Data: 24/07/2004
Competição: Campeonato Brasileiro – 1º turno – 18ª rodada
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia, GO.
Público: 23.824
Renda: R$ 298.679,00
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (FIFA-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (FIFA-RJ) e Carlos Alves de Lima (RJ)
Cartões amarelos: Paulo Baier, Leandro, Ricardo Bóvio, André Luís, Lelo, Robinho, Tiago, Deivid, Ricardinho
Gols: Robinho (13-1), Cléber (15-1), Cléber (21-1), João Paulo (27-1, contra) e Deivid (35-1); Leandro (14-2).

GOIÁS
Harlei; João Paulo, Renato e André Dias; Paulo Baier, Cléber, Tiago, Rodrigo Tabata (Aldrovani) e Jadílson; Leandro (Jorge Mutt) e Alex Dias
Técnico: Celso Roth

SANTOS
Tápia; Paulo César, Ávalos, André Luís e Léo; Ricardo Bóvio (Luís Augusto), Fabinho (Lelo) e Ricardinho; Robinho, Deivid e Basílio (Marcinho)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



Santos empata com o Goiás no Serra Dourada, mas segue líder do Nacional

O Santos empatou com o Goiás por 3 a 3, neste sábado, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, e manteve a liderança da competição, com 32 pontos, mesmo total da Ponte Preta. Os santistas aparecem na primeira posição, pois levam vantagem no saldo de gols (nove contra três negativos).

Apesar de manter a ponta, o Santos contribuiu para o mau retrospecto das equipes que lideraram a competição em confrontos fora de casa. Até agora, foram oito líderes diferentes, que atuaram fora de casa 13 vezes. Foram quatro empates, sete derrotas e apenas dois triunfos.

Com a igualdade, o Goiás manteve a invencibilidade no Nacional em seu estádio. A equipe goiana jogou dez partidas como local –venceu seis e empatou outras quatro. Já o Santos somou o segundo empate, sendo a equipe que menos empatou entre os 24 times que disputam o Nacional.

O destaque da partida foi o atacante Robinho, que marcou o primeiro gol da equipe da Baixada Santista e, após bela jogada, deu assistência para Deivid marcar o terceiro gol do Santos.

Com um posicionamento ofensivo, a equipe de Vanderlei Luxemburgo marcou primeiro na partida contra o Goiás. Aos 13min, após cruzamento da direita, Robinho, de cabeça, abriu o placar.

O Goiás aproveitou dois momentos de desatenção do rival para virar o placar. O gol de empate surgiu aos 15min, quando Cléber dominou na entrada da área e bateu rasteiro, e o goleiro Tapia falhou.

O gol da virada aconteceu dez minutos depois. Em jogada ensaiada, após falta batida pela direita, Alex Dias tocou de cabeça e Cléber completou, também, de cabeça para marcar o segundo.

A reação santista foi imediata. Aos 27min, após falta cobrada pela esquerda, João Paulo, do Goiás, tentou tirar, mas acabou cabeceando para o próprio gol, sem chance para o goleiro Harley.

Empolgado, o Santos aproveitou o bom momento e aplicou a segunda virada da partida ainda na primeira etapa. Aos 34min, após bela jogada de Robinho, Deivid concluiu com perfeição e fez 3 a 2 para os visitantes.

Na segunda etapa, o Santos diminuiu seu ritmo, e o Goiás, apoiado pela torcida, empatou a partida. Aos 15min, após cruzamento da direita, em jogada confusa, Leandro tocou quase caído para empatar.