Santos 1 x 0 Barcelona

Data: 11/03/2004
Competição: Copa Toyota Libertadores
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 16.296 pagantes
Renda: R$ 197.275,00
Árbitro: Horacio Eliozondo (ARG)
Cartões amarelos: Léo e Róbson (S); Fleitas, Chatruc e Fricson George (B).
Cartão vermelho: Robinho (S).
Gol: Robinho (24-2).

SANTOS
Doni; Paulo César (Marco Aurélio), André Luís, Alex e Léo; Claiton, Renato, Elano (Basílio) e Diego (Preto); Robinho e Robson.
Técnico: Emerson Leão.

BARCELONA DE GUAYAQUIL
Cevallos; Fleitas, Coronel, Caicedo e George; Soledispa, Tenorio, Chatruc e Escobar (Vera depois Hurtado); Kaviedes e Rodrigo Teixeira (Gavica).
Técnico: Victor Luna.



Santos vence o Barcelona e fica perto da vaga nas oitavas da Libertadores

Com um gol de Robinho, o Santos conseguiu na noite desta quinta-feira sua primeira vitória, em casa, na Libertadores da América. Apesar do resultado positivo, equipe da Baixada Santista teve dificuldades para superar o Barcelona do Equador por 1 a 0, na Vila Belmiro.

O resultado isolou ainda mais o Santos na liderança do Grupo 7 da Libertadores. O time de Emerson Leão tem dez pontos, contra quatro do Barcelona, que segue em segundo. Desse modo, a vaga para as oitavas-de-final do torneio ficou mais próxima.

O time da Vila Belmiro partiu para cima do Barcelona e teve boa chance logo no primeiro minuto de jogo. Léo avançou pela esquerda, driblou seu marcador e chutou forte. O goleiro Cevallos defendeu e mandou a bola para o escanteio.

Depois disso, o jogo ficou muito concentrado no meio-campo e os times não criaram boas chances até o final da etapa. Aos 32min, Kaviedes recebeu na entrada da área santista, girou e chutou forte, para grande defesa de Doni.

O zagueiro Alex teve duas boas oportunidades em chutes da direita, uma em cobrança de falta e outra com a bola rolando. O goleiro do Barcelona fez duas boas intervenções. Aos 43min, Robinho chegou a fazer um gol, anulado por impedimento.

Na segunda etapa, as chances continuaram raras, mas o Santos conseguiu aproveitar a melhor delas para conseguir a vitória. Aos 24min, Marco Aurélio fez boa jogada pela direita e cruzou na área do Barcelona. Robinho subiu bem e cabeceou no chão, vencendo o goleiro Cevallos e abrindo o marcador.

O time equatoriano não conseguiu ameaçar a vantagem do Santos até os 40min, quando Robinho fez uma falta no ataque. O juiz argentino Horacio Elizondo mostrou o segundo cartão amarelo para o atacante, que acabou sendo expulso.

O Santos quase ampliou nos acréscimos. O volante Preto, que havia entrado no lugar de Diego, recebeu de Basílio na entrada da área e chutou forte, mandando a bola no travessão.