Ceará 0 x 1 Santos

Data: 05/09/2020, sábado, 21h00.
Competição: Campeonato Brasileiro – 8ª rodada
Local: Arena Castelão, em Fortaleza, CE.
Público: fechado devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: Wagner Reway (PB)
Auxiliares: Oberto da Silva Santos e Kildenn Tadeu Morais de Lucena (ambos de PB).
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Luiz Otávio, Bruno Pacheco e Leandro Carvalho (C); Lucas Veríssimo, Felipe Jonatan, Kaio Jorge e Lucas Braga (S).
Cartões vermelhos: Samuel Xavier e Bruno Pacheco (C); Luan Peres e Alison (S).
Gol: Felipe Jonatan (08-1).

CEARÁ
Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles, Fabinho (Lima), Fernando Sobral e Vinícius Vina; Leandro Carvalho (Mateus Gonçalves) e Cléber (Rafael Sóbis).
Técnico: Guto Ferreira

SANTOS
João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Arthur Gomes (Jobson); Marinho (Madson), Lucas Braga (Alex Nascimento) e Kaio Jorge (Carlos Sánchez).
Técnico: Cuca



João Paulo salva, Felipe Jonatan marca e Santos vence o Ceará

O Santos venceu o Ceará por 1 a 0 neste sábado, na Arena Castelão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado por Felipe Jonatan, ex-Vozão, aos oito minutos do primeiro tempo.

O técnico Cuca poupou Carlos Sánchez e Yeferson Soteldo e levou a campo uma equipe mais defensiva, com Arthur Gomes no meio-campo, Lucas Braga no ataque e a aposta no contra-ataque.

O Peixe sofreu na defesa e viu João Paulo fazer pelo menos cinco grandes defesas. O goleiro aproveita as chances e se firma cada vez mais como titular.

Com a vitória, o Alvinegro termina o sábado na sétima colocação, com 11 pontos, e ultrapassa o Ceará, com 10 e no oitavo lugar do Brasileirão.

O jogo

Com uma proposta mais defensiva, o Santos foi efetivo e abriu o placar logo aos oito minutos. Marinho cruzou, a bola passou por todo mundo e sobrou para Felipe Jonatan, de fora da área, chutar cruzado. 1 a 0 para o Peixe.

O Ceará sofreu com a marcação alvinegra e chegou apenas na bola parada. Charles, aos 19, e Tiago, no minuto 21, ficaram perto do gol. Quando o placar marcava 33, Vina cobrou falta colocada e o goleiro João Paulo foi busca no ângulo.

O Santos criou pouco, mas esteve perto de ampliar aos 27 minutos. Arthur Gomes cobrou escanteio e Lucas Veríssimo cabeceou para grande defesa de Fernando Prass.

A primeira chance da etapa final foi de Arthur Gomes, aos oito minutos. O atacante recebeu de Diego Pituca, pedalou e obrigou Fernando Prass a salvar o Ceará.

No minuto seguinte, foi a vez do Vozão. Vina lançou Leandro Carvalho nas costas de Felipe Jonatan. Cara a cara, o atacante bateu e João Paulo defendeu com o pé.

Aos 19, o Ceará chegou de novo. Vina colocou Mateus Gonçalves na cara do gol e João Paulo manteve o Santos à frente do placar novamente.

Perto dos 30 jogados, o Ceará ficou muito perto novamente. Aos 28, Vina acertou a trave. No minuto 30, Mateus Gonçalves cruzou e Sóbis não chegou a tempo na pequena área.

Logo depois de Fernando Sobral obrigar João a fazer nova defesa, o clima esquentou. Samuel Xavier foi cobrar Marinho por cavar uma falta. Luan Peres se irritou e o empurrou. Ambos foram expulsos. Bruno Pacheco e Alison ainda levaram o vermelho nos acréscimos.

Nos minutos finais, o Santos sofreu, quase ampliou com Marinho e conseguiu administrar a vitória, a primeira depois de três partidas.

Bastidores – Santos TV:

Cuca acha que Santos venceu e convenceu contra o Ceará: “Primeiro tempo precioso”

Cuca aprovou o desempenho do Santos na vitória por 1 a 0 sobre o Ceará neste sábado, na Arena Castelão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

O técnico acredita que o Peixe, apesar da pressão no segundo tempo e da ótima atuação de João Paulo, venceu e convenceu.

“Análise do jogo é que nós fizemos primeiro tempo precioso, muito bem jogado. Saída de bola, finalizações, muitas chances. Ceará teve uma cabeçada, nós tivemos quatro ou cinco chances. Primeiro tempo quase que perfeito dentro da proposta. João Paulo foi bem, nós também criamos para fazer o segundo no segundo tempo. Resultado justo, uma grande partida nossa. Jogadores praticamente sem treinar junto. Temos conversado mais que treinado. Nem um mês com oito jogos no nosso trabalho. Hoje era essencial vencer”, disse Cuca.

“Time bem posicionado, com alternativas diferentes. Não é poupar, é pensar no amanhã. São dois jogos por semana, viajamos o dia inteiro, campo pesado, calor. Natural sentir um pouco no segundo tempo. Dois times acabaram com nove, mais desgaste ainda. Fizemos dois bons jogos contra cariocas (Flamengo e Vasco) sem resultado. Hoje jogamos bem e vencemos. Segunda vitória fora de casa, Sport e Ceará. Ceará é forte, muito bem ajustado. Vitória que dá confiança”, completou o treinador.

