Santos 2 x 0 Botafogo-SP

Data: 10/02/2020, segunda-feira, 20h00.
Competição: Campeonato Paulista – 1ª fase – 5ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 3.504 pagantes
Renda: R$ 115.525,00
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Auxiliares: Fabrício Porfírio de Moura e Leonardo Tadeu Pedro.
Cartões amarelos: Luiz Felipe (S); Didi (B).
Gols: Carlos Sánchez (20-1) e Eduardo Sasha (10-2).

SANTOS
Vladimir; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca (Jobson) e Carlos Sánchez; Raniel (Kaio Jorge), Eduardo Sasha (Renyer) e Soteldo.
Técnico: Jesualdo Ferreira

BOTAFOGO-SP
Darley; Sa, Reginaldo, Jordan e Gilson; Didi, Edson Júnior (Ferreira), Jonata Machado (Calabres) e Francis; Guilherme Romão (Ronald) e Diego Cardoso.
Técnico: Wagner Lopes



Santos joga para o gasto e vence fácil sob regência de Soteldo

O Santos nem precisou de tanta intensidade para vencer, sem maiores problemas, o Botafogo-SP por 2 a 0, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista.

O domínio foi completo dos santistas, que tiveram Carlos Sánchez e Soteldo como principais destaques. O camisa 10 venezuelano, aliás, voltou muito bem do Pré-Olímpico.

O Peixe não deu show e poderia ter acelerado mais a partida. Ainda assim, amenizou a derrota para o Corinthians, sofrida como visitante. Sob chuva e com o apoio de apenas 3.504 torcedores, os comandados do português Jesualdo Ferreira fizeram bem o “arroz com feijão”.

No primeiro tempo, Soteldo deu uma bela cavada para Sasha, que abriu na esquerda e cruzou para Sánchez pegar de primeira, bonito, e abrir o placar.

Na etapa final, Soteldo fez jogada individual pela esquerda e cruzou para Sasha completar para as redes, de peixinho.

A partir disso, o Santos passou a se poupar no campo, Jesualdo promoveu suas substituições e o Botafogo se viu incapaz de incomodar. O time do interior foi embora sem chutar sequer uma bola ao gol.

O resultado levou o Santos aos 10 pontos em cinco rodadas, na liderança do Grupo A, bem diferente do seu adversário desta noite, que continua com apenas 1 pontinho somado, na lanterna do Grupo B.

Bastidores – Santos TV:

Jesualdo explica situação de Soteldo no Santos e admite orientação nova

Soteldo foi o grande destaque do Santos na vitória sobre o Botafogo-SP, nesta segunda-feira. O técnico Jesulado Ferreira não poupou elogios ao seu camisa 10 e aproveitou para explicar que a condição física do venezuelano ainda não é a ideia.

“Soteldo veio de um processo diferente do nosso, pouco trabalho aqui, cerca de uma semana apenas. Foi para o torneio (Pré-Olímpico) em que são muitos jogos com pouco espaço de recuperação. Ele não chegou em boas condições, chegou cansado e não pôde estar à disposição com o Corinthians. Não esperava muito mais do que ele fez hoje, porque ainda não está muito bem, mas é um jogador que dá mais agressividade no ataque, vai ser alguém que não só marca gols, como alguém que dá assistência. É diferente dos outros”.

O treinador português não percebeu nenhuma alteração em Soteldo por causa da proposta do Atlético-MG, explicou que vê com naturalidade esse tipo de situação nessa época do ano.

Dentro de campo, o técnico europeu admitiu que pediu para Soteldo começar a rodar por um setor em que não está tão acostumado.

“Qualquer atacante deve conhecer muito bem as três zonas em que se joga: na esquerda, central e à direta. É importante que todos pisem e saibam jogar nessas posições. Soteldo tem capacidade de jogar de um lado e do outro. Hoje, depois do gol, era importante que ele mudasse”.

Jesualdo elogia Sánchez, mas fala em busca por alternativa no Santos

Carlos Sánchez abriu o placar para o Santos e comandou o meio de campo da equipe na partida desta segunda-feira, contra o Botafogo-SP. Jesualdo Ferreira falou com entusiasmo sobre o uruguaio depois da vitória santista por 2 a 0, na Vila Blemiro.

“Sanchez é um jogador muito experiente, tem uma grande qualidade na forma como finaliza, é também dentro do campo um líder que é importante termos, temos de criar mais líderes, no ultimo terço é muito forte. É um jogador que incomoda os adversários”.

Aliás, o trio formado por Sánchez, Soteldo e Pituca funcionou bem em alguns momentos do confronto. Essa empolgação, porém, Jesualdo tratou de acalmar.

“Vamos tentar encontrar alternativas para todos os jogadores que temos. Há uma rotação durante os jogos, a ansiedade de conhecer melhor alguns, dar confiança a quem está jogando menos, mas a jornada é longa e esses três não são suficientes. Temos de criar a possibilidade de outros sistemas e com outros jogadores. Ninguém consegue fazer um time em um mês”, disse, antes de uma breve avaliação sobre a partida.

“Conseguimos controlar o jogo adversário e nem sempre a bola gira com a velocidade que nós queremos. Isso são aspectos que com o tempo vão sendo normais, mas a equipe foi capaz de imprimir sua força contra uma equipe muito fechada”.

Jesualdo diz que viu Vladimir em 2019 e promete dar confiança ao goleiro no Santos

Vladimir fez parte do grupo do Avaí que acabou rebaixado à Série B no Campeonato Brasileiro, em 2019. Ainda assim, o goleiro conseguiu se destacar com atuações individuais.

O resultado do trabalho no ano passado pode ser colhido agora, com Jesualdo Ferreira. O técnico português, pelo visto, assistiu aos vídeos de Vladimir e resolveu dar a primeira oportunidade em 2020 nessa segunda, contra o Botafogo-SP.

“Quando você tem uma temporada longa e tem quatro goleiros, não faz sentido que se faça muitos jogos só com os mesmos. Vladimir tem que encontrar confiança também. Com tanto jogo pela frente, com calma, vou fazendo isso, dar chance para que outros goleiros joguem”, explicou o técnico.

É bom Everson ligar o sinal de alerta, porque Jesualdo conseguiu elogiar Vladimir mesmo em um jogo que o adversário não chutou sequer uma bola no gol.

“Saiu em uma bola no chão, no alto não teve problemas. Foi uma noite tranquila, aquilo que eu esperava dele eu consegui, acho que ele tem muita qualidade, aquilo que já tive oportunidade de ver no ano passado. É um goleiro com grande qualidade e precisa de confiança”, concluiu.