Botafogo 0 x 0 Santos

Data: 20/09/2020, domingo, 18h15.
Competição: Campeonato Brasileiro – 11ª rodada
Local: Estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro, RJ.
Público: fechado devido a pandemia de Covid-19.
Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Sidmar dos Santos Meuer (ambos do PR).
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Gatito, Fernando, Caio Alexandre e Davi Araújo (B); Carlos Sánchez (S).

BOTAFOGO
Gatito Fernández; Fernando (Barrandeguy), Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luís (Hugo); Rentería (Luiz Otávio), Caio Alexandre (Rafael Forster) e Davi Araújo (Honda); Rhuan, Kalou e Matheus Babi.
Técnico: Paulo Autuori

SANTOS
João Paulo; Pará (Madson), Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Jean Mota (Tailson) e Carlos Sánchez (Ivonei); Marinho, Arthur Gomes (Lucas Lourenço) e Raniel (Kaio Jorge).
Técnico: Cuca



Santos joga melhor, mas esbarra em Gatito e só empata com o Botafogo

O Santos criou as melhores chances, mas só empatou em 0 a 0 com o Botafogo neste domingo, no Estádio Nilton Santos, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Peixe esbarrou na falta de pontaria e na ótima atuação do goleiro Gatito. Os donos da casa chegaram com perigo em raras oportunidades. O Alvinegro finalizou cinco vezes mais.

Com o empate, o Santos é o sétimo colocado no Brasileirão, com 16 pontos. O Botafogo ocupa o 18º lugar, com 10, e segue na zona do rebaixamento.

O jogo

Os primeiros minutos foram equilibrados, de estudo de parte a parte. Logo depois, o Santos melhorou e criou as principais chances de gol.

Arthur Gomes, o melhor da etapa inicial, deu trabalho para Gatito em cruzamento rasteiro aos 7′. No minuto 13, Arthur tabelou com Marinho e encobriu o goleiro do Botafogo. A zaga afastou na linha, mas o lance foi invalidado por impedimento.

Aos 16, Arthur Gomes apareceu de novo. Ele soltou uma bomba com a perna direita para Gatito espalmar. No escanteio, o goleiro ia fazendo uma lambança, mas conseguiu evitar o “gol contra”.

Quando o placar marcava 22, os donos da casa criaram a primeira oportunidade clara. Davi Araújo recebeu lançamento, conseguiu encobrir o goleiro João Paulo e Luan Peres afastou.

Aos 33, Arthur, de novo ele, recebeu pela esquerda, clareou o lance e bateu colocado, muito perto da trave esquerda de Gatito Fernández.

E no minuto 38, rolou uma polêmica da arbitragem. Caio Alexandre fez falta dura em Diego Pituca e o juiz Igor Benevenuto, sem pensar duas vezes, deu cartão vermelho. O VAR foi consultado e, após checagem no vídeo, a decisão foi alterada. Amarelo para o botafoguense.

Desta vez, a primeira chance foi do Botafogo. Aos quatro minutos, Marcelo Benevenuto subiu mais que todo mundo e ficou perto de abrir o placar.

Depois, o Santos pressionou. Aos 11, o zagueiro Luan Peres mostrou categoria e bateu colocado com perigo. No escanteio, Marinho ajeitou para a pequena área e ninguém apareceu. A bola sobrou para Sánchez, que finalizou bonito para grande defesa de Gatito.

Quando o placar marcava 29 jogados no Engenhão, Carlos Sánchez cruzou bem e Kaio Jorge cabeceou bonito. A bola passou raspando a trave novamente.

Aos 35, Felipe Jonatan fez boa jogada individual e cruzou. O jovem Kaio Jorge, na pequena área, girou e bateu por cima do travessão. Já nos acréscimos, Madson inverteu e Ivonei, sozinho, obrigou Gatito a fazer outro milagre.

Nos minutos finais, o Santos seguiu na pressão, mas não conseguiu a vitória. O Peixe foi bem melhor que o Botafogo, mas não impediu o empate.

