Santos 3 x 0 Gimnasia y Esgrima

Data: 14/03/2007, quarta-feira, 21h45.
Competição: Copa Libertadores – Grupo 8 – 3ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 6.955 pagantes
Renda: R$ 62.110,00
Árbitro: Ricardo Grance (PAR)
Auxiliares: Atilio Invernizzi e Manuel Bernal (ambos do PAR)
Cartões amarelos: Semino, San Esteban, Kletnicki (G); Antônio Carlos, Fábio Costa, Adaílton, Rodrigo Tiuí (S).
Gols: Marcos Aurélio (06-1), Cléber Santana (07-2) e Zé Roberto (25-2).

SANTOS
Fábio Costa; Denis, Adaílton, Antônio Carlos e Kléber; Maldonado, Rodrigo Souto, Cléber Santana (Pedrinho) e Zé Roberto; Marcos Aurélio (Rodrigo Tabata) e Rodrigo Tiuí (Ávalos)
Técnico: Wanderley Luxemburgo

GIMNASIA Y ESGRIMA
Kletnicki; Semino, San Esteban, Gentiletti e Basualdo; Ormeño, Escobar (Romero), Cornejo (Dubarbier) e Pacheco; Leal (Silva) e Piergüidi
Técnico: Pedro Troglio



Santos vence e mantém 100% de aproveitamento na Libertadores

O Santos conquistou nesta quarta-feira sua terceira vitória (100% de aproveitamento) na fase de grupos da Taça Libertadores-2007 ao vencer o Gimnasia y Esgrima (Argentina) por 3 a 0, na Vila Belmiro.

O time da Baixada lidera o Grupo 8, que tem ainda o Defensor (Uruguai) e o Deportivo Pasto (Colômbia).

Logo aos 6min, o Santos abriu o placar. Marcos Aurélio recebeu lançamento longo e tocou na saída do goleiro Kletnicki e a bola ainda tocou em Basualdo antes de entrar.

Com a vantagem no placar logo no início da partida, o Santos teve mais tranqüilidade para tocar a bola e procurar espaços na defesa argentina.

Aos 32min, o Santos quase ampliou. O lateral Denis recebeu a bola dentro da área, completamente livre, e chutou para fora, por cima do travessão.

“Precisamos de um pouco mais de concentração no momento da finalização. Dominamos o primeiro tempo”, disse o meio-campista Zé Roberto, na saída para o intervalo.

Logo no início da etapa final, aos 7min, o Santos ampliou. Zé Roberto fez ótima jogada pela esquerda e tocou para Cléber Santana, que, dentro da área, chutou forte, no canto, sem defesa para o goleiro do Gimnasia.

Aos 25min, o Santos chegou ao terceiro gol, de muita categoria. Zé Roberto arrancou pela esquerda, ganhou na velocidade do zagueiro e tocou por cobertura na saída do goleiro.

O Santos quase ampliou aos 48min, mas Rodrigo Tabata desperdiçou uma cobrança de pênalti, Kletnicki defendeu.

Líder do Campeonato Paulista com 32 pontos, o Santos volta a campo no domingo, quando enfrenta o Ituano, fora de casa.