Cúcuta Deportivo 0 x 2 Santos

Data: 08/05/2008
Competição: Copa Libertadores – Oitavas-de-final – Jogo de volta
Local: Estádio General Santander, em Cúcuta, Colômbia.
Árbitro: Carlos Amarilla (PAR)
Assistentes: Oscar Viera e Manuel Bernal (ambos do PAR)
Cartões amarelos: Adriano (S)
Gols: Kléber Pereira (39-1) e Lima (08-2).

CÚCUTA
Castellanos; González, Portocarrero, Córdoba e Rivas (Arriaga); Charles Castro, James Castro (Henry), Amarilla e Torres; Cabrera e Urbano.
Técnico: Pedro Sarmiento

SANTOS
Fábio Costa; Betão, Marcelo, Fabão e Kléber; Rodrigo Souto (Anderson Salles), Marcinho Guerreiro, Adriano e Molina (Quiñonez), Lima (Trípodi) e Kléber Pereira
Técnico: Emerson Leão



Santos derrota Cúcuta na Colômbia e encara América nas quartas

Deu certo a estratégia montada por Emerson Leão de buscar o gol na Colômbia e evitar drama contra o Cúcuta. O Santos brecou o ataque colombiano, ditou o ritmo do jogo, e venceu o rival com tranqüilidade na madrugada de quinta para sexta, por 2 a 0, assegurando vaga às quartas da Libertadores.

A vitória poderia ter sido por goleada, mas o Santos abusou dos erros no ataque.

A equipe da Vila manteve a escrita de nunca ter sido eliminada nas oitavas da competição (ultrapassou esta fase em nove edições da Libertadores). Vitorioso no duelo de ida (2 a 0), o Santos se classificava até mesmo com uma derrota por um gol. Agora os santistas enfrentam o América-MEX, que eliminou o Flamengo.

Como havia solicitado nos treinamentos, Leão observou um Santos cauteloso em campo, sem, porém, esquecer de atacar. E as melhores chances de gol da 1ª etapa foram justamente do time paulista, com destaques para Molina e Kléber Pereira. Fabão, impedido, anotou de cabeça, mas o árbitro invalidou a jogada.

Para não sobrecarregar a defesa alvinegra, o atacante Lima acatou pedido do técnico e acumulou função defensiva quando o Cúcuta atacou. Já Rodrigo Souto teve autonomia para iniciar investida ofensiva. Como ocorreu em partidas anteriores, Pereira abusou de errar no ataque, perdendo três chances claras de abrir o marcador.

De tanto perder oportunidade, Pereira, enfim, provou porque é matador. Em rebote após chute de Marcinho Guerreiro, o atacante aproveitou rebote do goleiro e mandou no ângulo, aos 39 min.

Visivelmente desanimado, o Cúcuta permitiu o domínio total do Santos na segunda etapa. Sem oferecer qualquer marcação ao ataque santista, os colombianos viram o time da Vila criar inúmeros contra-ataques. Em um deles, Lima aproveitou passe de Kleber Pereira e não teve dificuldade em ampliar o placar.

Tranqüilo, o Santos aproveitou a vantagem para substituir durante o 2º tempo o meia Molina, que vem de duas contusões musculares.

Santos e América iniciam os confrontos das quartas-de-final no México. Por ter feito melhor campanha na etapa de grupos, o Santos decide essa fase na Vila Belmiro. A Conmebol definirá nesta sexta-feira as datas e horários dos duelos da Libertadores.