Navegando Posts marcados como 1978


Vídeos: 3º Jogo da Final, 1º e 2º tempo da prorrogação

Santos 0 x 2 São Paulo – 0 x 0 prorrogação

Data: 28/06/1979, quinta-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Paulista 1978 – Final – 3º jogo (Decisão)
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 80.488 presentes (74.535 pagantes e 5.953 menores).
Renda: Cr$ 5.568.670,00
Árbitro: João Leopoldo Ayeta
Auxiliares: Hélio Cosso e Márcio Campos Salles.
Cartões amarelos: Tecão, Airton e Chicão (SP); Antônio Carlos e Nilton Batata (S).
Cartão vermelho: Airton (SP).
Gols: Zé Sérgio (27-1) e Getúlio (06-2).

SÃO PAULO
Waldir Peres; Getúlio, Tecão, Bezerra e Airton; Chicão, Dario Pereyra (Vilson Tadei) e Viana (Edu); Zé Sérgio, Muricy e Neca.
Técnico: Rubens Minelli

SANTOS
Flávio; Nélson, Antônio Carlos, Neto (Fernando) e Gilberto Sorriso; Zé Carlos, Toninho Vieira e Pita (Rubens Feijão); Nilton Batata, Juary e Claudinho.
Técnico: Chico Formiga



Terminou a Era Pelé: o Santos renasceu

Desde 73, ano de seu último título, com Pelé, o Santos só vivia de lembranças. Agora já é dono de seu futuro: é campeão

Terceiro jogo da final do Campeonato Paulista de 1978 que na verdade só terminou em 1979. O Santos precisava do empate, mas o São Paulo venceu e forçou a prorrogação. O empate na prorrogação daria o título ao time de melhor campanha, no caso, o Santos.

Fonte: Jornal Folha de SP

Santos 1 x 1 São Paulo

Data: 24/06/1979, domingo, 16h00.
Competição: Campeonato Paulista 1978 – Final – 2º jogo
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 115.155 presentes (107.485 pagantes e 7.670 menores).
Renda: Cr$ 7.074.560,00 (recorde de renda e público neste campeonato)
Árbitro: Márcio Campos Salles
Gols: Célio (42-1) e Zé Sérgio (44-2).

SANTOS
Flávio; Nélson, Joãozinho, Antônio Carlos e Gilberto Sorriso; Toninho Vieira, Rubens Feijão e Pita; Claudinho, Juary e Célio.
Técnico: Chico Formiga

SÃO PAULO
Valdir Perez; Gerúlio, Marião (Bezerra), tecão e Airton; Chicão, Vilson Tadei (Neca) e Darío Pereyra; Edu, Serginho Chulapa e Zé Sérgio.
Técnico: Rubens Minelli



São Paulo leva decisão para o terceiro jogo

Os santistas estiveram muito perto do título; ganhavam o jogo até os 44 min da fase final mas os são paulinos empataram

O campeonato seria decidido em melhor de 4 pontos. Ou seja: só duas vitórias, ou uma vitória e dois empates, dariam o título. Em caso de empate em 3 pontos ganhos para cada lado, seria jogada uma prorrogação de 15 por 15 minutos. Se a igualdade persistisse, o time de melhor campanha, no caso o Santos, seria campeão.

O Santos venceu o primeiro jogo da final por 2×1. A vitória no segundo jogo lhe daria o título, mas Zé Sérgio empatou aos 43 minutos do segundo tempo, forçando a terceira partida.

Neste jogo técnico Formiga do Santos não contou com sete titulares. Estavam contundidos: o goleiro Vítor, o zagueiro Neto, Clodoaldo, Aílton Lira e Nilton Batata. Zé Carlos e João Paulo receberam o terceiro amarelo na primeira partida. Já o São Paulo de Minelli veio com força máxima.

Fonte: Jornal Folha de SP

Santos 2 x 1 São Paulo

Data: 20/06/1979, quarta-feira, 21h00.
Competição: Campeonato Paulista 1978 – Final – 1º jogo
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 88.316 presentes (81.788 pagantes e 6.528 menores).
Renda: Cr$ 5.941.170,00
Árbitro: João Leopoldo Aieta
Cartões amarelos: João Paulo e Zé Carlos (S); Tecão (SP).
Gols: Serginho Chulapa (18-1) e Juary (26-1); Pita (09-2).

SANTOS
Flávio; Nélson, Joãozinho, Antônio Carlos e Gilberto Sorriso; Zé Carlos, Toninho Vieira e Pita; Claudinho, Juary e João Paulo.
Técnico: Chico Formiga

SÃO PAULO
Valdir Peres; Getúlio, Marião, Tecão e Aírton; Chicão, Teodoro (Vílson Tadei) e Darío Pereyra; Edu, Serginho Chulapa e Zé Sérgio.
Técnico: Rubens Minelli



Uma emocionante virada do Santos

Com 2 a 1, Santos sai na frente da decisão do Campeonato Paulista de 78

Sem cinco titulares o Santos venceu a primeira partida da final contra o atual campeão brasileiro. Para a segunda partida da final o Santos perdeu ainda João Paulo e Zé Carlos, ambos suspensos por levar o terceiro cartão amarelo, ficando sem sete de seus titulares, enquanto o São Paulo pode escalar o que tinha de melhor.

Fonte: Jornal Folha de SP

Santos 3 x 1 Guarani

Data: 16/06/1979
Competição: Campeonato Paulista 1978 – Semifinal
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Renda: Cr$ 1.983.340,00
Árbitro: Helio Cosso.
Gols: João Paulo (13-1), Juary (24-1), Zenon (pênalti, 19-2) e Juary (36-2).

SANTOS
Flavio; Nelson, Joãozinho, Antonio Carlos e Gilberto; Toninho Vieira e Zé Carlos; Pita, Claudinho (Celio), Juary e João Paulo.
Técnico:

GUARANI
Neneca; Mauro, Gomes, Edson e Odair; Zé Carlos e Zenon; Capitão, Renato, Careca (João Carlos) e Bozó.
Técnico:


Santos 0 x 1 Corinthians

Data: 10/06/1979
Competição: Campeonato Paulista 1978
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: N/D
Renda: Cr$ 5.296.350,00
Árbitro: Roberto Nunes Morgado.
Gol: Claudio Mineiro (18-2, de pênalti).

SANTOS
Vitor (Flavio); Nelson, Joãozinho, Neto e Gilberto; Toninho Vieira e Ailton Lira; Nilton Batata, Pita, Juari e João Paulo.
Técnico: Chico Formiga.

CORINTHIANS
Jairo; Zé Maria, Amaral, Zé Eduardo e Vladimir; Claudio Mineiro e Biro-Biro; Vaguinho, Sócrates (Piter), Basilio e Romeu.
Técnico: