Santos 5 x 0 Fluminense

Data: 30/10/2004, sábado
Competição: Campeonato Brasileiro – 2º turno – 39ª rodada
Local: Estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto (SP)
Público: 21.760
Renda: R$ 297.906,00
Árbitro: Clever Assunção Gonçalves (MG)
Auxiliares: Marco Antônio Gomes e Márcio Eustáquio Santiago (ambos de MG).
Gols: Robinho (07-1), Laerte (19-1, contra); Deivid (02-1), Robinho (10-2) e Deivid (36-2).

SANTOS:
Mauro, Paulo César, Leonardo, André Luís e, Léo; Fabínho, Ricardo Bóvio (Zé Elias), Ricardinho (Marcinho) e Elano; Robinho (Basílio) e Deivid.
Téc. Vanderlei Luxemburgo.

FLUMINENSE:
Fernando Henrique, Leonardo Moura, Antônio Carlos, Laerte e Júnior César (Mineiro); Marciel, Diego, Esquerdinha (Marcão) e Roger; Alessandro e Rodrigo Tiuí.
Téc. Alexandre Gama.



Com grande atuação de Robinho, Santos goleia o Fluminense e mantém a liderança

O Santos goleou o Fluminense por 5 a 0, neste sábado, no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto (SP), e manteve a liderança do Campeonato Brasileiro, com 72 pontos ganhos, em partida que teve como destaque o atacante Robinho, que marcou dois gols e fez ótimas jogadas.

A partida aconteceu no interior de São Paulo porque o time da Baixada perdeu o mando de dois jogos por causa da punição sofrida pela equipe após um torcedor ter atirado um copo d’água no treinador Hélio dos Anjos, então no Vitória, em partida realizada no dia 26 de setembro, em Santos.

Antes do jogo deste sábado, os jogadores das duas equipes se reuniram no centro do campo e rezaram abraçados em homenagem ao jogador Serginho, do São Caetano, que morreu na última quarta-feira, após parada cardíaca, durante a partida do time do Grande ABC contra o São Paulo.

A partida contra o Fluminense, pela 39ª rodada do Nacional, marcou também o jogo de número 200 do meia Elano com a camisa do Santos.

O primeiro gol da partida aconteceu logo aos 8min. Após falha da zaga carioca, Robinho partiu em velocidade e bateu com força, sem chances para o goleiro Fernando Henrique.

Aos 20min, após boa jogada de Robinho, que passou pelo lateral-direito Leonardo Moura, o zagueiro Laerte fez gol contra e a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo, amplamente superior, aumentou.

Após os 30min, os cariocas melhoraram. Aos 35min, Roger cruzou e Alessandro cabeceou com perfeição, mas o auxiliar marcou impedimento do atacante, que estava em posição duvidosa, anulando o gol do Fluminense.

No segundo tempo, a partida continuou aberta e o Santos aproveitou. Aos 3min, Zé Elias, que entrou no lugar de Bóvio, tocou para Deivid, na grande área, que tocou na saída do goleiro Fernando Henrique e marcou o terceiro gol santista.

Desanimado, o Fluminense permitiu o quarto gol santista logo depois. Aos 11min, Zé Elias fez boa jogada pela lateral e cruzou para Deivid. O atacante foi travado, mas, na sobra, Robinho chutou forte para marcar seu segundo na partida e o 21º no Brasileiro.

Aos 37min, o Santos fez mais um. Basílio cruzou com perfeição e Deivid concluiu com força para marcar o quinto gol da equipe paulista, sem chance para Fernando Henrique.