Santos 4 x 1 Vitória

Data: 26/09/2004
Competição: Campeonato Brasileiro – 2º turno – 32ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 11.535
Renda: R$ 143.730,00
Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (PE)
Cartões amarelos: Elano (S), Obina, Xavier e Pedro (V)
Gols: Obina (02-1), Elano (04-1), Robinho (19-1) e Robinho (47-1); Ricardinho (39-2).

SANTOS
Mauro (Tapia); Paulo César, Domingos, André Luis e Léo; Fabinho, Preto Casagrande, Ricardinho e Elano (Basílio); Robinho e Deivid (Bóvio)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

VITÓRIA
Juninho; Pedro, Milton do Ó, Felipe Saad e Paulo Rodrigues; Amaral, Xavier, Arivelton (Leandro) e Cléber; Obina (Gilmar) e Edilson
Técnico: Hélio dos Anjos



Santos fecha “dobradinha” na Vila, bate o Vitória e mantém liderança do Nacional

O Santos fechou a “dobradinha” na Vila Belmiro, bateu de virada o Vitória por 4 a 1, neste domingo, e manteve a liderança do Campeonato Brasileiro após 32 rodadas. O time obteve o objetivo de conseguir seis pontos em casa –na rodada anterior, ganhou do Atlético-MG (2 a 0).

O vice-líder Atlético-PR, tem os mesmos 61 pontos do que o Santos, mas está atrás dos paulistas por conta do critério de desempate. O time do técnico Vanderlei Luxemburgo soma 19 vitórias, e o de Levir Culpi, 18. Já o Vitória está com 33 pontos e entrou na zona de rebaixamento.

Neste domingo, o Santos aproveitou a vantagem de enfrentar o Vitória já sabendo do resultado do seu concorrente direto ao título. O Atlético-PR venceu o Flamengo por 2 a 1, de virada, em Curitiba, em partida encerrada momentos antes do início do duelo na Vila Belmiro.

Como a torcida para um tropeço dos paranaenses não aconteceu, o Santos terá até a próxima rodada do Nacional o Atlético-PR no seu encalço. Na próxima quarta-feira, o Santos irá a Porto Alegre enfrentar o Internacional. Já o Atlético-PR também jogará fora de casa: encara o desesperado Vitória (21º), em Salvador.

O jogo

Hoje, o Santos chegou ao seu segundo triunfo sobre o Vitória neste Brasileiro. No primeiro turno, havia ganho por 2 a 1 no Barradão. Mas, diferente do primeiro encontro, dessa vez, os santistas encontraram uma equipe baiana mais recuada, segundo determinou o técnico Hélio dos Anjos.

No primeiro tempo, o Santos teve algumas chances para abrir o placar. A melhor foi com o zagueiro Domingos, que arriscou de fora da área, exigindo boa defesa do goleiro Juninho, aos 8min. As oportunidades do Vitória ficaram nos pés do experiente atacante Edílson, que pecou nos arremates.

Na etapa final, o Santos voltou com uma modificação no gol. Mauro, contundido, deu lugar ao chileno Tapia. Para azar do substituto, ele levou um gol aos 2min num chute cruzado do atacante Obina.

Mas, para a tranqüilidade do time, o empate veio dois minutos depois numa cobrança de falta do meia Elano.

A virada santista aconteceu aos 19min, num lance bastante questionado pelo Vitória. Robinho recebeu dentro da área, em posição duvidosa, e chutou no canto esquerdo do goleiro Juninho. Os baianos reclamaram de impedimento.

Aos 39min, o meia Ricardinho ampliou ao chutar rasteiro no canto esquerdo de Juninho. Robinho ainda marcou o quarto tento aos 47min.