Goleiros:
Nilton
Ferreira
Raul


Laterais:
Heraldo
Luisinho
Ijuí
Éder José


Zagueiros:
Nildo
Cássio
Davi
Luiz Carlos


Meio campistas:
César Sampaio
César Ferreira
Mendonça
Junior
Sócrates
Marco Antônio Cipó
Zimmermann
Cesar Pereyra


Atacantes:
Sidney
Tuíco
Luis Carlos
Essinho
Leonardo Manzi
Édson


Técnicos:



Santos Futebol Clube

Presidente: Miguel Assad Macool Filho (1988-1989)
Patrocínio: Coca-Cola
Fornecedor: Penalty



Elenco:

G – Nílton Orlando da Costa
G – João Ferreira Couto
G – Raul

LD – Heraldo Gonçalves da Silva
LE – José Luis de Carvalho (Luisinho)
LD – Gilberto Moacir Schubert (Ijuí)
LD – Éder José Sanches

ZC – Ivanildo Alves de Souza (Nildo)
QZ – Cássio Adriano Vilaça
QZ – Davi Cortez da Silva
Z – Luiz Carlos Canhizares

MV – Carlos César Sampaio Campos
MV – Carlos César Ferreira
MD – Irineu Parmegiani Júnior
ME – Mílton da Cunha Mendonça
MD – Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira
MD – Marco Antônio da Conceição (Cipó)
ME, PE – José Augusto Zimmermann
M – Cesar Pereyra

CA – Luís Carlos de Aquino Guirra
CA – Edson Luiz Valente Correa (Essinho)
PE – Sidney José Tobias
PE – Antônio Carlos Azevedo Martins (Tuíco)
A – Leonardo Caetano Manzi
PD – Édson Ferreira da Silva
A – Gilberto Eugênio Aparecido da Silva (Giba)
CA – Hélio
P – Leandro

T – Carlos Gainete Filho / T – Mário Peres Ulibarri (Marinho Peres)

Comissão Técnica: Gilberto Tim (Preparador físico), Carlos Braga (Médico)



Quem chegou: Rafael Cammarota (G, São José-SP), Zimmermann (ME, Noroeste), Ferreira (G, Catuense-BA), Leandro (P, Fabril de Lavras-MG), Luiz Carlos (Z, Joinville), Sidney (PE, São Paulo), Hélio (CA, Novorizontino), Leonardo Manzi (CA, Vila Nova-GO), Éder José (LD, Francana) e Sócrates (M).

Quem saiu: Zizinho (MC, dispensado), Soares (CA, dispensado), Rodolfo Rodríguez (G, Sporting-POR), Luvanor (MC, dispensado), Serginho Chulapa (CA, Malatyaspor-TUR), Rafael Cammarota (G, rescindiu)

Time-base: Nilton; Heraldo, Nildo, Davi e Luisinho; César Ferreira, César Sampaio, Mendonça e Júnior; Leonardo Manzi (Sócrates) e Sidney (Giba).





Histórico:

Após a eliminação do Paulista, onde o Santos terminou em 7º lugar, 12 jogadores foram dispensados. O diretor de futebol, Paulo Ferreira, disse que após a avaliação decidiram investir em uma nova geração. Geninho deixou o clube e para seu lugar chegou o gaúcho Carlos Gainete, e o Santos providenciou uma excursão para a Itália, onde disputou seis partidas, recebendo Cz$ 15 milhões.

O goleiro Rafael Cammarota, de 34 anos e ex-São José, teve brevíssima passagem pelo Santos. Ele chegou após a saída de Rodolfo Rodríguez, antes da excursão para a Itália e ao saber que seria reserva de Nilton, pediu a rescisão contratual.

(…)