Barcelona 1 x 3 Santos

Data: 03/03/2004
Competição: Copa Libertadores
Local: Estádio Isidro Romero, em Guayaquil, Equador.
Árbitro: Claudio Martin (ARG)
Cartões amarelos: Villegas, Fleitas, Kaviedes (B); Basílio, Alex e Diego (S)
Gols: Renato (44-1); Basílio (04-2), Teixeira (19-2) e Robinho (38-2).

BARCELONA DE GUAYAQUIL
Cevallos; Carabali, Fleitas e Caicedo; Chatruc (Escobar), Tenorio, Soledispa (Garrido), Villegas (Gavica) e F. George; Teixeira e Kaviedes
Técnico: Victor Luna

SANTOS
Doni; Paulo César, Alex, A. Luís e Léo; Claiton, Renato, Diego (Paulo Almeida) e Elano (Lopes); Robinho e Basílio
Técnico: Emerson Leão



Santos vence Barcelona no Equador e assume liderança isolada

O Santos venceu o Barcelona por 3 a 1, na noite desta quarta-feira, em Guayaquil (Equador), e assumiu a liderança isolada do Grupo 7 da Taça Libertadores.

Com o resultado, o time brasileiro chegou a sete pontos, contra quatro dos equatorianos. O Guaraní (PAR), que hoje empatou por 0 a 0 com o Jorge Wilstermann, é o terceiro, com três. O time da Bolívia tem apenas um ponto.

A vitória serviu ainda para reabilitar a equipe da goleada de 4 a 0 para o Paulista, no Campeonato Estadual, na semana passada.

Apesar do discurso de que a prioridade na partida desta quarta seria a marcação, o Santos começou a partida atacando mais que o rival, mesmo jogando fora de casa.

Logo aos 5min, o atacante Robinho teve boa chance, em um chute de fora da área defendido pelo goleiro Cevallos.

Aos 11min, Basílio desperdiçou outra oportunidade em um chute cruzado da direita. A bola foi para fora, rente à trave.

A resposta do Barcelona veio aos 28min. O lateral Fricson George, que teve passagem pelo Santos, cruzou da esquerda para Kaviedes, de frente para o gol, mas o goleiro Doni saiu bem e fez grande defesa no chute do atacante.

O lance acordou o time da casa, que cresceu na partida. Aos 36min, os jogadores pediram pênalti de Doni em cima de Chatruc, mas o juiz marcou falta de ataque, corretamente.

No melhor momento do Barcelona, foi o Santos quem marcou. Aos 44min, o volante Renato acertou um belo chute de fora da área e acertou o ângulo direito de Cevallos para fazer 1 a 0. Dois minutos depois, Elano ainda acertou o travessão, em mais um chute de longa distância.

Na volta para o segundo tempo, o Santos ampliou logo aos 4min. Lopes, que havia entrado no lugar de Elano, deu passe para Basílio, que bateu cruzado da direita, da entrada da área, e venceu o goleiro.

Após o gol, o time equatoriano voltou a equilibrar a partida e conseguiu diminuir aos 19min. Kaviedes cruzou rasteiro da direita e a bola chegou até o brasileiro Teixeira, livre para empurrar para o gol.

Mas, apesar de sofrer alguma pressão do Barcelona, o Santos chegou ao gols mais uma vez aos 38min. Após lançamento, Leo colocou na área de cabeça e Robinho tocou por baixo do goleiro. Apesar de o chute ter saído fraco, a bola entrou.

O próximo jogo do Santos pela Libertadores é contra o próprio Barcelona, no dia 11, na Vila Belmiro.