Santos 2 x 1 Goiás

Data: 14/11/2004
Competição: Campeonato Brasileiro – 2º turno – 41ª rodada
Local: Estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente, SP.
Público: 20.344
Renda: R$ 261.576,00
Árbitro: Luís Antonio Silva Santos (RJ)
Auxiliares: Carlos Henrique A. de Lima e João Luís R. Magalhães (ambos do RJ).
Cartões amarelos: Leonardo (S); Josué, Renato, Danilo e Cléber (G).
Cartão vermelho: Renato (G)
Gols: Paulo Baier (10-1); Basílio (39-2) e William (40-2).

SANTOS
Mauro; Leonardo, Ávalos e André Luís (William); Paulo César, Fabinho, Elano (Marcinho), Flávio (Luís Augusto) e Léo; Basílio e Deivid.
Técnico: Wanderley Luxemburgo

GOIÁS
Harley; André Dias, Renato e Asprilla; Paulo Baier (Tiago), Danilo Portugal, Josué, Rodrigo Tabata e Jadílson; Alex Dias (Douglas) e Leandro (Cléber).
Técnico: Celso Roth



Sem Robinho, Santos bate o Goiás e mantém perseguição ao Atlético-PR

Mesmo sem Robinho, que passa por problemas particulares (sequestro de sua mãe), o Santos venceu o Goiás, de virada, por 2 a 1, neste domingo, atuando no estádio Eduardo José Farah, o Farazão, em Presidente Prudente, pela 41ª rodada do Brasileiro.

Com o resultado, o time retomou o segundo posto na tabela de classificação, agora com 76 pontos. O líder, Atlético-PR, que neste domingo venceu o Criciúma por 6 a 1, tem 78.

No sábado, o Santos havia perdido a vice-liderança provisoriamente para o São Caetano, que goleou o Cruzeiro (4 a 1), no ABC.

Embora o treinador tivesse confirmado a presença de Robinho –artilheiro do time com 21 gols–, a decisão de não jogar coube ao próprio atleta, que preferiu permanecer em Santos, decisão confirmada momentos antes da partida. Basílio entrou em seu lugar.

O jogo

O time da Baixada Santista atuou em Presidente Prudente em razão da perda de mando de campo por dois jogos imposta pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

O primeiro tempo foi bastante movimentado, com direito a um gol bastante contestado pelos santistas e um jogador do Goiás expulso.

O juiz Luís Antônio Silva Santos viu pênalti do zagueiro André Luís sobre o meia Josué, aos 6min, que revoltou os jogadores da Vila Belmiro. Um minuto depois, o lateral Paulo Baier cobrou no canto esquerdo do goleiro Mauro, que ficou parado no meio do gol: 1 a 0.

O Santos ainda perdeu o meia Elano, contundido, aos 26min. Em seu lugar entrou Marcinho. Em compensação, a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo comemorou o cartão vermelho dado para o zagueiro Renato, do Goiás, aos 33min.

Com um homem a mais em campo, Luxemburgo decidiu pressionar o Goiás. Para isso, sacou André Luís, aos 42min, para a entrada do atacante William, mudando o esquema do 3-5-2 para o 4-4-2.

Na etapa final, a blitz santista entrou em ação a partir dos 39min, quando Basílio marcou o gol de empate, depois de uma confusão dentro da pequena área: 1 a 1. Aos 41min, foi a vez de William anotar, de cabeça, depois do cruzamento de Marcinho, para fazer 2 a 1.