Santos 4 x 1 Rio Branco

Data: 04/04/1998, sábado, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista – 2ª fase – 8ª rodada (antepenúltima)
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 6.603 pagantes
Renda: R$ 43.705,00
Árbitro: Antônio Claudio Perin
Cartões amarelos: Narcísio e Max Sandro (RB).
Cartão vermelho: Batistinha (RB, 30-2).
Gols: Müller (02-1), Müller (07-1), Batistinha (33-1), Jorginho (38-1) e Müller (45-1).

SANTOS
Zetti; Ânderson Lima, Argel, Ronaldão (Sandro) e Athirson (Dutra); Claudiomiro, Narciso, Jorginho e Caíco (Eduardo Marques); Lúcio e Müller.
Técnico: Emerson Leão

RIO BRANCO
Marcelo Valença; Charles (Valentim), Ildo e Max Sandro; João Marcelo, Váldson, Mineiro, Alexandre e Paulo César (Marcos Sena); Batistinha e Narcísio (Alaor).
Técnico: Lula Pereira



Müller comanda goleada do Santos sobre o Rio Branco

Equipe de Emerson Leão ainda sonha com a classificação para as semifinais da competição

Müller, mesmo sendo esquecido por Zagallo na seleção brasileira, continua dando show em cada exibição do Santos. Neste sábado, o jogador de 32 anos marcou três gols na goleada por 4 a 1 sobre o Rio Branco, na Vila Belmiro.

O atacante fez mais: assumiu a artilharia do campeonato ao lado de Alex, do Mogi Mirim (ambos com 7 gols em 8 rodadas), e deu o passe, de primeira para Jorginho marcar outro.

A boa vitória do time de Emerson Leão faz o clube santista continuar com chances matemáticas de classificação, mas terá de torcer por tropeços de São Paulo e Portuguesa, que ogam neste domingo, na Capital, contra adversários tecnicamente mais fracos.

Dessa forma, Leão achou importante a boa exibição contra o Rio Branco, pensando também no jogo de volta contra o Bahia, dia 21, pela Copa do Brasil.

“Temos outra competição a participar, além de mais dois jogos nessa fase pelo Paulista e precisamos estar bem”, comentou o treinador, de olho também nos confrontos contra Portuguesa (em casa) e Matonense (fora).

A partida não teve nenhum momento de dificuldade para o Santos, que logo no segundo minuto de jogo abriu o placar, após já ter feito dois ataques perigosos: Athirson fez jogada pela esquerda e tocou para Müller na entrada da área, que chutou longe do alcance do goleiro.

O time da casa ampliou cinco minutos depois, com Müller, de cabeça, aproveitando cruzamento de Lúcio e mostrando versatilidade.

A partir do 19º minuto, o Rio Branco começou realmente a jogar e Paulo César, de cabeça, obrigou Zetti a fazer grande defesa.

Aos 33 minutos, Batistinha, lançado em velocidade pela direita do ataque, diminuiu, mas não era um esboço de reação – o primeiro tempo terminou com 4 a 1 de vantagem para o Santos.

Na etapa final o time da casa apenas administrou o resultado.


Viola toma produto banido e é desfalque

O atacante Viola está fora do Santos que enfrentará o Rio Branco, hoje à tarde, na Vila Belmiro.

Na noite de anteontem, Viola tomou um remédio antigripal (Resprin) que contém substância estimulante, a fenilefrina, que funciona como descongestionante nasal.

Para não correr o risco de o jogador ser pego em um exame antidoping, a comissão técnica do Santos decidiu afastá-lo da partida.

O gerente de futebol Marco Aurélio Cunha reprovou a atitude de Viola, que tomou o medicamento sob orientação da mulher, Leila. “Esses erros não podem acontecer com um jogador do nível dele.”

Lusa obtém classificação e elimina o Santos ( Em 05/04/1998 )

A Portuguesa conquistou ontem sua classificação para as semifinais do Campeonato Paulista.

A equipe bateu o time do São José, no Canindé, por 3 a 0. O resultado eliminou o Santos do campeonato.

A equipe dirigida pelo técnico Candinho segue como vice-líder do Grupo 4, com um total de 18 pontos.



Fonte: Estadão