Data: 20/07/2004
Competição: Campeonato Brasileiro – 1º turno – 17ª rodada
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos, SP.
Público: 2.648
Renda: R$ 32.593,00
Árbitro: Luciano
Cartões amarelos: Tápia e André Luis (S); Fernando, Luís Paulo e Toni (C).
Gols: Robinho (27-1), Elano (37-1) e Reinaldo (41-1); Geninho (11-2), Robinho (23-2), Deivid (32-2) e Ricardinho (46-2).

SANTOS
Tápia, Paulo César, André Luis, Ávalos e Léo; Preto Casagrande (Luis Augusto), Elano (Lelo), Ricardinho e Marcinho (Basílio); Deivid e Robinho.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CRICIÚMA
Fernando, Luis Paulo (Toni), Gilmar, Luciano e Gleidson; Fernandinho (Paulo César), Cléber, Athos e Rafael; Geninho e Reinaldo (Vágner Carioca).
Técnico: Wagner Benazzi



Santos goleia o Criciúma e retoma a liderança do Brasileiro

Sem demonstrar trauma pela derrota por 1 a 0 para o Fluminense, como pregou o técnico Vanderlei Luxemburgo, o Santos goleou na noite desta terça-feira o Criciúma por 5 a 2, na Vila Belmiro, e retomou a liderança do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o time chegou a 31 pontos e ultrapassou o Palmeiras, que foi derrotado pelo Paysandu, em Belém, por 1 a 0, e continua com 30. O Criciúma permanece com 22 pontos.

De quebra, os santistas ainda tomaram dos palmeirenses o status de melhor ataque da competição. O clube da Baixada tem agora 34 gols marcados, contra 30 do rival.

“Estamos dando continuidade ao que vínhamos fazendo. Tivemos uma derrota, mas foi normal. O importante foi a concentração e a consciência da equipe”, disse o meia santista Ricardinho.

Antes da derrota para o Fluminense, o time da Baixada vinha de uma seqüência de oito vitórias, o que havia levado o time à liderança da competição pela primeira vez. Após perder no Rio, o time havia sido ultrapassado pelo Palmeiras.

Robinho melhor jogador do Santos no primeiro tempo, abriu o placar. Aos 27min, ele dominou pela esquerda e tocou para Deivid na área. O atacante devolveu a bola para o parceiro, que chutou rasteiro para vazar Fernando.

Mas não era só na hora de concluir que Robinho se destacava. Aos 37min, ele tocou a bola para Elano marcar o segundo.

Aos 41min, o time catarinense diminuiu. Reinaldo invadiu a área e chutou cruzado para vencer Tapia, que nem tentou pular.

No final do primeiro tempo, a chuva chegou forte, e, assim como fizeram na derrota para o Fluminense no último sábado, os santistas reclamaram da situação meteorológica e do gramado.

O tempo melhorou no início da segunda etapa, mas foi o Criciúma quem voltou melhor. Aos 11min, Paulo César, que havia acabado de entrar em campo, foi até a linha de fundo e cruzou para Geninho, que livre chutou forte para empatar.

Mas os catarinenses não eram capazes de segurar Robinho. Aos 23min, o lateral Paulo César foi à linha de fundo e cruzou rasteiro, Deivid desviou e a bola sobrou limpa para o artilheiro da noite fazer seu segundo gol na noite.

Em um lance de bola parada o Santos marcou o quarto. Aos 32min, Ricardinho cobrou falta pelo lado direito do ataque santista para Deivid, que marcou de cabeça.

Depois da assistência, o meia ainda teve forças para fechar o placar, aos 46min, depois de cortar um rival e bater no canto do goleiro Fernando.

O Santos volta a campo no próximo sábado, quando pega o Goiás fora de casa. Elano e Preto Casagrande, que saíram machucados ontem, podem desfalcar a equipe do litoral paulista. No mesmo dia, o Criciúma recebe o Atlético-PR no seu estádio.