tailson recebe uma entrada por trás (de Andrey) e o VAR não foi chamado”, disse Evandro.

Com a expulsão, Evandro aumenta a lista de desfalques do Santos para o clássico contra o Palmeiras nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela 24ª rodada do Nacional. As outras baixas confirmadas são Derlis González (Paraguai), Soteldo (Venuzela) e Felipe Jonatan (seleção olímpica). Carlos Sánchez, com dores na coxa direita, e Luiz Felipe, em recuperação de torção no tornozelo esquerdo, são dúvidas. Lucas Veríssimo, em compensação, fica à disposição depois de cumprir suspensão.

Tailson esquece Barcelona após gol em estreia: “Meu maior objetivo era ficar no Santos”

Tailson foi o grande protagonista do Santos na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco neste sábado, em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em sua estreia como jogador profissional do Peixe, o meia-atacante fez o gol dos três pontos no Rio de Janeiro. A titularidade foi antecipada pela Gazeta Esportiva na última sexta-feira.

Tailson vibrou pelo debute acima das expectativas e lembrou da “novela” do Barcelona. O jogador esteve perto de ser negociado com o clube catalão no início do ano, mas renovou até 2024.

“Esperava estrear bem, mas não pensei em fazer gol. Foquei em uma boa estreia. Já que veio, fiquei muito feliz. Quando Evandro recebeu, abri e pedi para ele ajeitar. Eu fui muito feliz na finalização”, disse Tailson, ao Premiere.

“Barcelona teve essa novela toda, mas é passado. Fiquei uma semana e não resolvi nada. Meu maior objetivo era ficar no Santos”, completou o Menino da Vila.

Com Derlis González e Soteldo convocados para Paraguai e Venezuela, respectivamente, Tailson pode ter sequência no Santos. A próxima partida será diante do Palmeiras, quarta-feira, em clássico na Vila Belmiro.