Santos 0 x 1 São Caetano

Data: 07/08/2004
Competição: Campeonato Brasileiro – 1º turno – 22ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Árbitro: Edilson Pereira de Carvalho (SP).
Cartões amarelos: Elano (S) Marcelo Mattos, Fabrício Carvalho, Gustavo (SC).
Gol: Fabrício Carvalho (01-1).

SANTOS
Tápia; Paulo César (Marcinho), Domingos, André Luiz e Léo; Ricardo Bóvio (Basílio), Fabinho (Luís Augusto), Ricardinho e Elano; Robinho e Deivid.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

SÃO CAETANO
Sílvio Luiz; Ânderson Lima, Gustavo, Ceará e Triguinho; Thiago, Marcelo Mattos, Mineiro e Éder (Marcos Aurélio); Marcinho (Euller) e Fabrício Carvalho (Danilo).
Técnico: Péricles Chamusca.



Santos perde para o São Caetano e pode deixar a liderança

O Santos foi derrotado pelo São Caetano, neste sábado, por 1 a 0, na Vila Belmiro, devido a um erro da arbitragem, que anulou um gol válido de Deivid, e pode ser ultrapassado na liderança do Campeonato Brasileiro caso o São Paulo empate ou vença o Flamengo, no domingo, em Volta Redonda.

Com o resultado, o Santos permanece com 38 pontos, depois de duas derrotas consecutivas –perdeu também para o Grêmio, na quarta-feira, por 3 a 1. Já o São Caetano se recuperou depois de perder para o Corinthians, por 2 a 0, e para o Atlético-PR, por 3 a 0.

O São Caetano abriu o placar logo no primeiro minuto do jogo. Éder tomou a bola pela esquerda e lançou Triguinho. O lateral foi ao fundo e rolou para trás. O atacante Fabrício Carvalho só teve o trabalho de tocar de primeira para marcar o gol.

O time da casa teve sua primeira boa oportunidade aos 8min. Ricardinho fez boa jogada pela esquerda e, da entrada da área, fez o cruzamento. Robinho, na segunda trave, acertou o chute de primeira e a bola saiu cruzada, junto à trave esquerda de Sílvio Luiz. O atacante ainda teve outras duas chances em seguida.

O Santos voltou melhor para o segundo tempo. Aos 11min, em cobrança de escanteio da direita, Basílio desviou de cabeça e Deivid, de carrinho, chegou a marcar o gol, mas a arbitragem anulou mal o gol, alegando impedimento.

Aos 21min, o atacante Euller, que acabara de entrar em campo, foi lançado em um contra-ataque, ganhou na corrida da defesa santista e tocou na saída de Tapia. A bola saiu ao lado da trave direita.

Sete minutos depois, o meia Éder recebeu na entrada da área, puxou para o pé direito e chutou forte. Tapia, de mão trocada, fez grande defesa e evitou que o São Caetano ampliasse o placar.

Aos 35min, Ricardinho cobrou falta da direita da área. Deivid, no meio da defesa do São Caetano, desviou de cabeça e Sílvio Luiz fez uma bela defesa. No minuto seguinte, depois de cruzamento da esquerda, Basílio chegou de carrinho e acertou o travessão. Logo em seguida, o atacante voltou a perder uma chance, de frente para o gol, chutando por cima.

Léo ainda teve uma grande oportunidade para igualar aos 48min. O lateral recebeu bom lançamento de Ricardinho pela esquerda, invadiu a área, mas chutou em cima de Sílvio Luiz.