Santos 1 x 1 Juventude

Data: 04/09/1996, quarta-feira, 20h30.
Competição: Campeonato Brasileiro – Turno único – 6ª rodada
Local: Estádio Ícaro de Castro Melo, o Ibirapuera, em São Paulo, SP.
Público: 6.704 pagantes
Renda: R$ 72.480,00
Árbitro: Jorge Travassos (RJ).
Cartões amarelos: Daniel Frasson, Lauro, Flávio, Sérgio Winck, Adaílton e Picolli (J).
Gols: Alessandro (10-2) e Zé Renato (27-2).

SANTOS
Edinho; Valdir (Gustavo Nery), Jean, Narciso e Marcos Adriano; Baiano, Carlinhos, Robert e Piá (Alessandro); Camanducaia e Jamelli (Cuca).
Técnico: José Teixeira

JUVENTUDE
Márcio; Sérgio Winck, Picolli, Índio e Paulo Sérgio; Daniel Frasson, Flávio (Zé Renato), Lauro e Wallace (Carlinhos); Adaílton e Fernando Carlos.
Técnico: Geninho



Juventude arranca empate do Santos

Santos e Juventude empataram em 1 a 1, ontem, em São Paulo.

O jogo começou movimentado, com Adaílton criando duas oportunidades de gol para a equipe gaúcha nos 15 minutos iniciais. Os santistas, em contrapartida, reclamaram de um pênalti em Piá.

Aos 20min, Sérgio Winck assustou Edinho em cobrança de falta de fora da área. O goleiro acabou tocando para escanteio.

A movimentação inicial, porém, acabou arrefecendo, com as equipes se retraindo e fechando a marcação no meio-campo.

Aos 34min, Piá conseguiu receber livre na grande área, mas desperdiçou o chute, defendido por Márcio. Um minuto mais tarde, Edinho devolveu mal bola com os pés, e Wallace desperdiçou.

Aos 49min -o juiz prolongaria a etapa até os 51min-, Robert bateu forte de fora da área e quase marcou. Um leve desvio da zaga mandou a bola para escanteio.

Para a segunda etapa, o técnico José Teixeira mexeu nas laterais. Colocou Gustavo no lugar de Valdir e deslocou Marcos Adriano para a direita. Não satisfeito, tirou Piá e colocou Alessandro.

As alterações foram totalmente justificadas aos 10min, quando Alessandro aproveitou cruzamento e cabeceou para fazer 1 a 0.

Wallace tentou descontar, quatro minutos mais tarde, mas Edinho fez grande defesa.

Em desvantagem, o Juventude subiu ao ataque. E, aos 27min, Zé Renato, que entrara pouco antes, no lugar de Flávio, empatou, com chute indefensável de fora da área.



Santos enfrenta o ‘teste mais difícil’ ( Em 04/09/1996 )

O Santos enfrenta o Juventude hoje, às 20h30, no estádio do Ibirapuera, em São Paulo. Segundo o técnico José Teixeira, esse será o “teste mais difícil” do time.

“Conheço o Geninho (treinador do Juventude). Os jogadores dele marcam muito, não deixam jogar. Se não tomarmos cuidado, perderemos a partida”, disse Teixeira.

As dificuldades que o técnico prevê devem aumentar, pois o Santos jogará bem desfalcado. O lateral-direito Anderson terá que cumprir suspensão por ter levado o terceiro cartão amarelo.

Teixeira tem duas opções: escalar o novato Valdir ou deslocar Marcos Adriano para a direita e colocar Gustavo na esquerda.

Para a vaga do volante Marcos Assunção, expulso no último jogo, a escolha natural seria Baiano, mas o técnico não descarta usar Cuca.

Caso Sandro, contundido, não possa atuar, Jean entrará na zaga ao lado de Narciso, que retornou da seleção brasileira.

Após cinco jogos no Brasileiro, o técnico diz já ter dados para avaliar os atletas. O técnico disse que vai apresentar estatísticas individuais de rendimento e estabelecer metas de acerto para cada jogador.

“Os jogadores de defesa não podem errar passes”, afirmou.

No Juventude, o zagueiro Índio e o volante Daniel Frasson devem voltar ao time, mas o técnico Geninho ainda tem problemas para escalar a equipe titular.

Adílson está contundido. Fábio Renato e Jean estão suspensos.