Vasco 2 x 3 Santos

Data: 11/08/2004
Competição: Campeonato Brasileiro – 1º turno – 23ª rodada
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, RJ.
Público: 1.866
Renda: R$ 23.070,00
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Auxiliares: José Chaves Franco Filho e José Javel Silveira (ambos do RS).
Cartões amarelos: Henrique, Júnior, Ygor e Valdir (V).Tápia, André Luis, Léo, Paulo César e Fabinho (S).
Gols: Deivid (04-1); Ygor (02-2), Petkovic (15-2), Deivid (23-2) e Robinho (37-2).

VASCO
Fábio, Diego, Gomes, Henrique e Chiquinho (Silva); Júnior (André Lima), Coutinho, Ygor e Petkovic; Anderson (Rodrigo Souto) e Valdir.
Técnico: Geninho

SANTOS
Tápia, Paulo César, André Luis, Domingos, Léo (Flávio); Fabinho, Bóvio (Luis Augusto), Ricardinho e Elano; Deivid e Robinho.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos vence o Vasco e fica com título simbólico de “campeão de inverno”

O Santos esteve perto de deixar escapar o título simbólico de “campeão de inverno” do Campeonato Brasileiro, mas no final conseguiu vencer o Vasco por 3 a 2, mesmo jogando em São Januário, no Rio, e coroou a ascensão do time, que subiu de forma meteórica na tabela após a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo.

Mesmo com o primeiro lugar na tabela ao final do primeiro turno, a vitória teve ainda outra serventia aos santistas. Com o triunfo, o time evitou aquela que poderia ser sua pior seqüência até o momento na competição, já que vinha de duas derrotas seguidas –para Grêmio e São Caetano.

Com 41 pontos, o time da Baixada Santista está à frente de Ponte Preta e São Paulo. Ambos venceram nesta quarta-feira e também chegaram a 41 pontos, mas estão atrás nos critérios de desempate.

A equipe de Campinas, que fez 1 a 0 no Vitória, perde apenas no saldo de gols. Os são-paulinos, que golearam o Goiás por 4 a 0, estão atrás no número de vitórias e ocupam a terceira colocação.

O jogo começou com uma forte pressão do Vasco, mas, na primeira chance que teve de chegar ao ataque, o Santos fez o seu gol.

Paulo César lançou Deivid pela direita. O atacante entrou na área sem marcação e bateu cruzado para fazer 1 a 0, logo aos 5min.

No segundo tempo, aos 4min, o Vasco empatou. Após cobrança de escanteio de Petkovic, Ygor escorou de cabeça.

A virada vascaína acabou saindo numa bela jogada de Petkovic. Ele saiu da direita para o meio e bateu de pé esquerdo, fazendo um belo gol, aos 15min.

Mas o oportunismo do santista Deivid acabou sendo decisivo no ataque. Ele recebeu de Robinho e soltou uma bomba de pé direito, aos 21min: 2 a 2.

O empate impulsionou os dois times ao ataque. Tanto Santos como Vasco foram em busca da vitória.

No final, valeu a categoria de Robinho. Ele aproveitou um rebote na área do Vasco e bateu de primeira, de pé esquerdo, para fazer 3 a 2, aos 38min, e garantir a vitória fora de casa.