Bastidores – Santos TV:

Cuca ‘esquece’ punições do Santos e diz: “Eu cuido dos meninos e só”

O Santos foi punido pela segunda vez na Fifa e não pode contratar jogadores em função da dívida de R$ 30 milhões com o Hamburgo, da Alemanha, e outros R$ 18 milhões com o Huachipato, da Venezuela. Enquanto isso, Cuca tenta pensar apenas em campo.

O técnico valoriza os Meninos da Vila e não cria expectativa por reforços.

“Eu cuido dos meninos e só, não quero saber de mais nada. Meu trabalho foi tentar ajustar os casos na Justiça do Everson e Sasha (reforços do Atlético-MG), deu certo. Quitamos parte das pendências e não penso em reforço porque tenho que cuidar dos meninos. Me queixo de nada. Vou dar meu máximo, não vou lamentar punição. Colocar culpa em um ou outro… Isso não ajudaria. No dia 30 de setembro, não se pode mais contratar ou vender via Estatuto. São 10 dias. Tirando sábado e domingo, sobram oito”, disse Cuca, em entrevista coletiva.

Como a Gazeta Esportiva publicou, Cuca conversou com o zagueiro Laércio e o meio-campista Elias e falou sobre a possibilidade de não esperarem pela regularização.

E como citou o treinador na entrevista, o Estatuto Social prevê anuência do Conselho Deliberativo a partir de outubro, três meses antes da eleição. A relação do presidente José Carlos Peres é ruim com a maior parte dos conselheiros.

Marinho desabafa sozinho após empate do Santos, e Cuca diz: “Torcedor tem que valorizar”

Marinho chamou a atenção não apenas durante o jogo, mas principalmente depois do apito final de Botafogo 0 x 0 Santos no último domingo, no Estádio Nilton Santos, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O camisa 11 ficou no gramado por alguns minutos e foi o último do elenco a sair. Ele falou sozinho, socou o gramado, olhou para o céu e abriu os braços e, por fim, sentou no campo, na chuva, por alguns minutos.

Em entrevista coletiva, o técnico Cuca valorizou o atacante.

“Chorou, socou o gramado, ficou desolado. E não é só ele. São todos. O torcedor tem que valorizar esse tipo de profissional. Esses meninos, e Marinho também, com espírito jovem, passam dificuldade enorme. Ninguém reclama de atraso ou outras coisas”, disse Cuca.

“Estamos construindo uma família. Quando fazemos partida tão bela e não ganhamos, entra o emotivo. Por essa razão imagino o motivo de ter ficado bravo. E como fazemos tudo e mais um pouco, também fico sentido. Temos que valorizar o jogo ao invés de reclamar”, completou.

Cuca elogia Arthur Gomes e valoriza jogo do Santos: “Controladíssimo”

Cuca elogiou Arthur Gomes, um dos destaques no empate do Santos em 0 a 0 com o Botafogo neste domingo, no Estádio Nilton Santos, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O atacante substituiu Soteldo e criou várias chances, principalmente no primeiro tempo.

“Jogamos com dois meias (Carlos Sánchez e Jean Mota), tivemos mais criatividade, mais jogo pelo meio. Arthur Gomes fez uma grande partida. Faltou fazer o gol. Se faz o gol, coroa uma atuação tão bela como a de hoje. Empate deixa uma dúvida mesmo com essa atuação. Procuro diferenciar resultado da atuação. Atuação foi muito boa. Resultado muito ruim”, disse Cuca, em entrevista coletiva. .

“Poderíamos ter feito o gol e termos uma vitória tranquila. Infelizmente não fizemos o gol e perdemos dois pontos. Era jogo para ter vencido. Estamos consolados pelo jogo que fizemos. Fizemos jogo ruim contra o Internacional, nos outros tivemos mais posse e no mínimo igualdade com os adversários. Jogamos muito, perdemos oportunidades e Gatito foi o melhor não à toa. Um jogo muito bem jogado da nossa parte. Jogo controladíssimo, com posse de bola, com movimentações interessantes, bonitas, envolvendo adversário e criando muitas chances, tanto no primeiro quanto no segundo tempo. Mais de 20. Saímos tristes por deixar dois pontos aqui”, completou.