João Paulo brilha pelo Santos e vê vitória contra o Ceará como “obrigação” após jejum

João Paulo foi o melhor jogador do Santos na vitória por 1 a 0 sobre o Ceará neste sábado, na Arena Castelão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

O goleiro santista fez pelo menos cinco grandes defesas para evitar o empate do Vozão. A confiança é tanta que o Menino da Vila driblou na pequena área nos acréscimos…

João admitiu a boa atuação, mas destacou o coletivo e viu os três pontos como obrigação após três partidas sem vitória: Palmeiras, Flamengo e Vasco.

“Com certeza foi uma grande partida. Temos que valorizar nossa vitória. Grupo está de parabéns, se doou e agora é comemorar. Tivemos duas oportunidades de pontuar em casa, não conseguimos e era nossa obrigação esses três pontos”, disse João Paulo, ao Premiere.

Cuca elogia João Paulo, destaca Everson e não cita Vladimir: “Santos está muito bem servido de goleiros”

Cuca elogiou João Paulo, mas também destacou o desempenho de Everson nos treinamentos do Santos após o processo frustrado na Justiça do Trabalho.

João foi o melhor em campo na vitória do Peixe por 1 a 0 sobre o Ceará. No banco de reservas estiveram John e Everson. Everson foi relacionado pela primeira vez desde o arrependimento.

O técnico do Alvinegro disse que Everson voltou melhor que antes da ação trabalhista, em julho, e não citou Vladimir, titular até sofrer uma inflamação no pé direito e com contrato até dezembro.

“João Paulo é muito importante, mas não posso deixar de enaltecer os outros goleiros. Sou correto, tenho planos para todos meus goleiros. Tenho que falar do John e Everson está treinando muito. Santos está muito bem servido de goleiros”, disse Cuca.

“Everson voltou mais em forma do que quando saiu, mais magro, está treinando muito bem. Estamos muito contentes com os goleiros que temos”, completou.

Cuca elogia Arthur Gomes como meia e pede confiança ao torcedor do Santos

Cuca gostou da atuação de Arthur Gomes como meia na vitória do Santos por 1 a 0 sobre o Ceará no último sábado, no Castelão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Com Carlos Sánchez poupado, a opção de Cuca foi por improvisar Arthur no meio-campo. O técnico aprovou e pediu confiança ao torcedor santista.

“Gostei, deu dinâmica. Tem habilidade, chegou bem na frente. Sentiu a falta de ritmo de jogo, mas foi bem”, disse Cuca, em entrevista coletiva.

“Precisa de confiança, torcedor precisa confiar. É bom menino, é bom jogador e pode nos ajudar”, completou o treinador.

Com três desfalques, Santos só tem duas opções para a zaga contra o Atlético-MG

Lucas Veríssimo, Luan Peres e Alison desfalcarão o Santos diante do Atlético-MG na próxima quarta-feira, na Vila Belmiro, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Ceará, neste domingo.Os outros dois levaram o vermelho direto.

Sem Veríssimo, Luan e Alison, o Peixe tem apenas dois zagueiros para enfrentar o Galo: Alex Nascimento e Wagner Leonardo, ambos da base.

O técnico Cuca já falou sobre não gostar de dois canhotos na defesa, mas não há outro jeito. Alex e Wagner têm a perna esquerda como dominante. Luiz Felipe está lesionado. Alguém do Santos B pode ser relacionado: Robson, Derick ou Gustavo Cipriano.

Carlos Sánchez e Yeferson Soteldo, poupados contra o Vozão, podem voltar à equipe titular diante do Atlético.

Luan Peres, do Santos, é expulso após não cometer uma única falta no Brasileirão

Luan Peres não cometeu uma falta sequer no Campeonato Brasileiro, mas foi expulso pela primeira vez em 2020.

O cartão vermelho direto ocorreu na vitória do Santos por 1 a 0 sobre o Ceará no último sábado, no Castelão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Luan se irritou com a cobrança de Samuel Xavier a Marinho após falta marcada e empurrou o lateral-direito do Vozão.

Essa foi a segunda expulsão de Luan Peres pelo Peixe. Em 2019, o zagueiro foi para o chuveiro mais cedo na derrota para o Athletico.

Além de Luan, Lucas Veríssimo e Alison não estarão à disposição contra o Atlético-MG, quarta-feira, na Vila Belmiro.

Torcedor do Ceará, Felipe Jonatan decide pelo Santos: “Lei do ex funcionou”

Revelado pelo Ceará, Felipe Jonatan fez o gol da vitória do Santos contra o ex-time neste sábado, na Arena Castelão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. E não comemorou em respeito ao clube formador.

O lateral-esquerdo fez de fora da área, aos oito minutos do primeiro tempo. Foi o segundo dele no Brasileirão.

“Sou torcedor do Ceará, nunca escondi de ninguém, mas defendo o Santos, mundialmente conhecido. Clube que me dá sustento e estou muito feliz pelo gol”, disse Felipe Jonatan, ao Premiere.

“Feliz demais. Voltar à terrinha, atuar onde tudo se iniciou. Feliz por abrir o placar e ver o que o Cuca quer para o segundo tempo. Graças a Deus a lei do ex funcionou”, completou.