América-MEX 0 x 0 Santos

Data: 16/05/2007
Competição: Copa Libertadores – Quartas-de-final – Jogo de ida
Local: Estádio Azteca, na Cidade do México.
Árbitro: Roberto Silvera (uruguaio)
Cartões amarelos: Torres e Cuevas (A); Domingos, Marcelo e Zé Roberto (S).

AMÉRICA-MEX
Ochoa; Cervantes, Baloy, Iñigo (Cabañas), Rojas, Torres, Peña, Mosqueda (Blanco), Infante, Pérez e Cuevas.
Técnico: Luis Fernando Tena

SANTOS
Fábio Costa; Domingos, Marcelo e Ávalos; Alessandro, Rodrigo Souto (Rodrigo Tabata), Maldonado, Cléber Santana, Zé Roberto e Kléber; Marcos Aurélio (Pedrinho).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos empata com América e joga por vitória simples na Vila

O Santos empatou por 0 a 0 com o América, na noite desta quarta-feira, na Cidade do México, e precisa de uma vitória simples no jogo da volta para assegurar vaga nas semifinais da Taça Libertadores da América.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, na Vila Belmiro. Os mexicanos ficam com a vaga se a partida terminar empatada, mas desde que aconteçam gols. Nova igualdade por 0 a 0 levará a decisão para os pênaltis.

Nunca uma equipe brasileira foi eliminada por uma mexicana em um mata-mata na Libertadores. Até hoje foram sete confrontos eliminatórios, todos com classificação dos times do Brasil.

O América não entrou com a sua formação principal esta noite, já que tem na quinta-feira um importante compromisso pelo campeonato local. Mas, mesmo assim, o técnico do Santos, Vanderlei Luxemburgo, disse que não esperava facilidades na partida.

“Já joguei algumas vezes com time reserva e não deixei de ganhar. Passei para os jogadores que esta é uma decisão e temos que vencer”, disse o treinador à TV Globo, antes da partida.

O jogo

Os dois times fizeram um jogo sem muitas emoções e criaram poucas jogadas ofensivas. As chances de gol foram raras durante a primeira etapa. O Santos entrou em campo com um sistema 3-6-1 com apenas Marcos Aurélio de atacante.

O Santos, como já prometia antes da partida, apostou em chutes de longe. Aos 17min, o meio-campista Cléber Santana arriscou de fora, mas a bola subiu muito e passou longe do gol. Aos 28min foi a vez de Marcos Aurélio tentar, mas o goleiro Ochoa pegou.

A melhor chance do time brasileiro foi aos 32min. Kléber fez boa jogada na esquerda e chutou, mas a bola bateu na zaga mexicana, que afastou de qualquer maneira. O América respondeu sete minutos depois. Após boa jogada pela esquerda, Mosqueda desviou e obrigou Fábio Costa a fazer boa intervenção.

O panorama de poucas emoções não mudou na segunda etapa, apesar de o time mexicano ter tomado uma atitude mais ofensiva, com a entrada dos atacantes Blanco e Cabañas. O Santos procurou apenas explorar os contra-ataques e levou pouco perigo ao gol defendido por Ochoa.

O América teve a sua melhor chance para abrir o placar aos 36min, quando Cuevas fez boa jogada pela esquerda, ganhou disputa com a zaga e chutou forte, mas Fábio Costa defendeu.

Rápido no contra-ataque, o time brasileiro respondeu um minuto depois. Após belo passe de Kléber, Rodrigo Tabata recebeu bola na área e girou em cima do zagueiro, mas chutou fraco para fácil defesa do goleiro adversário.

O Santos volta a jogar agora no próximo sábado, quando encara o América-RN, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.